O presidente Bolsonaro encerrou hoje, bruscamente, uma entrevista à imprensa tão logo foi indagado sobre o novo “caso Moro”. Ele falava, ao seu modo, sobre a previdência  quando foi indagado sobre o inevitável tema:

– Tá encerrada entrevista, obrigado.

Lembrando que o presidente é muito ativo nas redes sociais, onde fala o que quer sem ser questionado.

Mas não apenas ele tem esse tipo de comportamento.

Por exemplo, o muito falante Deltan Dallagnol também recorreu a um vídeo nas redes sociais para se defender das suposições sobre sua subserviência ao ex-ministro Moro – relevada em conversas publicadas pela imprensa (ele diz que elas são produtos de uma ação criminosa de hackers).

O procurador sempre foi falante – era.

A questão é que esse tipo de comportamento é cada vez mais comum entre governantes (inclusive Renan Filho em tempos de crise).

Por quê?

Acho que a explicação mais plausível é de que nas redes sociais não há a possibilidade de uma contestação frente a frente, uma pergunta incômoda e/ou constrangedora, um flagrante de contradição.

Já numa entrevista – e jornalista é bicho muito competitivo – sempre pode surgir uma voz mais contundente (necessária cada vez mais), provocativa, o que pode levar o entrevistado a perder o rebolado ou o prumo do que está falando.

E aí bate o medo bate, o coração acelera, a língua trava ou o entrevista cospe fogo.

Tudo bem: faz parte da precariedade humana, mas quem está na vida pública tem de se expor, correr os riscos inevitáveis e ser o mais racional (?) possível.

Rede social, assim, se torna agora o canal ideal entre o guia e os guiados, que sempre haverão de aplaudir – é mamão com açúcar.

Já numa entrevista…

Luciano Barbosa não quer, mas deve ser candidato em Arapiraca
"Só aumento de contribuição de servidores pode reduzir rombo da Previdência em AL", diz secretário
  • Cidadão

    O Sérgio moro vai pro senado nobre jornalista, existem assuntos um pouco mais sórdidos que o senhor poderia comentar.

    Resposta

    Meu caro Fausto:

    Serve Goethe?

    • Cesar

      Esse anúncio de ir ao senado é jogada para cobrir o caso com uma cortina de fumaça. Demorou para reagir. O presidente indagado sobre o caso correu da repórter com uma velocidade jamais vista. Ética no comportamento dos outros é fácil de ser cobrada. Me admira a frieza ou cara de pau – não sei escolher – com que o ex juiz trata o caso/ como se nada de errado houvesse acontecido.

      • Tobias Mendes

        Pois é a laja jato nunca existiu! Os “políticos” apenas cometeram pequenas contravenções eleitorais, e estão em retiros espirituais purificando suas almas para as próximas eleições! O dinheiro que os empreiteiros “devolveram” na verdade estavam investindo maciçamente na Petrobras, e tudo será revertido em ações da companhia.
        O impeachment e a eleição de Bolsonaro só aconteceram pra provar que só o PT sabe governar o país e ninguém mais!
        Próximas ações do novo brasil serão Lula sair do spar em que está em Curitiba, ficando em forma pro casamento, anular a eleição de Bolsonaro e após entronizar Lula como terceiro imperador do brasil dando início a tão sonhada monarquia parlamentarista e assim o brasil volta a sorrir!

    • Joao da TROÇA anarco-carnavalesca BACURAU da Rua NOVA do Sertão – em St’ANA!

      Cidadão AMIGO … dsd 1991 ante-$ala da podridão a$$a$$ina da Guaxuma 1996, árgh!
      dsd 1992 do impixo ao VIVO e a cores em doCUdrama à México TRO 1970 via Embratel, pQp!
      Faz TEMPO q’as milícias ARDILOSAS num arreBanham milicos incoseqëntes, pidões de PENICO inte U-$arney, nojo!
      > De volta a 1991, c’U$ Trapalhões n’árvore da juventude serpentes Nájila$ e escorpiões QueiroZZe$ n’Amazônia:
      – Didi, Dedé e Mussum guardas florestais e contrabandistas do Dr Stone tarado n’engenheira Juliana BrasilÊra!
      > Toda excitada, a ATRIZ Cristiana Oliveira assediada p’estudantes GOLDEN SHOWER mística e retroage na juventude.
      – Didi, Dedé e Mussums viram crianças, mudam de SEXO e encaram bandidos com salto ALTO, xô $ataná$, ái Je$u$, úi!
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Os_Trapalhões_e_a_Árvore_da_Juventude

  • Miral

    O Coiso não tem a mínima condição de debater sequer com um estudante de segundo grau.

  • Carlos

    Justamente a comparação com os homens públicos que fala o que quer e não gosta de ser questionado. Um exemplo bem marcante é o governador o desnaturado Renan Filho, fica no silêncio com temas polêmicos e se alimenta dos pontos favoráveis e pelo jeito a equipe já se comporta igual ao futuro ” presidente da república” ! Cadê a reposição dos pobres entre os pobres do servidores públicos! Tem algum secretário que quer falar desse tema…

    • Carlos ferreira

      Reposição?? Vai trabalhar, rapaz!

      • Zé indignado

        exatamente, será que o Carlos é daqueles servidores da saúde que tem coragem de trabalhar em hospital, que trata doenças como meningite, AIDS, com o vírus da gripe H1N1 é muita coragem trabalhar nesses hospitais onde o contágio está no ar. Aí Ferreira tem coragem de visitar esses tipo de pacientes.

      • Luiz Antonio Maciel

        Aí o sr. já quer demais Ferreir, servidor quer reposição acima da inflação, salário o triplo da média na iniciativa privada, e nada de avaliação na qualidade dos serviços prestados… aí já é assédio ao servidor concursado!

        • Carlos ferreira

          É isso aí meu amigo. Um servidor com nível médio no detran ganha mais de R$6.000 e ainda faz greve. Com essa mesma formação a iniciativa privada paga R$1.500 com uma jornada mais dura.
          Aí vem aqui falar de reposição… vai trabalhar seu Carlos!!!

          • Carlos

            Senhor,
            Carlos Ferreira , o senhor não respondeu a pergunta do Zé Indignado, se o o senhor tem coragem de visitar os hospitais públicos que cuidam dos pacientes de HIV, das meningites bacterianas, gripes por vírus H1N1 e entre outras que o vírus estão no ar… Um Médico não recebe 6 mil reais avalie outras categorias. Procure se informar melhor e ser justo com as suas observações .

  • Apareceu a margarida, MOROu? – Olê, olê, olá! – ÁS na manga ou cavalo de Troia?

    Enquanto isso, Ricardo … há impasse dsd o início do mês da CANJICA e da pamonha, do milho VERDE!
    https://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2019/06/01/uma-proposta-para-o-pacto-entre-os-tres-poderes-da-republica
    Sem diálogo, haja trava LÍNGUAS entre litorais e SERTÕES periclitando agrestes clitoriana e gozozamente à CirÇo Péricles!
    Estamos SEM usinas há décadas arreÑtinamente RE-editando fraca$$o$ paruguaios sem pompa Venezuela PESO morto:
    1. Economia Popular – uma via de modernização para Alagoas” (7a ed. Edufal:2016);
    2. Reestruturação produtiva da agroindústria sucroalcooleira” (3a ed. Edufal: 2009);
    3. e Formação Histórica de Alagoas” (4a ed., Edufal: 2016).
    Professora MESTRES em Geografia/IGDEMA-UFAL com bolsa IPEA – Desenvolvimento (2009-2010).
    NU Conselho Sup-Fund Amparo a Pesquisa d’Alagoas (FAPEAL) e Ed-Imprensa Of-Graciliano Ramos + Cepal).
    Agora em SãFáiu-çP- Economia Uni FEDE a SãFalo. [01mai19], http://lattes.cnpq.br/4195463764150957
    Daqui pá pouco a Maçayó sobreviverá SEM Salgema, nem pedra DELMIRA: Há Lagoas derretendo Pinheiros, desconcentrando RENDA.

  • Idosamente MONGE no Sertão: busca SUS sem úi nem Ái!

    E tudo cheira a TALCO no palco, supresas de bumbum de nenê … cabeça de JUIZ!
    Via canetas Bic descerebrada$ ao alcance de celerado pidão de PENICO, valentão?
    De concreto a Educação nos campi avançados da UFAL a partir de Delmiro, Arapiraca e Tabulêro da Maçayó.
    https://ufal.br/ufal/institucional/os-campi
    > Nos últimos 20 anos Ifal em Arapiraca e Batalha (SERTÃO), e B Bentes na capital + Coruripe litoral:
    – DE Maceió a Maragogi e Mau DEÓ, Murici e P-d’Índios, Penedo e Piranhas, R Largo + Satuba e Viçosa;
    – de QUEBRA: St’Ana d-RI-PInema e SãMiguÉ-d’Campos.
    https://www2.ifal.edu.br/campus/site/sites
    A Ufal s’e$-PRAIA a partir do Tabulêro A C Simões: 35 mil alunos em 114 graduações da capital via Arapiraca e Sertão com 1800 professores e 1890 técnicos. Vagabundo é a MÃE da vó da pQp!
    Indignados cU tOtnta ignoranças protestamos em Arapiraca e Viçosa, `Palmeira e Penedo, Delmiro e St’Ana por ato FALHO de J-Kubitscheck, SOMOS!
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Universidade_Federal_de_Alagoas
    Frutos de ESFORÇOS e suores, lágrimas, a Uneal cresce e multiplica ENSINO público e gratuito com QUALIDADE em 6 (seis) campi:
    – Arapiraca e Santana, Palmeira e São Miguel dos Campos, Un d’Palmares e Maceió.
    http://www.uneal.edu.br/campi

  • Taffarell

    Mundo pet bicho cão pra você – “Cidadão”

  • Carlos ferreira

    Ricardo, falar em rede social é expressar a opinião, o livre arbítrio, sem ser questionado. É o que o nobre jornalista faz diariamente livre como um pássaro.
    Achas que os seus leitores concordam com todos os seus textos?
    A indagação/crítica que fazes ao presidente e ao membro do MPF (não sei o porquê de incluir o governador – sem contexto – no texto e excluir o prefeito) é a mesma que faço a ti.

    • Carlos

      Pois é Carlos Ferreira e a sua raiva dos servidores públicos,onde o senhor nos seus comentário sempre se delicia com atitude do seu governador em massacrar os servidores públicos e no entanto se cala diante dos reajustes acima cerca de 3 vezes do IPCA,dos duodécimos dos poderes Judiciário e Legislativo. Não concordo com os seus ponto de vista e no entanto respeito o porquê que você deve ter de sua historia de vida e ter distilar o seu ódio…

  • JEu

    Esquecem, todos os críticos, que os “advogados, empresários, políticos, etc, etc” envolvidos em esquemas de desvios multibilionários do erário público, seja através de roubos à Petrobrás, seja através de desvios no BNDES, seja através de negócios escusos com a Odebrecht, Friboi, etc, etc, sempre tiveram os seus “contatos” na justiça brasileira, principalmente nas cortes superiores, com destaque para o STF, tudo para burlar a lei brasileira e evitar a responsabilização de seus apaniguados, com sérios prejuízos para o direito e para o bem do povo brasileiro… agora, contatos entre aqueles que querem e sempre quiseram que os ladrões, os bandidos de toda ordem fossem colocados sob as barras da justiça e respondam por seus crimes, isso se torna uma verdadeira “inquisição”… lembremos que, graças à lava-jato, a ganância, o desrespeito ao bem público, o desvio do erário público diminuíram exemplarmente… e agora querem destruir tudo isso… por que será?!!! Há, bom lembrar aqui: ontem um bocado de gente do conhecido “Centrão”, inclusive seu líder, Arthur Lira, foram tornados réus em processo da lava-jato… isso sim, é muito bom de se anunciar para o povo brasileiro… e alagoano… agora, podem continuar a choramingar…

  • Geraldo

    E o nobre jornalista sempre tomando partido, conforme suas preferências politicas. Tá certo está com a caneta do TNH, escreve o que quer. só tenho a dizer que gostando ou não, esse é o governo que temos e devemos torcer para que dê certo, para o bem de todo mundo. enquanto aos outros, vão ter que cumprir suas penas no xilindró.

  • Adilio Faustini

    Não foi o Arthur Lira e mais 3 do PP que viraram réu no STF, vi a noticia no Antagonista.

  • sertanejo cagota

    Enquanto a imprensa for assim, corporativista, o melhor é procurar as redes sociais. Cadê que a imprensa vai entrevistar cada membro do caso “Júnior Barbosa”?

  • Adilio Faustini

    Foi as Redes Sociais que o elegeu contra a extrema imprensa e os institutos de pesquisas, por que inverter agora?

    • sertanejo cagota

      Perfeita colocação…ele só tinha 6 segundos de TV e as redes sociais o elegeu. Nesse país onde as emissoras de TV só mostra o criminoso pobre nada melhor que as redes sociais para mostrar os dois lados.

  • Cidadão

    Nobre jornalista, quem é esse rapaz chamado GOETHE????, é marca de roupa??????a ignorância é vizinha da maldade , me desculpa.