As coincidências acontecem até mesmo entre adversários que se tratam como inimigos. É o caso do governador Renan Filho e do prefeito Rui Palmeira.

Os dois, em meios às atribulações do cargo, buscam nomes para a disputa eleitoral do próximo ano, principalmente em Maceió – a capital de Alagoas, onde a família Calheiros encontra, tradicionalmente, dificuldades junto ao eleitorado. A lembrar: na última disputa, o MDB foi buscar emprestado o prestígio do ex-prefeito Cícero Almeida, por não ter ninguém para chamar de seu – candidato, ressalte-se – na briga com Palmeira.

Agora, o Palácio República dos Palmares tem vários nomes para o posto: Maurício Quintella, Ronaldo Lessa – só para citar dois -, mas nenhum que inspire ao grupo governista o desejo de juntar destinos.

E não trato, aqui, da qualidade dos citados.

O prefeito Rui Palmeira, por sua vez, que cumpre o segundo e último mandato, tem lançado ao mar alguns navios, para ver quem tem força e destreza para atravessar o oceano carregado de procelas – sem que o céu avise tempo bom.

Eduardo Canuto, Kelmann Vieira e até Marcelo Palmeira, o vice que quer ser prefeito. Também nesse caso, o prefeito ainda não achou alguém que efetivamente possa assumir a missão dificílima pela frente.

O deputado David Maia, do DEM, vem até tentando aproximar Palmeira do deputado federal JHC, líder absoluto das pesquisas que merecem ser levadas a sério. Sem sucesso, ressalte-se: as mágoas da última campanha não foram curadas.

Pode surgir alguma surpresa?

E bote surpresa nisso. O nome do procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar, aqui e ali, surge como uma possível intercessão política entre o prefeito de Maceió e o governador.  Só não se sabe se o procurador-geral quer ocupar este espaço.

SOS Pinheiro: "O laudo da CPRM tem de ser objetivo, não pode ser dúbio"
Anúncio: Agência Reguladora abandonada e disponível procura
  • Há Lagoas

    Que ambos se preocupem em governar bem – a “maldição” do segundo mandato – já é um adversário a altura para eles se preocuparem. Conseguindo sobreviver com boa aprovação, a probabilidade de fazer seu candidato vencedor é grande.
    É só lembrarmos que Lula já elegeu até “poste”.

  • JEu

    Tudo pode acontecer, até às eleições do próximo ano, para os cargos eleitorais dos municípios… e em Maceió, além de tudo o que pode acontecer no ambiente politiqueiro, pode até mesmo ocorrer a já anunciada “tragédia do Pinheiro e adjacências”… e aí, dependendo das ações tanto do prefeito quanto do governador, poderá, o infausto acontecimento, se transformar em um “divisor de águas” (literalmente e/ou metaforicamente…) no entanto, creio, também, ser correto afirmar que, cada vez mais, o povo brasileiro e alagoano vai querer um candidato que seja ficha limpa e que já tenha demonstrado serviço à população… e, sob esse aspecto, a figura do Dr Alfredo Gaspar tem lugar de destaque… é esperar para ver…

  • Joel

    Maceió com dívidas do empréstimo de 75 milhões de dólares, problema no Pinheiro, servidores quebrando câmara… o próximo prefeito tem que ter coragem… Maceió não pode errrar!

  • Zezinho

    O principal cartão postal da cidade, a orla marítima, está entregue às baratas, a pista de corrida e a ciclovia repletas de buracos, a cada esquina fossas estouradas e o esgoto na calçada, trânsito caótico, Maceió realmente merecia um governo que de fato se dedicasse a governar. Rui Palmeira um político inexpressivo, sem carisma, que conseguiu estes dois mandatos e nunca mais se elege para nada.

  • Sérgio Eduardo

    O sonhos dos Calheiros era um dia comandar a prefeitura d Maceió. A lembra q Renan pai foi candidato é perdeu pra Guilherme palmeira pai do atual prefeito. E se depender do povo de Maceió continuará um sonho

  • Maricota

    Troco um pelo outro e não quero torna.
    Infelizmente, não temos opção, são sempre as mesmas figurinhas repetidas, os outros que aparecem são tão fraquinhos que preferimos ficar com as figurinhas repetidas. Josan, Basile, Gustavo Pessoa, Pinto de Lunas, levaram uma pisa de toalha molhada de Renan Filho no debate, assim fica complicado. Ronaldo Lessa é o menos ruim dessas opções. Afinal Ronaldo Lessa só tem um problema, é de esquerda.

  • williams Roger

    Para ser candidato a prefeito, com chances para vencer, não pode ter “rabo” preso.
    Não pode PREVARICAR, não pode ser injusto.

  • Maurício santos

    Tem um nome por fora dessa lista DAVI DAVINO