A ARSAL seria uma “joia da coroa”, principalmente para quem está no ramo da atividade política e quer fazer novas relações: com prefeitos, vereadores, líderes políticos, que controlam o chamado transporte alternativa.

Tem o outro lado: a ARSAL deveria ter um papel de fiscalização dos serviços públicos, em geral, que não realiza – e por motivos vários.

Fornecimento de gás, energia, água, além do transportes, tudo deveria estar no centro da lupa do arsalinos, mas a agência se tornou um nada, na definição do secretário Ronaldo Lessa, presidente do PDT, partido que dirigia a Agência até a semana passada.

“Falta fiscal para tudo”, disse Lessa, bem ao estilo, e entregou o pacote para o governador Renan Filho.

Agora, a nossa agência reguladora, abandonada e disponível, procura quem queira tomar conta dela.

Mas é chegar sabendo: a ARSAL “virou uma repartição fantasmagórica”, na definição de um governista bem situado. Quem assumir a direção da agência não pode temer o sobrenatural.

Rui e Renan Filho vivem o mesmo dilema sobre a sucessão em Maceió
Ainda há um bom pedaço de pizza para Alfredo Gaspar
  • JEu

    Como só tem servido para cabide de empregos, então que seja extinta e suas funções passem (ou voltem) a ser da responsabilidade de outros órgãos públicos, como Detran, DER, e secretarias como Meio Ambiente, Infra-Estrutura, etc, etc… creio que um simples gabinete nesses órgãos podem dar conta do recado… e o governo estadual fará um bom corte no orçamento público…

  • Santos

    Ninguém quer um órgão público que tenha poucos cargos comissionados e orçamento pequeno, além de ser um órgão sem estrutura e que tem propaganda negativa gratuita, todos os dias nos principais meios de comunicação do nosso Estado.

  • Ismar

    Lamentável…e como sempre o vizinho SERGIPE, com a maior organização no sistema de transporte. Lá se vê, desde as vans a ônibus confortáveis cruzando todo estado. Como sempre Alagoas fica pra trás devido a velha politica!

    • Há Lagoas

      Isso é mais do que lamentável…
      E ainda tem gente querendo tirar o nosso pobre estado da condição de mais pobre, entre os pobres.

  • ronaldo

    RONALDO MEDEIROS JA

  • Contra o voto obrigatório

    Corte no orçamento? Amigo deveria se informar antes.