Com o mais vasto currículo político entre os seus contemporâneos ainda em atividade, Ronaldo Lessa garante que está tranquilo e que se sente à vontade no cargo de secretário de Agricultura:

– Não me sinto diminuído por isso. Acho que posso fazer um bom trabalho na pasta, principalmente porque a agricultura, ao lado do turismo, é uma atividade fundamental para a economia alagoana.

Este, entretanto, não era o seu plano A (nem do governador), mas foi o possível dentro de cenário atual. Ambos entendiam que era melhor que Lessa permanecesse em Brasília, na Câmara Federal, mas as negociações não avançaram.

Convidado do Ricardo Mota Entrevista desta semana, Ronaldo Lessa, ainda que em tom bastante ameno (e ele deve ser precavido, pelo histórico), se sente prejudicado pela decisão da Justiça Eleitoral, que, absurdamente, o considerou inelegível, ainda que depois o STF tenha corrigido o erro:

– Eu sei que perdi bastante com a decisão do TRE. Principalmente no interior do estado, onde muitos eleitores acreditaram que eu estava inelegível. Mas houve uma reviravolta, em Brasília, o que me faz acreditar ainda no Judiciário brasileiro.

Quando a questão é o futuro, o ex-governador volta o olhar para o passado e afirma que “de todos os cargos que ocupei, o que mais me deixou realizado foi o de prefeito de Maceió”.

Precisa dizer mais?

Pois ele diz, e você pode conferir na ótima entrevista de domingo.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 10h30, na TV Pajuçara

Convidado: Ronaldo Lessa – secretário de Agricultura

----------------------------------------------------
De quem os deputados estaduais compram carro usado?
  • Indignado

    Ronaldo pode e deve fazer um bom trabalho frente a está secretária, a questão maior, que pesa contra ele é o desprezo aos seus antigos aliados. Aliados, que, com o passar do tempo, foram dando lugar aos “novos amigos” sem nenhuma expressão. A agricultura tem muito o que se fazer em Alagoas, resta saber se o Lessa tem a garra e a determinação em fazê-lo ou será somente mais um adorno para o governador irresponsável.

  • Pedro Antônio

    Mas foi sim diminuído.
    Kátia Born até havia pedido exoneração da secretaria de saúde de Palmeira pensando que Lessa assumiria a secretaria de saúde do Estado.

  • Curioso

    Incrível

  • CICERO FREDERICO FA SILVA

    Esse senhor nada acrescentar a governo RENAN FILHO..
    Só atraso por isso perdeu as eleições.
    E não ganha mais nada

  • JEu

    Mas claro que ele não foi “diminuído”… é só perguntar qual o número de camisa e de calças que usa…!!! quanto à sua passagem pela agricultura do Estado, repito, se não for capaz de promover uma agricultura familiar, com farta distribuição de sementes e crédito com juros baixos; se não conseguir que esses agricultores tenham acesso à venda de seus produtos sem intermediários; se não conseguir que essas famílias tenham acesso, principalmente no agreste e no sertão, a água para irrigação; e se não lutar para que, pelo menos, um bom número de sem terras tenham acesso a um pedaço de terra em seus nomes e livre de pagamento de “anuidades” e/ou “colaborações” ao famigerado movimento… então poderemos dizer que sua passagem por aquela secretaria será igual aos demais titulares: uma nulidade… quero ver é ter coragem de olhar para o verdadeiro povo…

  • Luiz

    Caro Ricardo.
    Pensa ele assim, mas, a situação é outra, talvez o nobre RONALDO ainda não percebeu que as raposas da política alagoana estão com os dias contados.
    A diminuição política está evoluindo gradativamente até chegar a próximo de zero, ou seja, os chamados “poca urnas”
    Quer um exemplo? Cicero Almeida.
    A bola da vez é Mauricio Quintella juntamente com Ronaldo Lessa.
    Quem se junta aos Calheiros tem esse destino melancólico.
    Quem viver verá!

  • arapiraquense

    Não. Não foi diminuído.
    Foi leiloado.
    E arrematado pelo lance mínimo.
    Já era! Esqueça a política!

  • Pedro filho

    Eu, como eleitor me sinto diminuído por este senhor ainda está na vida pública de Alagoas.

  • GOMES

    Esses políticos carreiristas não sabe viver sem uma boquinha, defensor de Lula e sua turma, depois se junta com os Renans ladrao, o que esse cara tem haver com agricultura, ele a meu entender é engenheiro civil!!!!!kkkkkk

  • José Lisboa

    O socialista raiz nunca abandona as tetas do estado, que não me deixe mentir Regis Cavalcante. Mesmo que tenham profissão eles quando entram no estado nunca mais soltam o osso. O cara foi governador ai a ordem natural era ser Senador não deu, se contentou em ser deputado federal ai perdeu, ai se contenta com secretario. Não se apequenou?

  • Breno

    Ronaldo Lessa foi uma boa escolha. Parabéns governador.

  • Artur Costa

    Eu e muitos alagoanos que nos sentimos diminuídos em ter uma figura dessa, sustentado por nós, boca de ponche.

  • Verdadeiro

    Acredito que a derrota do Ronaldo se deve ao fato dele ter feito aliança com os CALHEIROS. Quando estava ao Lado do Rui Palmeira a sua aceitação era maior! No grupo do RUI PALMEIRA ele tava eleito para DEPUTADO FEDERAL E SENADOR, se topasse ainda dava um calor ao Renanzinho e levaria a eleição para o segundo turno! Errou em ter ficado com os Calheiros.

  • Valdemir

    Parabéns Ricardo, pela propaganda extemporânea do seu entrevistado. De repente quem sabe, ele chega lá.

  • Cidadão alagoano

    Vejo em vários comentários anteriores, polêmicas sem o menor sentido. Nesse caso, às críticas ao ex-governador Ronaldo Lessa. Caso algum político não possua desafios em sua trajetória, apresentem o perfeito?… Caros colegas! Ao invés de atirar para todos os lados, aceitem então o desafio de ser o perfeito representante do povo nas próximas eleições… Estamos esperando desde quando o Brasil foi descoberto por esse salvador. Mas, cuidado! Para também não se tornarem alvos de críticas. Independentemente de qualquer coisa, vejo ousadia na disputa das eleições. Pessoas assumindo compromisso e responsabilidade, se oferecendo, caso eleito, para administrar o que é de todos. Pessoas são falhas!… Não vamos tentar denegrir a imagem de nossos representantes com a nossa falha. A de acusar sem uma justificativa, ou motivo pessoal. Se o assunto é público, procurem as autoridades competentes. Se é pessoal, procure o político acusado e resolva. Abração… Ah! Ia esquecendo!… Também não sou candidato, mas, não critico quem assume tal responsabilidade. A de ser representante de todos.

  • TELMA PEREIRA

    Ronaldo Lessa foi uma boa escolha para Agricultura, parabéns Governador!