(É rima, acima, e solução.)

Como me disse, com grande sabedoria, um amigo da área, o Judiciário é a última grande “vítima” da Lava-Jato: perdeu a condição de poder sacrossanto, mostrando-se, tão somente, vulnerável e frágil, no mesmo padrão do Legislativo e do Executivo – com bons e maus operadores.

Ou seja: estão todos na média do que somos como sociedade.

Objetivamente, chegamos às eleições sem alimentar a ilusão de que a Justiça pelo menos cumpra o papel de que dela esperava boa parte dos brasileiros: que julgasse – condenar é outro papo – em um tempo razoável os que têm foro privilegiado e são réus por desvio do dinheiro público.

Deixando de lado os três deputados-candidatos ‘condenados’ pelo TJ na Taturana, beneficiados por liminares que suspenderam os efeitos da sentença – Paulão, Cícero Almeida e Arthur Lira -, temos um time de gigantes entre os que são réus, mas não têm o que temer – desde que mantenham o tal foro.

Os senadores Renan Calheiros e Collor são réus no STF – pela Mendes Júnior e pela Lava-Jato; Maurício Quintella já tem condenação no 1º grau da Guabiru, que o TRF5 ainda não teve tempo de julgar; além de outros casos tão velhos que nem ao menos os dentes lhe sobraram (Chico Tenório é um deles).

A lição essencial, porém, deve ser aprendida pela população: ninguém e nenhum poder da República há de nos substituir na tarefa de tornar o Brasil um país decente e justo.

Pobre do povo que precisa de heróis (Bertold Brecht).

 

Rodrigo Cunha retoma tradição de fazer campanha com voluntários
Só Guilherme Boulos teve coragem de fazer campanha presidencial em Alagoas
  • wal

    Besteira o povo já está acostumados à :
    Dormirem na porta do posto de saúde e na hora, receber o aviso que o médico não veio.
    Dormirem nas portas das escolas por uns 5 dias e na hora, não der vagas para os filhos menores.
    Precisar de um destista do sus e saber que não tem água para os médicos trabalharem
    Precisar do HGE e saber que não tem macas, leitos, camas, medicamentos e etc…
    Procurar o sopão para se alimentar e ver o prédio fechado ( pergunte ao RENAN FILHO ).
    Ver que em Alagoas, não tem nem uma empresa de grande porte para empregos. ( só a braskem )
    Passar meses sem a casal, mandar água para o povo mas a conta chega todo mês
    Ver a conta de energia só na vermelha e se não pagar corta.
    Passar mais de um ano, a espera do NEURO e o posto de sáude do Clima Bom dizer que o estado só tem 1.
    Queimarem pneus.
    Fechar ruas, AV. BR,
    E por fim, procurarem o FIQUE ALERTA PARA PEDIREM JUSTIÇA.
    O povinho…
    VOCÊ VAI VOTAR NELES ???????????????????

  • JEu

    Concordo plenamente com o texto quando afirma que todos os poderes estão “na média do que somos como sociedade”… por isso defendo que a Educação seja não somente um fomentador de inteligências, mas seja um formador do caráter… e para isso há que estar apoiada nas bases da ética e dos verdadeiros valores éticos, morais e religiosos,(e veja que aqui enfatizo: os verdadeiros…) pois, de outra forma, há de se perder no cipoal do materialismo, da indecência e, portanto, sujeito às influências perniciosas desta ou daquela doutrina que só conduz o homem a buscar, pura e simples, a satisfação pessoal, a qualquer custo e com o prejuízo para o próximo (seja agindo diretamente contra as pessoas, seja contra a organização social destinada a ser caminho para a felicidade de todos…)… Finalmente, também concordo com a citação de Bertold Brecht, pois um povo não deve se deixar simplesmente conduzir por quem não se torna, acima de tudo, um verdadeiro exemplo das coisas que afirma e prega… se temos que ter gerenciadores, estes, por outro lado, devem ser observados diuturnamente em suas ações, para não nos deixarmos enganar de novo…!!!

  • jorge

    Eles sabem que a justiça, na grande maioria, há exceções,
    (MORO!), é puxadinho deles, os caluniados condenados e condenáveis! E em Alagoas a justiça injustifica as condenações… ao som da brisa mar!

  • Lion

    Simples. É só não votar em qualquer candidato que responda a qualquer tipo de processo em qualquer instância. Ou seja, tem que ser completamente limpo para merecer o voto do alagoano. Fora isso é mais do mesmo. Renovação total. Não reeleger o que está aí…

  • Maria(descrente)

    Wal, seu comentário foi perfeito. O povo é muito resignado, sofre, sofre e ainda acha que é assim mesmo, precisa se sacrificar pra dar poder a esses políticos que tanto nos faz mal e depois pedir ajuda a essas pragas para conseguir algum benefício que é nosso direito, dificil entender e aceitar isso. Nos incomodamos com as decisões dos juízes , desembarcadores e ministros do STF mas na hora de decidirmos, quando nos é permitido ser “juiz”, deixamos que as decisões caiam novamente nas mãos dos juízes…. É nojento saber que gestores municipais exercem pressão em cima de funcionários para participar de caminhadas, reuniões…. adesivar carros dos deputados apoiados por esses prefeitos, Junqueiro, Coruripe,Rio Largo, Jequiá, São Luiz do Quitunde….só para citar alguns , lembrando que esses funcionários não são analfabetos, são profissionais de todas as áreas.

  • SEBASTIÃOIGUATEMYRCADENACORDEIRO

    MATÉRIA , MAIS UMA VEZ TOCASTES NA FERIDA. ESTE TEXTO SINTETIZA TODO O MAL QUE SE ENCONTRA INCRUSTADO NESSA TERRA DE ALGUNS , DESDE QUE ESSA PORCARIA PERTENCIA À PERNAMBUCO . NENHUM PODER , NENHUMA INSTITUIÇÃO DESTE TROÇO DE LUGAR MERECE CREDIBILIDADE . COMO JÁ CITEI EM DIVERSOS COMENTÁRIOS ANTERIORES , AQUI , NESTE ESTADO , NINGUEM É INOCENTE ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO , OU SEJA , O PORTENTOSO TEM QUE PROVAR QUE É DIGNO , HONRADO , PROBO E ILIBADO A TODO MUNDO E A TODO MOMENTO POIS O NÍVEL DE COMPROMETIMENTO E PROMISCUIDADE ATINGIU PROPORÇÕES ÉPICAS . . . INIMAGINÁVEIS ! ESTA SITUAÇÃO FOI , SEMPRE , O NORTE , O CERNE , DO MEU ENVOLVIMENTO COMO COMENTARISTA CRÍTICO DE TEU BLOG . TODAS AS OUTRAS MAZELAS SÃO DECORRENTES DESTA AVASSALADORA IMPUNIDADE QUE APRISIONOU O FRACO , INGÊNUO , TOLERANTE E OMISSO , POVO ALAGOANO , QUE ESTARÁ , PARA TODO O SEMPRE , REFÉM DESTE STATUS QUO CRIMINOSO . NÃO CREIO MESMO , EM UMA SALVAÇÃO DESTE POVO A CURTO , MÉDIO OU LONGO PRAZO . O ESTRAGO SE ENCONTRA NO ÂMBITO DO IRREVERSÍVEL ! QUEM VIVER , VERÁ !

  • Jorge

    Acho que o
    Judiciario é o grande culpado pela manutenção da corrupção ! Se acham semi-Deuses com muito dinheiro, fraude e pouco trabalho !

  • Lima

    Infelizmente, em AL o voto consciente não supera 10% do eleitorado, por isso, estamos refens dos candidatos corruptos que se mantém no poder pela cimpracde voto e troca de favores

  • Joilson Gouveia Bel&Cel RR

    Assim como a lei não se presta nem opera ou se faz sozinha, ou seja, não basta que haja a Lei, urge que a façam respeitar, cumprir e fazer cumprir! Assim, também, são as Instituições, Órgãos e Poderes republicanos democráticos, os quais foram aparelhados, loteados e incrustados de apaniguados comensais comissionados ou não!
    Ademais, como sempre bem o diz o “Peninha”: alguns precisam aprender a interpretar uma frase, sentença senão um parágrafo, é que “No Brasil é preciso explicar, desenhar, e depois explicar o desenho e desenhar a explicação”. – Olavo de Carvalho.
    Excertos de um texto anterior, a saber:
    Para eLLa, eLLe e todos da caterva de sequazes e séquitos vermelhos da súcia matula que tem um tal “partido” como valhacouto, mentir é mais que verbo, vocabulário ou vernáculo, é um idioma ou um mantra ou doutrina dogmática porquanto fãs de Joseph Goebbels e dissimulados, escamoteados e fingidos como pregara Antonio Gramsci, em sua esfarrapada, surrada, carcomida e ultrapassada cartilha de doutrinação, mormente nos Órgãos, Instituições e Poderes republicanos democráticos, nesses mais de seis lustros de esquerdismos de esquerdista de esquerda e à esquerda.
    (…)
    Na verdade, se é que existe verdade, pois segundo Aristóteles, “a verdade é a própria realidade”, e a nossa realidade bem demonstra todas nossas verdades num “país das maravilhas” de instituições, órgãos e poderes ou tribunais de faz-de-contas ou que nada valem nem contam ou somos todos uns panacas, babacas, idiotas, imbecis e mentecaptos ou adoradores e defensores da cleptocracia em que tornaram nossa Pátria Amada Brasil, nesses mais de seis lustros, e ainda fazemos questão de pagar impostos para mantença desse status quo dos plutocratas permanecerem no Poder. (…) – Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2015/11/mentiras-de-mentirinhas-inveridicas-num.html
    Abr 😉 🙂
    *JG
    P.S.: Imputar ao povo é culpar a ninguém! O povo não tem culpa de nada, pois, quem é o povo? -“voto nada decide; quem conta decide tudo” – Stalin.

  • José Carlos Silva

    Lamentavelmente vou ter de concordar com alguns comentários mais incisivos.

    Alagoas passa pelo perrengue porque se acostumou a baixa a cabeça para todos esses coronéis sem patente.

    E repetindo, não serão ainda meus netos que verão mudanças. A única mudança hoje, que pode ser feita por qualquer um que tenha condições, é a mudanca de domicílio.

    Já estou de malas prontas, independente de campanha ou de quem venha a ganhar as eleições locais este ano.

    Vou acompanhar seu blog de longe, mas sempre atento.

  • MARICOTA

    Enquanto não fizerem uma limpa no poder judiciário nada mudará. O povo fica apontando os dedos para os políticos enquanto o judiciário respira tranquilamente e nada tem de diferente do poder executivo e legislativo. Teremos 2 próximos anos sombrios no judiciário. Seguremos nossas perucas pq a chicana será grande.

  • Roberto

    O desembargador Celyrio Adamastor, Vice-Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, reanalisou decisão anteriormente tomada e a revogou.

    Assim o deputado Eduardo Holanda segue com seus direitos políticos suspensos motivado por sentença penal condenatória transito em julgado, o que impede o deferimento de sua candidatura pelo TRE-AL em virtude de sua inelegibilidade.

  • Alagoano sem esperança

    Alagoas é o país de maravilhas que até a própria Alice teria medo de viver, mandantes de crimes viram “mitos”, o cangaço resiste; guabirus, taturanas e arranca orelha ficaram famosos e a condenação que é bom, nada! Há uma capa preta blindada por trás(ou várias), capa essa que fecha os olhos para os pobres mortais, julgamentos que são adiados um milhão de vezes e a justiça ainda está na fila da cirurgia de catarata. Deus tenha piedade do pior IDH do país.