Perda do prazo do veto do governador à Lei Chico Tenório foi "jogo de comadre"
Operação Taturana completou 10 anos celebrando a impunidade

O ministro Luiz Fux será o presidente do TSE nas eleições do próximo ano.

Entre as possibilidades que surgem, há algo que vai além do tamanho do topete (considerando ele e Gilmar Mendes, o que sai): Fux é mais propenso a endurecer com os agentes políticos envolvidos em malfeitos.

Aqui em Alagoas, só para destacar a data – 10 anos de Taturana -, são vários os condenados pelo TJ por improbidade, no desvio de 302 milhões da Assembleia.

E o que isso pode significar?

Que eles podem ser apanhados – via TSE – na Lei da Ficha Limpa, que Mendes considerou que foi feita por “um bêbado, um bêbado”.

A lembrar: a última palavra caberá ao STF, que muda de interpretação com a mesma frequência que o ministro Alexandre de Morais raspa a cabeça.