Em temporada de CPIs, Renan pai já tem uma para chamar de sua
Calheiros, Vilelas e De Liras vão disputar eleições em família

Os dois deputados mais marcantes, quando o tema é “ausência”, na Assembleia Legislativa são João Beltrão, pai do ministro Marx Beltrão, e Olavo Calheiros, primeiro-tio do governador Renan Filho.

Os dois, comentam os que circulam na Casa de Tavares Bastos, não deverão mais ser candidatos à reeleição.

Só que, ao que parece, anteciparam suas ausências e silêncios por lá.

Com motivações diferentes, é verdade.

JB vem tirando licenças com frequência, em razão dos graves problemas de saúde que enfrenta já há alguns anos.

Mesmo quando retorna, pouco aparece ou se manifesta – o que já faz parte da paisagem local.

Olavo Calheiros, como já é sabido, não tem mais a mínima paciência para conviver com os seus antigos pares no Legislativo Estadual.

Seu último mandado – o de agora, que fique claro – é marcado pela falta de presença ou, quando muito, por declarações contundentes contra aliados históricos, como o presidente da Casa, Luiz Dantas, e o vice-governador Luciano Barbosa.

Outras coincidências envolvem JB e o primeiro-tio: ambos começaram a vida profissional juntos e agora esperam ser sucedidos por parentes de primeiro grau – filho ou irmão -, que deverão ocupar suas cadeiras na Assembleia Legislativa.