Cidade suja: SLUM diz que a chuva aumentou em 30% volume de lixo em Maceió
Preso há quase 40 dias, Celso Luiz foi "esquecido" pelos aliados políticos

Mesmo os mais próximos não conseguiram, pelo menos até agora, arrancar qualquer indicativo do prefeito Rui Palmeira de que ele pode disputar o governo do Estado, no próximo ano.

E é bastante provável que Palmeira não se envolva neste embate eleitoral de 2018, afirma um personagem político que circula no entorno do prefeito da capital.

Os motivos seriam vários, o que inclui a falta de dinheiro para disputar uma eleição que será cara – e que ninguém duvide disto.

Sem Rui Palmeira, quem seria o adversário de Renan Filho, que vai disputar a reeleição com a máquina estadual vivendo um momento de fartura financeira?

Pelo menos por enquanto, não há ninguém, que possa ser levado a sério, em condições de enfrentar o governador.

Ou seja: tudo conspira para que Renan Filho tenha uma eleição ainda mais fácil do que em 2014, quando enfrentou um candidato previamente derrotado.

A única pessoa na caminhada sobre o tapete vermelho que pode atrapalhar o governador é o senador Renan pai.

Mas aí é outra a história.