A primeira pessoa de quem eu ouvir falar sobre o Zika vírus foi o infectologista Celso Tavares, incansável combatente da Saúde Pública em Alagoas.

Convidado do Ricardo Mota Entrevista deste domingo, Tavares fala – também – da nova “besta fera”, que assombra o mundo.

Mas a conversa segue outros caminhos, passando pela discussão sobre o papel da imprensa e da comunidade científica, neste momento em que há uma corrida pela novidade:

– Assim como a falta de informação, informação demais faz mal.

Ele explica que muita coisa que está sendo divulgada agora deveria estar circulando apenas dentro dos centros de pesquisa, para só depois chegar ao grande público – e explica por quê.

E para quem acha que já tem “bicho demais” nesse debate, ele completa: “É preciso vacinar a população contra a febre amarela”.

Vale a pena conferir.

Ricardo Mota Entrevista

Domingo, às 10h30

TV Pajuçara

Convidado: infectologista Celso Tavares

Ponto Crítico: Lula não é uma pessoa comum
Lessa formaliza aliança do PDT com Rui Palmeira na segunda-feira
  • ARTUR

    Dr. Celso Tavares, grande médico, sério, dedicado e humilde. Aprendi a gostar e admirar este grande homem. Muita saúde e continue na luta em benefício da humanidade.
    Abração Dr.

  • Zu Guimarães

    Lembra do Osvaldo Cruz que estudamos no colégio, Ricardo?