O ex-prefeito de Maceió Cícero Almeida não anda nada satisfeito com o tratamento que lhe vem sendo oferecido pelo governo federal e pela bancada local de apoio ao Planalto.

Numa frase:

– Eu não tenho nada nem nada me ofereceram de órgãos federais em Alagoas.

O deputado do PRTB, único representante da legenda nanica no Congresso Nacional, garantiu que não ficará com a Secretaria de Patrimônio da União, conforme divulgado aqui: “Ali só tem problema”, diz ele.
E não sem razão.

Almeida garante que não é o único “prejudicado” na divisão do bolo.
O também neodeputado Ronaldo Lessa, “apesar de ser o coordenador da bancada federal de Alagoas”, não estaria sendo prestigiado como deveria, na opinião do parlamentar.

E ele, como fica?

“Vou esperar para ver se reconhecem o que eu fiz na minha história política. Não quero cargo para distribuir emprego com os amigos. Pretendo indicar técnicos competentes que possam contribuir com a administração pública”.

Quem quiser saber como ficou o rateio – por enquanto – das representações do governo federal em Alagoas é só ler matéria postada neste blog.

Washington Luiz pode decidir sobre voto aberto na Assembleia
Justiça proíbe voto secreto na Assembleia para vetos da 17ª Vara
  • rogerio barboza da silva

    ” Não quero cargo para distribuir emprego com os amigos. ” Se esse discurso do nobre Deputado Almeida é verdadeiro, então, pois, deveria ele aceitar a Secretaria de Patrimônio da União resolvendo os problemas ali anunciados. Convenhamos, o tal Órgão denota a estatura política de sua excelência.

  • carlos eduardo

    MENTIRA ,POIS VC NUNCA TEVE GRUPO COMPETENTE PARA ESCOLHER TÉCNICO

  • Edson Filho

    Considero um absurdo o loteamento de órgãos públicos entre políticos, quer na esfera federal, estadual ou municipal. Político, se honesto fosse, limitava-se a fiscalizar as ações do executivo, propor e aprovar ou desaprovar projetos de lei, visando o bem comum da sociedade. O resultado desta excrescência de loteamento de órgãos, serve apenas para facilitar o assalto aos cofres públicos.

  • SEBASTIÃO IGUATEMYR CADENA CORDEIRO

    CONCORDO COM O INTERNAUTA EDSON FILHO EM GÊ-
    NERO , NÚMERO E GRAU ! COMO É QUE UMA PORCA-
    RIA DE UM PAÍS PODE SER SAUDÁVEL , INCORPORANDO E LEGALIZANDO PRÁTICAS ESPÚRIAS E NOCIVAS COMO ESSA , E MUITAS OUTRAS ? É COMO
    ANUNCIOU UMA CRIMINOSA , PARA TODOS PERCEBEREM
    , INCLUSIVE A MÍDIA , EM RECENTE CASO POLICIAL , NO
    SUL “DESTEPAIZ” :ISSO AQUI É BRAZIL (ESCRITO MESMO COM Z DE ZEBRA ) ; NÃO VAI DAR EM NADA ! ”
    A ZEBRA É UM FAMILIAR DO BURRO , E , COMO TAL ,
    ESTE PAÍS DEVE SER OBSERVADO PELA COMUNIDADE
    INTERNACIONAL . ALÉM DO MAIS TEM O MESMO TRAJE
    DE UM CONTUMAZ HÓSPEDE DE XADREZES . . . Ô POVO BRUTO !!! ÔMI !

  • Luis carlos

    Amigo Ricardo gostaria aproveitar sua imparcialidade e gostaria que vc fizesse um estudo sobre as doações eleitorais, o blogueiro lula Villar diz que o senador Biu de lira foi o terceiro que mais recebeu doação das empresas no valor 1,8 milhões,. isso é um absurdo,todos sabem quer o Sr renan recebeu mais de 30 milhões de reais e depositou esse dinheiro na conta de campanha de forma direta -empresa- candidato proporcional e na própria do seu filho.ja na coligação do senador Biu de lira nenhum candidato a dep Estadual tem esse tipo de doação, exceto os que apoiaram RF. Obrigado!!!

  • wal

    Menino besta… afinal é cria do Dr. Jõao Lyra, outro bestão…
    KAKAKAKAKAKA…KAKAKAKAKAKA…KAKAKAKA ( risos ).

  • ARTUR

    É sinal que está fora da PANELA.

  • Claudio

    Ciço, você para receber empregos nesses orgãos, você tem que pedir ao Titio, pq é ele quem diz o para onde vc tem que ir, se ainda não se ligou, é o dono dos bois de Ouro, quem vai definir seu futuro é ele, se acostume com isso!