É longa e rica a trajetória de embates entre o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, e a Assembleia Legislativa.

Ao tomar a iniciativa de ir buscar na “Justiça” a transparência em relação à apreciação dos vetos do governador ao projeto aprovado da 17ª Vara Criminal da Capital, o chefe do MP apenas dá sequência a uma luta sem tréguas.

É sempre complicado fazer qualquer previsão sobre uma decisão do Judiciário, pela flexibilidade de interpretação das leis – que já são feitas com esse objetivo, digamos, largo -, mas se conseguir, aumentará o “bolo de raiva” (A hora e a vez de Augusto Matraga – Guimarães Rosa) de muitos integrantes da Casa de Tavares Bastos.

Uma lembrança para não se esquecer

Em 1999, Sérgio Jucá teve cassada a Comenda Tavares Bastos, que havia recebido no ano anterior, graças à iniciativa da então deputada Heloísa Helena.

Dizem as más línguas que ele guarda em um quadro na parede da sua casa a publicação da revogação da Comenda pela Assembleia (então presidida pelo deputado Antônio Albuquerque).

Se é verdade?

Não sei.

Bancada de Alagoas faz rateio de órgãos federais no estado
Por que Inácio Loiola faz mistério sobre seu voto na 17ª Vara?
  • Williams Roger

    Se é verdade, também ñ sei. Mas se for, mesmo que tenha sido homenagiado pela H.H., ele DEVE, jogar no lixo. Ñ por ela, mas pelas péssimas lembranças.
    Ele já é reconhecido e protegido por Deus.
    O Dr. Jucá, ñ precisa de nenhum “reconhecimento” e nem de nenhuma comenda, sem generalizar, bajuladora.
    Todos nós alagoanos o conhece, e sabe de suas boas ações em prol da moralidade nesse Estado.

  • Rita Ferreira

    Um documento deste porte, assinado por uma assembleia pequena, presidida por AA, é digno de grande valor, pois vindo destes homens, só dá vergonha a nós homens e mulheres de bem do Estado. Se Alagoas, tivesse vergonha, tiraria todos da honrosa cadeira para que a ASSEMBLEIA, se torne grande. Ricardo, tenho nojo destes deputados que tanto mal fazem a Alagoas

  • Nietzsche

    Será ? Como dizia eclesiástices Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade.

  • JEu

    Será que foi de “raivinha” que o AA providenciou a cassação da comenda do ilustre procurador Sérgio Jucá?

  • Calixto

    Ministério Público agora tá nadando de braçada na Assembleia. Ninguém nem ouve falar na Procuradoria. Moleza, ganhando tudo agora.

  • ARTUR

    Acredito que essa COMENDA não elevaria em nada a história de SERGIO JUCÁ, pelo contrário, apequenava seu história.
    NO BRASIL A GRANDE MAIORIA DOS POLÍTICOS NOS ENVERGONHAM.

  • Jair

    Por conta dessa cassação o poeta tá apanhando bem