Acredito que só o tempo e a História darão ao governador Teotônio Vilela Filho um julgamento mais justo e próximo da realidade.

Todos nós, sem exceção, raciocinamos por comparação, e Renan Filho será um parâmetro importante na futura avaliação do tucano.

Mas o governo Vilela tem, sim, méritos, embora os defeitos sejam sempre mais evidentes. O que acontece com todos os governantes que não têm carisma pessoal, caso do governador que conclui o seu segundo mandato na próxima semana.

Para não fugir à regra, vou apontar o dedo para uma característica marcante de Vilela: o seu tempo leeeeeeeeento de reação, sempre muito tardia.

Agora, na hora da despedida, ele denuncia a “sabotagem” do projeto do estaleiro de Coruripe, mais uma “Viúva Porcina” da administração pública local.

Desde sempre, e para mim era muito evidente, essa sabotagem era praticada sem que ele, o governador, bradasse como devia em defesa do empreendimento, hoje totalmente inviabilizado pela realidade.

O “delay” – atraso – entre a intenção e o gesto, no caso de Vilela, sempre foi evidente e danoso ao seu governo ou, pior, para a população.

Do governador pode-se dizer com segurança: é um homem manso, mais afeito ao entendimento do que o contrário. Eis que isso pode ser até muito bom na sua vida pessoal, mas de um dirigente público deve-se exigir, também, a decisão que contraria o entorno, a coragem de gritar por uma causa.

Se isso acontece no fim de 2014, quando nos referimos a Vilela no caso do estaleiro, só podemos lamentar a demora.

Agora será ele quem deverá ter paciência para esperar que o tempo sedimente um julgamento mais equilibrado sobre sua passagem no Palácio República dos Palmares.

Impostura do tempo
PGE vai ao TJ contra liminar que impede Fernando Toledo de ser conselheiro do TC
  • wellington

    Perfeito Ricardo. Só quem não via a sabotagem era o governador. Pior para o povo que o elegeu, melhor dizendo pior para o povo de Alagoas. Esse é o preço que pagamos por não saber escolher na hora de votar. Mas será que temos opções melhores? E porque se repetem as mesmas mazelas? Falta de opção ou falta de vergonha mesmo? Que dias melhores aconteçam, Alagoas não aguenta mais, e pelo visto vai demorar. Quem se dizia à pouco tempo está “preparado” para enfrentar as dificuldades com acesso em Brasilia e remédios eficazes, agora já posa com outro discurso ou melhor com o discurso de sempre quando eleitos aqui no Estado. Tá ficando difícil até de sonhar com dias melhores. Deus salve os alagoanos, amém.

  • Há Lagoas

    Maquiavel vai ser implacável em seu argumento no livro: O príncipe. Parafraseando o autor do livro: aquele que prefere a neutralidade – poderíamos dizer omissão – não é digno do posto que ocupa!
    Entre seus pares, Vilela é a raposa menos danosa que passou pelo Palácio República dos Palmares nestes últimos trinta anos, mas isso não o exime de erro crasso, a indolência personificada, quando na realidade ele poderia usar seu posto e as prerrogativas de seu cargo para deter autoridade!
    Como dizia meu pai: “Delegue poder a quem compete dirigir”.
    Aqui fica minha admiração pelo secretario LOG, assumiu uma postura digna de um gestor combatente, pena que a corja política de nosso Estado aliada a Brasília terminou por vencer todo o esforço patriótico para a instalação do Estaleiro Enor.
    Em tempo: Vilela consegue ser aquele tipo de pessoa que você não consegue diferenciar se gosta ou odeia mais a pessoa ou o político, ele é indissociável, e quero acreditar que seu caráter – para o bem ou para o mal – suplantou o político.
    De qualquer forma, fica aqui minha congratulações pelo seus oito anos de acertos e desacertos, foi a melhor escolha dentro de um quadro tão nefasto.
    Bom descanso governador.

  • Yara

    Ricardo, nao confunda educacao com leniencia, nem sempre as coisas devem ser resolvidas no grito, vide Ronaldo Lessa, que ao perceber esse equivoco mudou radicalmente seu comportamento. Na minha opiniao Teotonio fez sim, dentro de suas possibilidades, um bom governo, respeitando a todos e se fazendo respeitar. Essa assertiva o tempo se encarregara de mostrar.

  • VAILTON FIDELIS CALHEIROS

    Ricardo, veja como é um verdadeiro desastre a palavra administração de qualidade para um homem que foi preparado para ser apenas politico. Fica só desculpas por não cumprir a missão a que se ofereceu. “ALAGOAS MERECE UMA BOA ADMINISTRAÇÃO E O POVO ASSIM ESPERA DAQUELES QUE SE OFERECEM PARA ESSA MISSÃO”.

  • Frederico Farias

    Você parece o Chico; ele, a Carolina.
    “….é hora, já sei, de aproveitar….mas Carolina não viu…..agora não sei como explicar…..só Carolina não viu”

  • Vivo

    Olá, Mota!

    Apagar das luzes de 2014 e vemos mais um empreendimento que vinha, quase chegou, mas não veio.

    Não adianta o nobre e ainda Governador, falar sobre sabotagem no estaleiro de Coruripe. Comecemos pela inércia, sim, inércia na liberação ambiental pelo IMA. O Presidente disse que não daria o aval e ele, o Governador, passou a bola para o IBAMA que, sabemos todos, poderia ser controlado pelo então e sempre Senador e dono da capitania hereditária das Alagoas, Renan Calheiro, o Pai.

    Fora eu, o IMA daria sim ou sim o aval à instalação e com o parecer técnico bem encomendado e bem embasado pela empresa solicitante, fosse quem fosse à frente do Instituto, daria a outorga e ponto final. Mas ridícula a situação onde comandados desobedecem sem nenhum estudo prévio feito pelo próprio órgão e fica por isso mesmo.

    Esse mesmo IMA não deixa que se faça a limpeza da orla de Pajuçara, retirando os sargaços que o mar ali deposita, assim como em Ponta Verde e Jatiúca, ficando aquela fedentina miserável, com as justificativa de que ali, entre as plantas marinhas podres e desovadas na areia, poderão existir possíveis ovos de siris e outros seres … ahhh … vamos e venhamos, mas isso é extremamente ridículo.

    Fossem realmente capacitados e não xiitas de plantão, estariam brigando pela recuperação da orla lagunar, pelo saneamento básico, pelo desvio de esgotos que desembocam nas praias de Maceió, pelo desassoreamento da enseada da Pajuçara, que morre a cada dia e compromete a faixa de areia, pela não realização do evento do Lopana que enoja e suja, sem nenhuma multa posterior pelo não recolhimento do lixo deixado, enfim … se formos enumerar, não paramos, mas podemos encerrar com o riacho Salgadinho …

    Faltou-lhe ao Governador em muitas ocasiões, em vários setores de sua administração, pulso e voz de comando, não querendo se dizer que fosse histérico como RL … não, bastava apenas exercer o poder de mando do seu cargo e muita coisa poderia haver sido diferente, inclusive a implantação do estaleiro que provocaria uma geração de mais ou menos 4 mil empregos, diretos e indiretos.

    Nos contentamos com empresas menores, sem importância e com um grupo de 100 empregos gerados a cada empreendimento instalado.

    Pífia, não fora ridícula a sua atuação como mandante governamental.

  • Pedro filho

    Ai de Alagoas se não fosse o Téo Vilela. Pegar o estado do jeito que ele pegou, com um rombo de mais de 400 milhões, deixado pelo seu antecessor, o Lessa; sucateado, sem indústrias de destaques, e sai com o estado com uma quantidade de indústrias de porte instaladas no estado.
    Claro que muito coisa deixou a desejar, como a segurança e a educação, mas o caminho está traçado para o próximo governo. Boa sorte para ele e sua equipe.
    Além do mais, ninguém gritou que estavam sabotando a instalação do estaleiro, até porque se sabia de quem partia essa atitude. Mesmo com delay, esse grito no apagar das luzes, não soa como um estertor, soa como um alerta. Parabéns, Téo Vilela.

  • jobson

    O Governo de Teotônio, foi o melhor dos últimos trinta, ou mais anos, talvez, sentiremos saudade do governo dele, torço para que Renan, realize uma administração superior a de a população espera. Alguns secretários escolhidos não merecem o cargo.

  • Antonio

    Alagoas sempre foi vítima de maus governantes . Exceção à regra para Silvestre Péricles de Góes Monteiro. Um homem honrado!

  • ALAGOANO

    O POVO DE ALAGOAS DENTRO DE POUCO TEMPO VAI SABER QUE ERA FELIZ E NÃO SABIA !!!!!!BOA SORTE AO RENANZINHO POIS TEM TUDO NAS MÃOS PARA FAZER UM EXCELENTE GOVERNO E SE PERPETUAR POR 8 ANOS FAZER O SUCESSOR E VOLTAR PARA MAIS 8,12,16………TEM O PAI SENADOR,PRESIDENTE DO SENADO,A DILMINTIRA COMO PRESIDENTE( graças ao bolsa familia,bolsa 51,bolsa,escola,bolsa preguiça,bolsa cinema,bolsa teatro,bolsa praia, enfim foi eleita através de programas sociais e não pela vontade do povo) APOIO DO SENADO,DAS BANCADAS FEDERAIS,ESTADUAIS ETC.PRECISA SOMENTE ESCOLHER SECRETÁRIOS QUE NÃO ESTEJAM COMPROMETIDOS COM QUESTÕES FINANCEIRAS .BOA SORTE RENAN FILHO E MUITO CUIDADO COM ALGUMAS COBRAS QUE LHE CERCAM.

  • REGINALDO

    PARABÉNS AO GOVERNADOR TEOTÔNIO VILLELA SUA EXCELENTE ADMINISTRAÇÃO. INFELISMENTE A SEGURANÇA LHE DEU MUITAS DORES DE CABEÇA, MAS TAL FATO OCORREU EM TODO O BRASIL. UNS COM MAIS E OUTROS COM MENOS PROBLEMAS. O GOVERNADOR FOI O CAMPEÃO DE INDÚSTRIAS EM ALAGOAS. ALGUMAS DE GRANDE E PEQUENO PORTE, MAS NA REALIDADE CHEGARAM EM NOSSO ESTADO TRAZENDO EMPREGOS PARA OS ALAGOANOS.TENHO A CERTEZA QUE MUITOS IRÃO DIZER QUE ERAM FELIZES COM VILLELA E NÃO SABIAM. ESTE NOVO GOVERNO AO TRAZER UMA MULHER QUE RESPONDE POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E CRIMINAL PELO DESVIO DE 16 MILHÕES DE UMA PREFEITURA PEQUENA, COMO A DE PIRANHAS, JÁ DISSE PARA VEIO.

  • EVERALDO GONZAGA

    RICARDO, ESTOU EM ALAGOAS HÁ 27 ANOS, ATÉ HOJE NÓS NÃO TEMOS NENHUM GOVERNADOR QUE SE COMPARE COM TEO VILELA, EU FUI CONTRA ELE NA ELEIÇÃO, MAIS ELE MOSTROU COMO SE ADMINISTRA, VCS VIRAM ALGUM ESCANDALO NA ADM DE TEO? TROUXE EM 8 ANOS 107 EMPRESAS, SE CONTAR TODOS OS GOVERNADORES ATÉ HOJE NÃO TROUXERAM TANTAS EMPRESAS, TORÇO MUITO QUE O RENAN FILHO FAÇA MAIS QUE O TEO, ALAGOAS TEM QUE MELHORAR MAIS E NÃO SÓ DEPENDER DE USINA.

  • Alan Jorge

    Um dia, a verdade sobre as mentiras e propagandas enganosas virão à tona.
    Principalmente o acordão entre R./R.F E TÉO QUE ENVOLVEU A SECRETARIA DE SAÚDE PARA ABRIGAR AS COBRAS QUE DEVORAM A POPULAÇÃO EM SEU LEITO DE MORTE!

    Por favor, ñ edite nem corte este comentário, a ñ ser só este parágrafo.
    Att. A verdade.

  • funcionario

    O melhor foi Ronaldo Lessa e nao tem pra ninguem

  • Hildebrando

    Grande disputa esta: Qual o melhor(ou o menos ruim) governador de Alagoas nos anos da redemocratização? Collor, Moacir Andrade, Geraldo Bulhões, Divaldo Suruagy, Mano, Ronaldo Lessa e Teotônio Vilela? Resposta: os dois vices: Moacir e Mano.

  • Luis

    Esse governo não deixará saudade, já vai tarde. A lembrança que teremos dele é um último lugar na educação e um primeiro lugar em violência. Precisa dizer mais alguma coisa!

  • ariabilio

    pelo que vejo falar por ai o Téo vai deixa saudades, o engraçado vai de ser ouvir do dia 1º de janeiro em diante que se um raio esquecer de cair em Alagoas a “culpa” vai ser do Téo.

  • Maresia

    O grande ato desse senhor foi entregar de bandeja o governo do estado ao parceiro Renan.

  • carlos

    Vivo vc ta mais pra morto. Voce precisa estudar um pouco mais, o estudo ambiental foi ridiculo, o desenvolvimento precisa ser sustentavel…etc etc bla bla bla…pqp

  • Valdemir

    Muitos que o conhecem pessoalmente informam que é uma boa pessoa, mas como administrador: uma grande decepção, arruinou, faliu algumas instituições públicas. Entretanto, é importante assegurar que não é fácil governar um Estado falido financeiramente e sem poder contar com a ajuda daqueles (deputados e senadores) que deveriam ajudá-lo em Brasília.

  • Valdemir

    Dizer que o melhor foi Ronaldo Lessa é uma piada.

  • Sylvio De Bonis Almeida Simões

    Penso que o Governador esteja entrando na fase do ostracismo político. É tchau e benção!

  • Zé MCZ

    Olá a todos!
    Pra quem entende, o Teo Vilela sofreu sabotagem desde o inicio, por retaliação dos perdedores. Começou com a onda de criminalidade organizada e sistematizada em restaurantes, hoteis, etc. e ficou descontrolada (mas estao prometendo resolve-la pela raiz…). Mas como ele reticente…
    Nós sabemos que o estaleiro foi somente autorizado no fim do mandato por que e por quem. Outra coisa, se nao tem coragem de falar a verdade nao deveria tentar atingir o governo federal. Afinal, ele foi muito ajudado pelo Lula e pela Dilma, como gratidão ao velho pai, que ajudou lhes a libertar da prisao durante a ditadura.
    Apesar das titubeações ele foi de razoavel a bom…
    Até!

  • Daniel

    Dos governos aos quais eu consegui acompanhar o do Teo sem dúvida foi o melhor… As lembranças de suruagy em seu último meio mandato, mano e Ronaldo Lessa são muito ruins.
    Teo pelo menos governou com honradez e sem mesquinharias, deixou seus aassessores trabalharem e quem não fez sua parte foi por incompetência pessoal.
    O Luis Otávio e marcos fireman, fizeram belas gestões e deixaram uma pista mais fácil para os sucessores…
    So faltou um pouco de pulso ao governador que não conseguiu vencer uma quebra de braço com uma figura política influente, talvez o senador Renan saiba explicar porque o Eisa não saiu…

  • ARTUR

    Lamento o comportamento de nossos políticos com relação ao nosso ESTADO, que tratam apenas como trampolim para satisfazerem seu ego de poder e dinheiro.
    Téo, continua em cima do muro sem uma definição e sempre traindo os seus eleitores com atitudes surpreendentes quando afasta de maneira manhosa e disfarçada a candidatura da esperança de mudança do governo Alagoano eliminando o EDUARDO TAVARES em beneficio do irmão siameis, contribuindo com a criação do novo estado MARANHÃOALAGOAS.

  • ARTUR

    Este comentário faço questão de ser diferenciado e longe do que comentei anteriormente.Quero desejar um FELIZ ANO NOVO a todos que participam desse blog e que continuem com esse espirito de luta pelo melhor para todos, em especial para nosso admirado e querido jornalista RICARDO MOTA que dedica 24:00 hs de sua vida ao jornalismo sério e independente. Ricardo, Alagoas agradece sua dedicação pelo bem estar de todos. UMA BOAS FERIAS MERECIDAS E CURTA SUA FAMÍLIA QUE VOCÊ MERECE.
    Abraço a todos.

  • Vivo

    Respondendo ao Carlos,

    Não afirmei que existia um estudo de impacto ambiental, creio que você não leu ou interpretou de forma correta.

    O afirmado foi … ” daria sim ou sim o aval à instalação e com o parecer técnico bem encomendado e bem embasado pela empresa solicitante” … portanto, não se está afirmando existir ou não o dito estudo de impacto.

    Quanto a sustentabilidade, logicamente estaria contemplada dentro dos estudos de viabilidade.

    O que se quer estabelecer é apenas o fato de não se exercer a autoridade ou apenas transferi-la para outra esfera, quando tudo poderia – para sim ou para o não – ser definido de imediato e não se ter prolongada a vinda de um investimento, que não existiu.

    Morto é quem não enxerga um palmo à frente do nariz e não consegue entender que para se desenvolver, é necessário sim ser ousado nas pretensões, logicamente, embasado na proteção ambiental. – Em caso contrário, não veríamos grandes plantas industriais no norte do Canadá, cuja legislação ambiental é extremamente rígida ou mesmo nos países nórdicos, que seguem a mesma linha e nem por isso deixam investimentos escaparem de suas mãos.

  • Carlos Soares Novais

    Ricardo,
    Costumo acompanhar os números do estado tão endividado e pobre, apesar das enormes dificuldades financeiras nosso torrão avançou. Creio que no geral seu governo teve mais acertos que erros, no mais como cidadão desejo parabeniza-lo por seu trabalho sem bajulações típicas de inicio de mandato. Espero que agora com o rolamento das dívidas do estado (final de novembro) seu sucessor cumpra as promessas de campanha realizando um trabalho sério voltado a melhoria de nossa Alagoas, sem subterfúgios. Siga seu caminho de cabeça erguida e muito boa sorte.

  • carlos

    Devagar quase parando na hora das grandes decisões.Como governador gritava estão sabotando o estaleiro e tenho certeza que a história do estaleiro podia ser realidade.Curiosidade Luciano Brabosa,vice – governador e o tampa de Arapiraca,foi que apresentou a situação estado e no tom de absurdo como critica diz que a capacidade de investimento do estado era péssima.Só uma pergunta em que situação o ex-prefeitão deixou o município de Arapaira,em termo de capacidade de investimento para Célia Rocha?

  • carlos

    Digo:divagar.Ora Ricardo Mota,esta história de dizer que não sábia que o estado estava muito individado já está manjado e não cola.Foi assim,com Collor De Mello,quando foi eleito governador de Alagoas,que tudo podia após eleito,vem a manjada desculpa a divida do estado.Ronaldo Lessa,foi o mesmo discurso e Teotônio Vilela não foi exceção.Agora ele diz,que o Ranan Filho,sabia sim da situação do estado…

  • Fabianna Costa

    Sabemos que Alagoas ainda tem muito que melhorar seus indicadores nas áreas como saúde, educação e segurança. Entretanto, na minha opinião, o Governo do Téo contribuiu e muito para o desenvolvimento do nosso Estado.Ele foi um dos melhores governadores que Alagoas já teve. Agora o que nos resta é rezar para que o próximo Governador faça tudo aquilo a até mais daquilo que prometeu.
    Governador Téo, Parabéns o Senhor sai de cabeça erguida, pois vai deixar Alagoas nos trilhos e que Deus abençoe o próximo governador dando a ele sabedoria e discernimento para saber conduzir nosso Estado.