Ontem, a Procuradoria-Geral do Estado entrou com um “pedido de suspensão” da liminar que impede a nomeação e a posse do deputado Fernando Toledo no Tribunal de Contas.

A decisão será do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Carlos Malta.

A liminar atacada pela PGE foi concedida na semana passada, dia 18, pelo juiz da 17ª Vara Cível da Capital (da Fazenda Estadual), Alberto Jorge Correia.

Aliás, a iniciativa da PGE é questionada na origem pelo procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, que aponta a inexistência de “interesse público” na matéria: “O que há é tão somente o interesse individual, de uma pessoa, que tenta chegar ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas”.

O chefe do MP Estadual também afirma que o recurso possível no caso seria um Agravo de Instrumento, e não um pedido de suspensão de liminar:

– O problema para o beneficiário do recurso é o Agravo de Instrumento só seria distribuído e decidido depois do recesso do Judiciário, ao contrário do recurso impetrado, que só pode ser julgado pelo presidente do TJ.

Há dúvidas, é claro, de que o futuro governador nomearia Toledo para o palácio de vidro da Fernandes Lima, eis o busílis da questão.

Se o desembargador-presidente acatar o recurso, Fernando Toledo pode ser nomeado pelo tucano Vilela.

Um abacaxi e tanto para ambos: governador e presidente do TJ.

Vilela chegou de novo atrasado ao seu encontro com a História
STF pode ajudar Calheiros na reeleição à presidência do Senado
  • jobson

    Esperamos, que o próximo a ser escolhido, seja uma pessoa limpa, capacitada, e comprometida com os interesses do povo, caso contrario, o tribunal só tem a perder.

  • Williams Roger

    Coloquem o rapaz. Um a mais um a menos ñ faz diferença. Ta tudo avacalhado mesmo. Uma anomia.

  • Beto Guarani

    Vão procurar um trabalho mais digno. Que insistência, sô!

  • canapi

    coloca celso luis no lugar dele…

  • Léo Moisés Rabelo Jeremias

    Caro amigo Ricardo,
    Mais uma vez o interesse de um indivíduo é colocado acima dos interesses da sociedade, Jucá foi feliz em perguntar qual o interesse público em questão para a PGE impetrar medida judicial no presente processo. É a máquina pública no interesse do individual.
    Pobre Alagoas.

  • Carla Vertini Silva

    É muito estranho, o Estado usar sua Procuradoria Geral do Estado, contra uma liminar do TJ, em que impede uma pessoa, que não tem pré-requisitos, para assumir o cargo de Conselheiro da Corte de Contas, do nosso pobre Estado. É um prêmio ou simplesmente um remédio para câncer, que se não tomar morre! Nunca, vou ver com bons olhos, tais atitudes, e principalmente em se tratando de final de governo. Tanta gente boa, com os requisitos necessários, para assumir tão importante cargo, por que o Governador tem que indicar este Senhor? Não é porque a coisa está avacalhada, que se deva avacalhar ainda mais!!!

  • Pedro filho

    Deveria ser: PGE vai ao TJ para MANTER liminar que impede Fernado Toledo de ser conselheiro doTC.
    Ou então, faz como o Williams disse, já está tudo avacalhado mesmo, um troncho a a mais ou a menos….

  • Antonio Ferreira

    Aquele que não tiver pecado e foi nomeado pela Assembleia que jogue a primeira pedra.

  • afavorcontra

    Tem vaga pra mim? Eu gasto mais do que ganho. deixe o rapaz assumir a va ga no tribunal de contas.

  • Marcelo Lima

    Eis uma verdadeira anomalia jurídica que a PGE quer impetrar. Ela está criando uma nova forma de confrontar as decisões judiciais. Daqui a pouco, ela vai criar um novo código de processo civil. Eis ai uma intrusão em favor de um particular. E eu pensava que a PGE servisse para defender o interesse público. Mas, será que a nomeação desse senhor é de utilidade e interesse públicos?

  • louco

    É assim mesmo, sai um taturana e entra outro e o Estado cada vez mais pobre.

  • bebeto

    Quando esses políticos vão tomar vergonha,

  • REGINALDO

    ME SURPREENDE UM PROCURADOR GERAL DO ESTADO NO APAGAR DAS LUZES DE UM GOVERNO,ENTRAR COM UM RECURSO ERRA E ADEMAIS PARA DEFENDER A UM INTERESSE INDIVIDUAL E NÃO COLETIVO. O PROCURADOR GERAL DO ESTADO DEVERIA TER ENTRADO COM ALGUM RECURSO, MAS PARA DEFENDER O INTERESSE COLETIVO DE UMA SOCIEDADE. LEMBRANDO QUE O PAI DO PROCURADOR GERAL DO ESTADO, FOI UMA DAS MAIORES RESERVAS MORAIS E INTELECTUAIS DO ESTADO DE ALAGOAS, PROFESSOR CATEDRÁTICO EM DIREITO PENAL DA TRADICIONAL FACULDADE DE DIREITO DE ALAGOAS. ENTRETANTO, TENHO PARA MIM QUE O DESEMBARGADOR JOSÉ CARLOS MALTA MARQUES NÃO VAI SE SUJAR NO FINAL DE SUA ADMINISTRAÇÃO, E INDEFERIR O PEDIDO MAL FORMULADO.

  • Morador do Municipio de Feliz Deserto

    O governador teo Vilela falou em uma coletiva que o estaleiro EISA de coruripe foi uma sabatina.
    que no governo dele fez 50,2 mil casas no estado. Eu acho que ele se equivocou. Em 6 anos foi iniciada as obras de 100 casas na cidade de feliz deserto e nunca terminou.
    Sobre o estaleiro o governador teo falou na campanha do seu candidato sobre uma área do terreno foi desapropriado para a estalação do estaleiro. aonde é esse terreno e QUANTO CUSTOr? ELE NUNCA DESAPROPRIOU E PAGOU ANIGUEM AONDE É ESSE TERRENO????

  • Filomena da Silva

    Briga de GIGANTES!!!!

  • Nivaldo

    Só falta os deputados combinarem as perguntas e resposta na”sabatina” ,como já fizeram. com a irmã do dep. Antonio Albuquerque, se é que haverá essa tal “sabatina.

  • O AUMENTO DO DUODÉCIMO DA ALE-AL

    No período PROL Fernando Toledo – foi concedido aumento no duodécimo da assembléia (não sei de que)! aumento de mais de 80% e agora a PGE AINDA QUE FAVORECÊ-LO NA POSSE DO TRIBUNAL FAZ DE CONTAS – POR QUE? QUAL O INTERESSE DO ESTADO NESTE CARGO. O MP DEVE INTERAGIR NO CASO!.

  • WELLINGTON

    SR. ANTONIO RESPEITE OS HOMENS DE BEM DESTE ESTADO. AQUI É TERRA DE PESSOAS HONESTAS, TRABALHADORAS. É UMA PENA QUE AINDA TENHAM AMEBAS NA GESTÃO PÚBLICA QUE PENSAM COMO NO TEMPO DO IMPÉRIO. SE APOSSAM E NÃO QUEREM MAIS LARGAR O OSSO. O BOM É QUE ISSO ACABOU E TEMOS ÓRGÃOS COMPETENTES E FISCALIZADORES. NÃO IREMOS DAR TRÉGUA ENQUANTO NÃO SE ESTIRPAR ESSA VERMES NA GESTÃO PÚBLICA. NÃO IREMOS DAR DESCANSO. IREMOS COBRAR ATÉ NOS CONFINS DOS INFERNOS. ALAGOAS MERECE COISAS MELHORES E ESTÁ ACIMA DE QUALQUER INTERESSE PRINCIPALMENTE ESSES PRATICADOS COM IMPROBIDADES.

  • Raphael

    Fim de governo e a PGE com suas traquinagens …

  • ARTUR

    A FALTA DE VERGONHA está tão banalizada por parte dos nossos políticos seja NACIONAL ou ESTADUAL. que fico sem condições de comentar ou avaliar quem é honesto ou desonesto nesse mundo POLÍTICO.
    Prefiro ficar no mundo da fantasia: FELIZ ANO NOVO.kkkkkkkkkk SERÁ?

  • Sylvio De Bonis Almeida Simões

    Só pode ser brincadeira da PGE.

  • João Je

    Cada um com seu próprio interesse individual a PGE com a dela e Toledo com a dele, interesse público aí é último caso

  • jobson

    O TCE, é local para trabalhar, ou para beneficiar políticos sem chance. Espero que seja escolhido um técnico competente, honesto, limpo e com vontade de trabalhar com seriedade.

  • Silva

    O Tribunal de Contas – precisa – se adequar aos novos tempos – tem que ter técnicos de competência que queira – melhorar o Estado e as pessoas – com suas ações, não pode ter – mais pessoas como o Sr. Toledo. Chega de descaso com as coisas publicas.

  • Josuelina Carneiro

    O TC de Alagoas não é exceção. Geralmente em todos eles, conselheiros são nomeados e direcionados para aprovarem as contas públicas dos governadores. Conhecimentos jurídicos, contábil, idoneidade moral, reputação ilibada esses requisitos são indispensáveis, na opinião de quem os nomeiam.

  • eli

    Muito me admira a PGE impetrar recurso em favor de um político. Se faz isso não se dissocia da sua figura…

  • LuisCarlos c. Lima

    a justiça deveria iniciar um processo de limpeza em Alagoas e esse é um bom momento.
    mostrar que corrupto ñ tem vez é um papel de toda justiça Alagoana e do povo Alagoano.
    levem os corruptos as barras da justiça para que eles responda pelos seus atos. moralidade JÀ

  • Pedro

    Faço uma pergunta, quando foi que a PGE esteve a serviço do público?
    Como o Tribunal de Contas, essa é mais uma das instituições que não justifica sua existência!

  • Pedro Neto

    Pobre Alagoas…

  • SEBASTIÃO IGUATEMYR CADENA CORDEIRO

    ÔMI ! ACABEM LOGO COM ISSO ! VÃO COMEÇAR TU-
    DO DE NOVO !! NÓS JÁ SABEMOS COMO ISSO TERMINA ! POUPE-NOS !!! ÔMI !

  • Patrícia

    Esperava que a procuradoria do estado não fosse tão subserviente aos interesses particulares do candidato Fernando Toledo. Lamento ver a PGE se apequenar neste episódio.Talvez por isso que a própria assembleia legislativa não a respeita e promove a tramitação de projetos de lei contrários aos interesses dos procuradores, cuja finalidade tem sido mantê-los de joelhos.
    Aliás, está tem sido a técnica adotada por este grupo de parlamentares, ao tentar intimidar o livre funcionamento de outras instituições, a exemplo do ministério publico e do próprio judiciário, ao promover uma pauta legislativa terrorista.
    Por isso, esperava mais da procuradoria do estado.

  • Elder

    O STF já tem posicionamento contrário a essa ação do MP, pois quem deve fazer o controle sobre o que é conduta ilibada é o Poder Legislativo e não o Judiciário, sob pena de ofensa à separação dos Poderes, principalmente quando não há condenação transitada em julgado.

  • Manoel Messias de Souza Rabelo

    Ricardo Mota, sou seu admirador do que escreve e fala, porém não concordo com seus comentários em relação a futura secretária estadual de saúde de Alagoas, Rozangela Wyszomirska.
    Gostaria que o mesmo fizesse um levantamento do período que ela preside a UNCISAL, converse com os funcionários e chegará a conclusão da CATÁSTROFE de sua Administração.
    Na realidade o que querem fazer com a UNCISAL é a mesma coisa que fizeram com o Hospital José Carneiro.
    Gostaria de receber um retorno depois deste levantamento.

  • Alisson

    Parabéns ao Sr. Juiz Alberto jorge Correia. Um exemplo a ser segido quanto as suas decisões para o cumprimento da lei!!!
    Seria um sonho se todos os magistrados seguissem seu exemplo e enxecem de orgulho o povo alagoano…