No meio da nova crise, o deputado Judson Cabral (PT) já recebeu uma proposta, ainda que tímida: para que assuma a presidência da Casa de Tavares Bastos, numa possível eleição que ocorreria depois do recesso parlamentar.

O líder petista, surpreendentemente, diz que aceita, sim, comprar a briga pela retomada da credibilidade da Casa de Tavares Bastos.

Seria uma solução heterodoxa para uma crise ortodoxa.

O argumento dos criadores da idéia é de que todos naufragarão se não houve uma mudança radical urgente.

Tem lógica.

A greve é dos empregados ou dos empresários de ônibus?
Gecoc entra na investigação de crimes em Traipu
  • marcelo

    Sinceramente, “ATXURMA” entregar a presidência a outra pessoa? Duvido!

  • Bouca quente

    Judson, cuidado para não massa de manobra, afinal, você ainda tem credibilidade. Sabes que o PT dançou porque cedeu ao “sistema”. Bom, não se sabe o custo/beneficio na política, né?

  • Ana Maria Carvalho

    Pois é como dizia Fernando Pessoa ” navegar é preciso ” nas águas turvas também.

  • bruno

    Isso é simplesmente impossível de acontecer. Eu aposto até minha mãe que não ocorrerá esse fato deslumbroso.

  • Paulo Rostner de Olivença

    Caro Ricardo Mota, tem lógica, sim! – mas me parece uma manobra “política” dos deputados denunciados para ludibriar, mais uma vez, a opinião pública e postergar(engavetar) as ações do MPE.
    Agora de que crise estamos falando? – Retomada de credibilidade da Casa de Tavares Bastos? – No meu entendimento, a Assembléia, enquanto instituição, não deve e nem pode perder a sua credibilidade, pois o que ocorreu foi mais um desvio de dinheiro da Assembléia e que deve ser apurado pelo MPE, levando os “deputados” culpados para o banco dos réus.
    Se não houver punição para os deputados envolvidos nesse caso de desvio na folha de pagamento e na operação Taturana, o TJ-AL, este sim, perderá, definitivamente, a sua credibilidade.

  • Marcelinho Santos

    Ricardo, proposta tímida não é proposta. Isso não existe. E Judson sabe que isso é impossível no cenário atual. Mesmo que ele e o JHC, por exemplo, montem uma chapa, não passarão de dez votos. Quem conhece o trabalho de Judson sabe que, para ele assumir, terá de tratar a questão financeira da ALE com o mesmo rigor com que mantém sua vida pública. Ou seja, até o JHC teria que devolver o dinheiro que recebeu ilegalmente da gratificação imoral que hoje denuncia de forma alarmante. Então, já começaria a ter problema dentro do seu próprio grupo. Judson deve ficar onde está e aumentar o tom contra o governo estadual, uma vez que o deputado tem ampla aceitação entre os servidores públicos. E esses estão precisando muito de seu apoio. Em relação à ALE, ele deve continuar agindo com o seu exemplo: não participa de maracutaia. Lógico que, em outra conjuntura, não há dúvida de que seria um grande nome.

  • abelardo

    A proposta é factível,porém,o que todos querem saber da investigação do MP -AL e no que vai dar isso tudo,se vai dar CASSAÇÃO,DEVOLUÇÃO DOS RECURSOS E A “BOA E VELHA” CADEIA PARA QUEM PRATICA ROUBO.Os tempos são outros e agora A SOCIEDADE ESTÁ DE OLHO.Será que os servidores do legislativo terá esta sorte de ser comandada por um político ÉTICO E JUSTO como o Judson Cabral? vamos acreditar.

  • JEu

    Bom, vamos esperar para ver se o fato se concretiza mesmo (o que duvido muito). Depois, vamos ver qual será a atitude do Judson Cabral e, dependendo de suas ações, vamos cerrar fileiras com ele, se tomar atitudes para sanear a ALE da dilapidação do erário público e responsabilizar os autores ou cerrar fileiras contra ele, se se omitir de seu papel, conforme vem defendendo naquela casa legislativa…

  • Indignado

    Ricardo,por favor faça uma matéria sobre o pagamento do IPTU de Arapiraca.A prefeitura anuncia um desconto de 90% + 30% para quem pagar em cota única,mas mesmo com estes “descontos” o valor é simplesmente mais que o dobro do valor do ano passado!!!Eu ,por exemplo, no ano passado em cota única paguei menos de 80 reais,este ano de 2013 a cota única(com os descontos) fica em 160 reais!!! ABSURDO!!!! Ajude-nos, Ricardo! Obrigado.

  • Sostenes albuquerque

    Concordo com a opinião de Paulo Rostner de Olivença.

  • WELLINGTON

    Independente de quem assumir a Assembléia as investigações pelo MP e PF, deverão continuar e responsabilizar a quem de direito. Alagoas exige isso, a lei exige isso. Agora vocês imaginem esse atual presidente da Assmbléia sendo conselheiro do TCE com o poder de “fiscalizar” os municípios com a sede e sonho de consumo que tem pelo cargo?
    Deus salve Alagoas, amém.

  • JOBSON, DO SINDIMETAL

    Já diziam os antigos que “quem quer muito fica sem nada”.

    Por isso,sou um daqueles que prefiro comer carne com osso todo dia do que filé por pouco tempo.

  • Williams Roger-Filiado

    Aceitar tal “incumbência” seria TEMEROSA!
    Já dizia minha avó: Quem pariu “Mateus” que balance!
    Não precisa dizer e nem escrever mais nada!
    Isso sim é LÓGICA!

  • jose da silva santos

    Isso se resolver no dia em que a justiça JULGAR DEFINITIVAMENTE OS TATURANAS, ENQUANTO ESSA FÁBULA NÃO SE TORNA REALIDADE, NADA MUDA.

  • vera freire

    VOU TORCER PARA ISSO ACONTECER AFINAL SERIA UM DESAFIO E AS VEZES É PRECISO MUDAR AS COISAS PARA VER SE ALGUMA COISA MELHORA.

  • Fernandes

    Seria somente uma acomodação. Não entre nessa Judson, porque canalhas serão sempre canalhas.

  • carlos

    Por sua atuação,discreta diante dos sucessivos escândalos,patrocinados pela casa Tavares bastos Judson é o nome certo para passar a esponja e dá uma credibilidade à assembleia legislativa de Alagoas.Acho,muito difícil.Marcelino Santos,tem razão vai ter que devolver dinheiro JHC e Próprio Judson,vai ter que fazer igual,a Heloisa Helena,que renunciou cerca de mais de 1 mulhão de reais da camâra municipal de Maceió!Boa sorte Judson Cabral!

  • Mario Sarmento

    Interessante, mudar a diretoria para “conter a crise”. E que tal apurar verdadeiramente os fatos, punir os culpados e faze-los devolver os milhões roubados. Ai sim é o começo de uma nova mudança nesta casa. Com relação ao naufrágio certamente mar vai engolir em 2014. Se nada fucionar, uma dedetização seria interessante para matar os ratos que roem as finanças desta humilde residência.

  • Rodrigo Constante

    Acho pouco provável, pois não acredito que eles larguem o controle do orçamento da casa.
    No entanto, se acontecer, estou certo que o Judson Cabral fará um honroso trabalho, como sempre fez em sua vida pública e particular.
    Um dos poucos políticos que entende o que é ideologia partidária e a respeita, a maioria se pega ao momento partidário e pulam de partido em partido como macaco de galho em galho.
    Judson nunca mudou de partido, apesar de o PT ter mudado bastante sua ideologia na prática, no seu estatuto continua a mesma.

  • carlos

    Wellington,pode sim Fernando Toledo(sonho de consumo),ser conselheiro do Tribunal de Contas.Olha o que é, que o conselheiro(presidente),Cícero Amélio,tem de melhor no seu currículo nada.Os dois são oriundos do poder Legislativo ou melhor da mesma escola!