A prefeita Célia Rocha começa a fazer um périplo pelas secretarias estaduais.

Com o aval do governador Teotonio Vilela Filho, com quem esteve por duas vezes nos últimos dias.

A chefe do Executivo Municipal de Arapiraca tem agenda com as secretaria de Saúde, Educação e Infraestrutura.

O objetivo é conseguir a ajuda do governo do estado em áreas apontadas como principais problemas, hoje, da sua administração.

Rocha demonstrou grande preocupação com o quadro que tem de enfrentar, hoje, principalmente porque não pode reclamar publicamente – nem da herança recebida de Luciano Barbosa, nem da pressão recebida do senador Fernando Collor.

A relação entre ela e Vilela traz ainda alguns arranhões da campanha do ano passado, quando ele enfrentou Rogério Teófilo, hoje no PSDB.

Mesmo assim ela acredita que a ajuda do governador pode contribuir decisivamente para que ele enfrente a crise atual.

De Vilela, Rocha já recebeu sinal verde – para chegar a todas as áreas do governo do Estado que possam ajudá-la.

Gérman Efromovich: "Não tenho medo de intimidação. O Eisa vai sair"
Vereador Guilherme Soares também deve deixar o PSoL
  • Helder Lopes

    Não é possível gerir bem quando se tem uma bomba-relógio para administrar e tentar desarmar.

  • Julio

    Não vejo nenhuma pressão recebida de Collor… muito pelo contrário, acredito que Collor tem sido um grande aliado de Célia e tem cooperado muito para o crescimento de Arapiraca.

  • Marcos Soares

    Célia Rocha é muito diplomática, tenta se dar bem dos dois lados, mas eu no lugar dela tomaria cuidado, Vilela não está em seu melhor momento, estreitar relações com o governador pode ser prejudicial a sua imagem, acho que eu no lugar dela continuaria com a boa parceria que ela tem com o Collor, esse sim tem algo a acrescentar para Arapiraca e para Alagoas.

  • JOAO EDUARDO

    ESSE JULÍO E UM COMEDIANTE, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

  • maria de fatima

    Eu não sei como é que o governador ainda senta com a Célia Rocha.Ela não tem consideração, respeito por ninguém governador. Entre varias maldades vou lembra-lo de uma: aquela obra de duplicação da Rodovia, hoje denominada José Alexandre, ela disse que as lampadas colocada lá eram tudo do Paraguaí e se eu me lembro foi o senhor que a colocou.

  • O MATUTO

    A Célia não sabe o que quer! Barata tonta, cachorro que caiu do caminhão de mudança, etc. Foi seu querido Luciano que te deixou a bomba. Vive pajeando o colorido e, agora, quer Vilela? Humildade nunca foi o seu forte. Tá aí!

  • ronaldo

    Não entendo você meu caro Ricardo, sou leitor assíduo de seu blog, lembro de críticas feitas a Luciano Barbosa por não procurar parcerias com o Governador. Nos últimos dias tenho visto comentários jocosos sobre Célia Rocha que tem procurado trabalhar em conjunto com o governo do Estado. Lamento perceber que vc não está diferindo muito de outros jornalistas. Sou de Arapiraca e tenho acompanhado o boom de desenvolvimento desta cidade e isto se deve a Célia e Luciano.

  • Paulo Rostner de Olivença

    Caro Ricardo Mota, esse trecho que destaquei do seu comentário me causou muita perplexidade!?

    “…não pode reclamar publicamente – nem da herança recebida de Luciano Barbosa, nem da pressão recebida do senador Fernando Collor.”

    A pressão exercida pelo senador Collor todos nós sabemos, mas o legado deixado pelo tecnocrata Luciano Barbosa deveria vir a público.Não acha?
    O que me causa estranhesa é a Prefeita Célia Rocha fazer esse tipo de comentário, pois sempre manteve uma estreita relação com o senador Collor e sempre opinou e respaldou todas as ações do ex-prefeito Luciano Barbosa.