São sete desembargadores que, por motivos diversos, estão impedidos de julgar o recurso da Assembleia contra a decisão do juiz Helestron Costa, afastando o deputado Antônio Albuquerque do mandato parlamentar. 

Seguem: 

– Sebastião Costa Filho, o presidente, está viajando.

– Nelma Padilha, a vice, já averbou suspeição (é parente de Karla Padilha, que acusou o deputado).

– Orlando Manso, o decano, está na presidência do TRE.

– Estácio Gama, o próximo da lista, é tio da esposa de AA.

– Washington Luiz é cunhado do deputado.

– José Carlos Malta está viajando, em encontro oficial da Justiça Eleitoral.

– James Magalhães ocupa a corregedoria-geral do TJ.

Pelas contas dos especialistas do próprio Tribunal de Justiça, caberá ao desembargador Pedro Augusto Mendonça decidir se AA sai ou fica na Casa de Tavares Bastos. Ele seria o próximo, pela ordem, legalmente apto a substituir o presidente do TJ neste julgamento específico.

O deputado já decidiu: não sai.

Promotora que denunciou taturanas será sabatinada na Assembleia
Por flúor na água da Casal, Conselho Regional de Odontologia vai ao MP