Qual, entre os nomes que se seguem, seria capaz de denunciar à Justiça um deputado estadual por um crime de homicídio, por exemplo: Eduardo Tavares, Lean Araújo, ou Givaldo Lessa?  Esta, infelizmente, ainda é uma questão fundamental em Alagoas, e se coloca na ordem do dia quando da escolha do novo procurador-geral de Justiça.  Promotores e procuradores já fizeram a parte que lhes cabe: definiram os três nomes que agora compõem a lista da qual o governador Teotônio Vilela Filho vai escolher um – e será este o sucessor de Coaracy Fonseca. É tolo imaginar que os eleitores de ontem manifestaram sua preferência pensando exclusivamente no futuro de Alagoas. Se assim fosse, já estaríamos vivendo num Estado onde a corrupção e o crime de mando não teriam fincado raízes, apesar dos recentes avanços. Também as questões corporativas e/ou econômicas foram definitivas para  grande parte dos votos.  Quem é quem nesta lista? Há um imensa interrogação de todos que estão do lado de fora, mas preocupados com o resultado da disputa no Ministério Público Estadual: quem é, como é, do que é capaz o promotor Givaldo Barros Lessa? Dele sabe-se que integrava o GECOC, Grupo Estadual de Combate ao Crime Organizado do MP, cujo nome mais vistoso é o da promotora Marluce Falcão – que também concorreu, mas não conseguiu ficar na lista que hoje mesmo deve chegar ao Palácio República dos Palmares. O “mistério” quanto ao seu estilo pode jogar favorável ou contra as pretensões de Givaldo Lessa. De positivo, o fato de que ele não mantém estreitos vínculos políticos com nenhum grupo poderoso em Alagoas – o que é muito bom. Quanto ao resto, só dúvidas.   O promotor Eduardo Tavares e o procurador Lean Araújo, por outro lado, já são fartamente conhecidos dos alagoanos. Lean já foi procurador-geral por duas vezes, caracterizando sua atuação pela busca permanente da conciliação. Não dá para apagar suas ligações familiares com o deputado Antônio Albuquerque, que o indicou – a ele, Lean Araújo – para ser o representante da Assembléia Legislativa no Conselho Estadual de Segurança Pública. Um condição tão incômoda que o próprio procurador tratou de renunciar a ela, este ano. Nada que desabone a sua conduta, mas é o seu estilo de encarar o combate à corrupção e a criminalidade em Alagoas que deve, creio eu, ser decisiva na análise do seu nome. 

O mais votado, que fez uma campanha bastante voltada aos interesses específicos (corporativos) de promotores e procuradores, Eduardo Tavares, já é um velho freqüentador das listas tríplices do MP nas eleições para procurador-geral e, também, um vitorioso nas disputas internas (é o atual presidente da AMPAL – Associação do Ministério Público de Alagoas.) É uma liderança destacada entre os colegas, e tem aliados poderosos fora da instituição: o senador Fernando Collor, a quem é fortemente ligado, e o Cesmac, do qual hoje é um dos nomes mais festejados. Que peso terão estas relações quando da escolha a ser feita por Vilela? Difícil saber. Collor é, teoricamente, adversário do governador, mas em qualquer condição é sempre muito temido. Sua preferência por Eduardo Tavares já chegou ao Palácio República dos Palmares por várias vozes – o que não é pouco. Pode ser ele, o ex-presidente, o grande vencedor desta disputa. 

O governador Teotônio Vilela, contrariando o seu temperamento, tem pressa em decidir quem será o sucessor de Coaracy Fonseca. Quanto mais ele demorar, maiores serão as pressões. Vilela há de considerar as conseqüências do seus ato de nomeação. Alagoas vive um momento ímpar, inclusive com a sua inegável contribuição ao nomear uma nova cúpula para a Segurança Pública. A escolha errada pode jogar tudo na lata do lixo, fazer vítimas fatais, inclusive do crime organizado em Alagoas.O que está em jogo é muito mais do que a decisão sobre quem vai dirigir uma repartição pública no Estado. É saber se o MP  vai continuar formando ao lado da população- majoritariamente -, ou será mais um freio no bonde da nossa história.

Eduardo Tavares ganha apoio do deputado Fernando Toledo
O BEIJO DO HOMEM ARRANHA
  • Santos

    Prezado Mota. Nem o sr. Collor nem o sr. Antonio devem se meter nessa escolha.O MP é um órgão sério e não deve sofrer ingerência de pessoas comprometidas com os conhecidos desmandos. o Dr. Eduardo Tavares deve ser o escolhido pela sua imparcialidade e competência.

  • Moraes Júnior

    Caro Rircardo! Givaldo Lessa foi colega nosso aqui no MPT. Posso dizer que, além de competente, mostrou-se sempre um homem disciplinado e, acima de tudo, comprometido com a moralidade e a ética. De fato, é independente e poderá surpeender positivamente.

  • ALAGOANO SEM ESPERANÇA

    infelizmente Tavares = joão sampaio e collor lean = ALE Givaldo = TEÓ ESTAMOS PERDIDOS….

  • Marcos

    Esperamos que seja escolhido o mais votado.. Como também que o novo PGR, continue com o mesmo impeto do Coaracy,e siga com as ações contra os taturanas, e que realize o concurso de promotor de justiça…

  • Quero o candidato do Coaracy

    Quem o povo de Alagoas quer ver na chefia do MP: o candidato de COLLOR, do ALBUQUERQUE ou do COARACY? Com a palavra o Governador Teotônio Vilela.

  • Douca

    Caro Ricardo, Gostaria que perguntasse ao novo PGR, se irá realizar o concurso pra promotor de justiça, pq na cidade onde moro so vem um promotor por semana, e sabemos que nao tem concurso para promotor há quatorze anos, sao mais de 40 comarcas vagas….

  • Marcio

    Esperamos um PGJ DIGNO, e que seja ungido com o óleo da justiça.. Esperamos um novo concurso de promotor, já que a carencia no interior é muito grande, e uma cidade sem promotor que fiscalize, é como deixar a raposa tomar conta do galinheiro…

  • Wagner Pinto

    Caro Ricardo, Algumas dúvidas sobre Givaldo de Barros Lessa seriam facilmente tiradas observando-se, principalmente pela imprensa, toda sua conduta no passada e no presente. Givaldo Lessa é um homem honesto, sério e acima de tudo humano, teriamos um grande combatente à corrupção estado.

  • denis

    O escolhido deve começar pela isonomia taturânica, já que o Dr. Coaracy não teve condições de fazê-la, por comprometimento com o Paulão. Ver os casos Lessa. Só assim o MPE resgatará a credibilidade. Sem isso continuará tudo como antes no quartel de abrantes.

  • Artur

    TODOS INDICIADOS MANDAM. OS MEMBROS DO MP QUANDO VOTAM NÃO É DIFERENTE DOS ALAGOANOS COMUNS E ANALFABETOS POLÍTICOS, QUE VOTAM POR AMIZADE,INTERESSE OU PROMESSAS DE UMA COLOCAÇÃO DE DESTAQUE. DEVEMOS ESPERAR O QUE DESSE Governador QUE NOMEOU TATURANAS P/ TFC E ABANDONOU Dr. RUBIM ?

  • Servidor MP

    Pelo que conhecemos dos candidatos, não há um mais preparado e independente para continuar o caminho trilhado pelo grandioso Coaracy Fonseca do que o Dr. Givaldo Lessa.

  • Arthur

    O pior é ter que saber que existem promotores mais interessados no próprio bolso e em relações políticas que no mero cumprimento da lei. É esse jogo político cínico e rasteiro que mantém o Estado caótico e atrasado.

  • Alagoano

    Caro Senhor Ricardo Mota, será que um dia encontraremos um homem de bem que não tenha “rabo preso” com políticos, para comandar as instituições sérias do nosso Estado? Será que precisamos rever os nossos conceitos de homens de bem?

  • Flaviane

    Espero que seja a escolha certa, pois garanto que muito mal que estamos vivendo, muito se deve a letargia do papel constitucional que o mp se omite. MOro numa cidade do interior, e nao tem promotor, so vem uma vez por semana, um absurdo..

  • Anderson

    CAro Ricardo, Meu sonho é ser promotor de justiça, espero ansiosamente este concurso, sendo que o ultimo foi realizado há 14 anos…. Um absurdo ter milhares de comarcas vagas…

  • LALA

    Que Deus ilumine o governador, e o novo PGJ, para que mantenha a mesma postura do coaracy. Moro em boca da mata, e estamos carentes,o promotor substituto so vem uma vez por semana…Estamos desprotegidos

  • Francisco de Assis

    Com certeza será um grande desafio… Espero tambem que o novo PGJ realize o concurso de promotor de justiça pq é uma absurdo ter mais de 40 comarcas sem promotor no interior ricardo.. Esta é a minha denuncia…

  • Fernanda

    Infelizmente sabemos que Teo Vilela não vai nos surpreender! Vai se render aos poderosos, seus amigos, atitude pouco inteligênte para um gestor que está conquistando o povo, os eleitores, alagoanos.

  • adelmo sotero

    O Dr. Coaracy tem muitos méritos. Pena que se sujou pelo Paulão, tratando taturanas de primeira e segunda classe. Tratando o Lessa diferente. Quem entrar precisa tartar iguais de forma igual. O primeiro teste sãom so taturanas.

  • aranda

    Apesar de estado provincial, ALAGOAS está avançando, podia ser mais rápido, nos perdemos muito tempo com INVEJAS, MESQUINHES E BABAQUICES, enquanto os outros estados avançam, DR TAVARES é uma ótima escolha, e respeitará o PALETÓ q VESTE

  • ARANDA

    Meu caro amigo o Dr Lean Araujo, já foi e nos sabemos, como são estas coisas o Dr Dilmar foi mais de 1 vez, já temos experiencia suficiente como é ter um a cargo por 2 ou mais vezes, q venha o DR Tavares, aguerrido e competente nós conhecemos pela postura e pela magistratura do cargo.

  • Bárbara Buarque

    Não, qualquer pessoa, menos Eduardo Tavares!!! Se a Operação Taturana só deu certo devido ao trabalho conjunto das instituições, tenho certeza que se E. Tavares ganhar, tudo vai andar pra trás!!! É preferível o polêmico Givaldo Lessa ou até mesmo o borra botas do Lean Araújo.

  • dilson

    O Dr. Eduardo só poderia ser considerado o mais votado se cada promotor/procurador votasse em apenas um nome. No atual sistema, não há legitimidade em pleitear a nomeação do mais votado. Acredito que o Dr. Givaldo seja o mais preparado para continuar o brilhante trabalho do Dr. Coaracy.

  • sonhador

    governador tenha bastante cuidado nesta escolha,vossa exelencia esta fasendo o que muintos que chegaram ai no palacio nao fizeram nada, euma pena o dr. Coracy nao continuar pelo grande trabalho que ele fez por nossa terra

  • Incrédulo da Silva

    Ricardo tudo menos o Dr. Lean Araújo pois ele é primo do A.A. e já conhece como ninguém a chefia do M.P. e não vimos uma atuação relevante só jogo de interesses.

  • Quero Givaldo

    É explicito que o Sr. Givaldo merece ser o sucessor do atual PGJ de Alagoas, pois o mesmo, diant de sua ardua luta pelo bem, vem trazendo muitos benefícios com sua atuação no GECOC! nÃO QUEREMOS UM SECESSOR DE ALBUQUERQUER (LEAN), NEM UMA PESSOA TÃO OMISSA QUANTO O EDUARDO!

  • aristides martins de barros

    eu espero que o nosso governador aponte o promotor Givaldo Lessa,pelo seu trabalho anterior e pelo seu carater. Postado por Tidinho em 01/12/2008 13:57

  • Flávio

    Eduardo: Collor e CESMAC + Clientelismo puro; Léan Araújo, o maior Engavetador Geral do MP; Coaracy, uma fraude que dizem ter muito a esconder de sua administração, como pag. de diferenças salariais a si próprio e amigos do poder. PERDEU ALAGOAS.

  • Flávio

    Continuando: Givaldo será um boneco do Coaracy e nem mesmo falar em público sabe.

  • PROMOTORA APOSENTADA

    eU GOSTARIA DE VER O DR. LEAN COMANDANDO O MP DE NOVO, HOMEM HONESTO, COM CREDIBILIDADE, APESAR DO aLBUQUERQUER, MAS NADA TEM A VER POIS É GENTE DO BEM…

  • Adeildo Lucena

    Caro Ricardo, Espero que o novo PG não seja comprometido !! O MPE precisa atuar com isonomia. Inclusive com os taturanas…

  • RAZÃO

    É UMA PENA VER O NÍVEL DESSES COMENTÁRIOS CADA UM MAIS MEDÍOCRE QUE O OUTRO. NÃO SABEM O QUE FALAM. COMO É QUE ESSE POVINHO QUE NÃO SABE NEM FUNDAMENTAR UM COMENTÁRIO PODE QUERER COBRAR ALGO DO GOVERNADOR? PQP…

  • Marcerlly

    não entendo uma coisa como podem associar Eduardo Tavares a Collor, se Eduardo já estava nesse meio político da classe, muito mais muito tempo antes do collor voltar a politica? como? e ao João Sampaio? quem é esse nesse meio? ou em qualquer meio politico de Alagoas? eu não conheço.

  • luiz

    Prezado Ricardo, como membro do MPE, acho que chegou a hora do colega Eduardo Tavares ser o escolhido para comandar o Ministério Público. Não tenho dúvidas que com seu preparo profissional e administrativo, conduzirá nossa instituição com bastante competência. Luiz Medeiros.

  • O Sabe Tudo e Muito Mais

    Simples, Marcerlly: Collor e Eduardo são con-cunhados. João Sampaio ex-prefeito de maceió Presidente da FEJAL/CESMAC que paga o salário de Eduardo como Diretor do curso de Direito e de outros membros do MP que lá dão aulas.

  • Marcelly

    Tudo bem sabe tudo a questão é que antes de João Sampaio assumir o cesmac Eduardo Tavares já era estava lá como sempre… e o Collor nunca ajudou em nada Eduardo Tavares pelo menos nunca se ouviu falar pelo menos eu não vc já? por isso não entendo…

  • Futuro Promotor

    Caro Ricardo, Gostaria que vc perguntasse ao novo PGJ, se vai haver concurso para promotor de justiça, pq há 14 anos que não temos concurso, e ja existem mais de 50 comarcas vagas…

  • FORASTEIRA ARREPENDIDA

    Os membros do MP alagoano, infelizmente, não votaram pensando unicamente no futuro de Alagoas. De modo medíocre,votaram olhando para os próprios umbigos e para a sonhada equiparacao com o judiciario. Dentre outras coisas que é melhor nem falar. Uma mão lava a outra e quem dá mais??