Resumo do Doze e dez Notícias 

A eleição da AMA, mais uma vez, aproxima dois gigantes da política alagoana: os senadores Fernando Collor e Renan Calheiros. Juntos, eles investem na candidatura de Luciano Barbosa, prefeito reeleito de Arapiraca,. Na chapa, Palmery Neto, do PTB, seria o nome indicado pelo ex-presidente da República.
 
Os dois senadores conversaram esta semana sobre a disputa na Associação dos Municípios. A preocupação de Calheiros seria, principalmente, com o crescimento das bases do deputado federal Benedito de Lyra, do PP, que já anunciou que também vai disputar o Senado em 2008. O prefeito João de Paula, de Capela, é o candidato de Lira.

Sem Toledo

Depois de tentar, sem sucesso, tirar o prefeito eleito Alexandre Toledo ( Penedo) da disputa, Calheiros resolveu buscar apoio e formar uma nova dobradinha com Collor – para viabilizar a candidatura de Barbosa.
Registre-se que Téo Vilela tentou dissuadir o tucano Alexandre Toledo de entrar na disputa. Também não conseguiu.
 
Ajuda dos empresários

Luciano Barbosa  também está em ação, exercendo sua capacidade de articulação política. Se não tem obtido muito sucesso junto aos seus pares – prefeito e futuros prefeitos – tem buscado apoio com empresários influentes, claro, pedindo votos aos futuros  "eleitores" através deles.

É uma alternativa, mas pode não ser a solução: a grande dificuldade de Luciano Barbosa é exatamente a relação com os colegas – sua ausência da AMA nos primeiros anos de mandato, tem sido o grande entrave às pretensões de dirigir a entidade.
 
Trem bão, sô!

E Benedito de Lira, em guerra quase aberta com Calheiros – na antecipação de 2010 –, assume publicamente a paternidade do VLT, grande projeto para o transporte público em Maceió (que já funcionaria daqui a dois anos), ao custo de mais de R$ 100 milhões.
 
O senador Calheiros, entretanto, garante que o projeto só sai do papel com o esforço e os apelos dele junto ao presidente Lula, com quem continua mantendo estreitas ligações – para desespero dos petistas locais (e nacionais, também).

I love Arapiraca

No contra-ataque, o deputado Benedito de Lira já negocia, para sua chapa ao Senado, um suplente de Arapiraca, onde Calheiros é muito bem avaliado. A tarefa de escolher o nome e definir as condições para a formação da chapa, fica por conta de Elionaldo Magalhães – presidente da CBTU, por indicação de Lira. Se não houver outra alternativa, a vaga fica com Elionaldo.
 
Secretaria da doença

O secretário de Saúde, André Valente, é de Arapiraca e foi indicado para o posto pelo prefeito Luciano Barbosa – que tem resistido em atender às recomendações de Calheiros . O senador defende que Valente praticamente não tem o comando da pasta. Ele só teria indicado três assessores diretos. Os demais dirigentes da Saúde são representantes dos “luas pretas”, assim denominados pelo presidente do PMDB alagoano.
 
Estes seriam o secretário Álvaro Machado, do Gabinete Civil, e o vice-governador José Vanderley, que teria forte influência – por motivos óbvios – na área. Para Calheiros seria o tudo ou nada.

"Eu fico"

Mas Valente não apresenta disposição de entregar os pontos, mesmo diante da nova crise do setor – com destaque para a emergência. Ele reclama das dificuldades para manter o abastecimento de todas as unidades estaduais, principalmente do Pronto Socorro, que vive, mais uma vez, situação desesperadora.

O nó seria o demorado processo de licitação das compras, que vai além do suportável.
 
Em contato telefônico com o blog, o secretário André Valente disse que o problema está sendo resolvido. As compras – inclusive de máscaras e luvas para os profissionais da Emergência (incluindo SAMU) – estão sendo feitas através de uma outro procedimento legal e mais ágil. O secretário também reclamou da falta de orçamento (dinheiro) para manter o abastecimentos das unidades normalizado. Também este ítem está resolvido, garantiu.
 
Eleições X maternidades

Valente se queixou da Justiça Eleitoral que não permitiu que o  Estado repassasse para os municípios equipamentos e recursos para 52 maternidades espalhadas pelo Estado. O dinheiro, por conta dos prazos da lei eleitoral, não poderia – apesar de estar em caixa conforme o secretário – ser enviado para as prefeituras. Ele disse que aguarda a autorização judicial para proceder a distribuição de equipamentos e recursos.
 
A surpreendente aparição do foragido

O caso do dia é, sem dúvida, do pai da garota Eloá, assassinada em Santo André, na sexta-feira da semana passada.
 
A polícia alagoana, inclusive o comando da PM , tem certeza de que ele seria o famigerado Cabo Everaldo pereira dos Santos, o Amarelo, personagem que marcou um período de grande violência no início dos anos de 1990, em Alagoas.
 
Ele usava em São Paulo, onde está – ou estava, porque o secretário Paulo Rubim acredita que ele já fugiu – o nome de Aldo José da Silva. Foi reconhecido através de uma fotografia publicada inicialmente numa revista de circulação nacional(ver matéria acima). 

Rosário de crimes

A folha corrida do ex-militar, expulso da corporação por deserção, em 1993, é impressionante. Ele é acusado diretamente nas seguintes mortes:
 
-Delegado de Ricardo Lessa, ex-diretor da Polícia Civil;s
-Cícero Carlota, motorista de Lessa;
-Capitão Aragão, da PM;
-Cabo Nogueira, também da PM
 
O caso mais impressionante (que antecedeu a morte de Ricardo Lessa e Cícero Carlota) é o do  agricultor Josenildo Pereira da Silva, assassinado dentro da Unidade de Emergência, a facadas, em 9 de outubro de 1991.

O ex-cabo teria invadido a UE durante o dia e executado a vítima que já havia sido alvo de outrta tentativa de homício, no Sertão.

Outras suspeitas

Ele ainda foi citado, junto com seu parceiro, o soldado Cícero Felizardo (Cição), na morte de Renildo José dos Santos, vereador de Coqueiros Seco – entre outros.
 

AA na Defesa

O comandante da PM, coronel Dalmo Sena, encaminhou ontem ao secretário de Defesa Social, Peulo Rubim, a denúncia de "ameaça e desacato" envolvendo o deputado Antônio Albuquerque. A vítima, que apresentou formalmente o caso ao comando da PM, foi o tenente Carlos, do Batalhão de de Polícia Rodiviária (conforme matéria postada neste blog na última sexta-feira). A PC deve abrir inquérito para apurar a denúncia.

Parente faz contato com Barenco e pede garantias para Everaldo se apresentar
Sinal no rosto confirma identidade do pai de Eloá - ele é o ex-cabo Everaldo
  • IMPUNIDADE

    MINHA GENTE, DOIS GIGANTES DE QUE ? QUEM QUISER QUE IMAGINE O QUE QUER DIZER ” 2 GIGANTES ” DE QUE ?

  • Acorda Alagoas !

    Dois anões !!

  • RCESAR

    VEJAM O QUE É POLITICA SUJA. HÁ ANOS PASSADOS QUANDO COLLOR ERA PRESIDENTE RENAN DISSE: ” COLLOR É O PRINCIPE DA CORRUPÇÃO NO BRASIL” E ROMPEU OS LAÇOS DA POLITICA COM O TAL. E AGORA VÃO SE UNIR?…O QUE É POLITICA!…

  • AGORATOME

    COLLOR&RENAN SE UNEM PARA “A M A”?!?!

  • José M Filho

    Quanta incompetência desse André Valente. Acorda Téo Vilela. Essa mudança já deveria ter acontecido, não por Calheiros mas por Alagoas.

  • raquel

    com esses dois homens de bem alagoas tem futuro, pois com esse governador de hoje algoas ta sem futuro!!!

  • gilberto

    Pense em uma chapa simpática essa da AMA, Luciano Barbosa e Palmery. Coitados dos outros prefeitos, vão ser pisados por eles dois. Essa Chapa une João Lyra, Renan e Collor, só falta o governador apoiar essa chapa. João de Paula pra AMA, para o bem dos outros municípios

  • Fernando Amorim

    Ô RAQUEL, você mora em Alagoas ? Se mora, qual é o seu grau de instrução ? Se é uma pessoa, rasoavelmente instruída, qual é o seu grau de parentesco com as duas FIGURAS ?

  • Antonio de Pádua

    Estão certos os dois Senadores, o momento é delicado e a união faz a força, Alagoas necessita destes senadores para o bem de todos. É a minha opinião.

  • Zé Lezin

    Prá A M A: Arruinar Mais Alagoas.

  • Carlos

    Parabéns, esses dois giganes da corrupção de Al. e do BR.O rei do gado com rei da comunicação certamente vai dá berrante para carregar uma boiada de bestas.

  • Suellen Cristiane

    Existe algum despeito do blogueiro em relação ao senador Renan Calheiros ou é só impressão? Todo dia é uma espetada. Ou é ordem do João Tenório e do Téo? De graça não é!

  • Eduardo Costa

    Esta historia de politicos DESAFETOS se unirem para se beneficiarem e trair o povo, é filme do passado que o povo já viu e ainda esta bem fresca na sua memoria.Portanto acho melhor ELLES mudarem de tatica por que esta esta manjada.O ELEITOR já sabe que quem manda e o VOTO dele.

  • mario

    sooocoooro elles voltaram, alagoas contiara na mãos errada

  • Suellen Cristiane

    RCESAR. Quem disse isso do Collor, se eu me lembro bem, foi o combativo jornalista e advogado Mendonça Neto, que foi expulso do governo de Alagoas como ladrão. Tocou até “piano”. No fim parece que foi inocentado.

  • CARLOS ANDRÉ

    RICARDO MOTA o que está faltando pra essa DODA CAVALCANTE ZERAR OS VOTOS NO TRE?ELA JÁ FOI INDICIADA PELA POLICIA FEDERAL POR COMPRAS DE VOTOS.SERÁ QUE A POPULACAO CAMARAGIBANA VAI AGUENTAR TANTO TEMPO PRA DAR ESSE GRITO DE VITÓRIA.VAMOS TRE DER ESSE PRESENTE PRA GENTE O MAIS Rapido possivel.

  • joseph

    Se esta união é força, Alagoas tera o mesmo destino do Centro Esportivo Alagoano.