Resumo do Doze e Dez Notícias                                     

A prevenção também é o melhor remédio para a violência – eleitoral, inclusive. Pois foi exatamente assim que entendeu a juíza Sônia Beltrão, em Palmeira dos Índios. Ela proibiu a circulação pela cidade dos candidatos a prefeito e a vereador no domingo – dia da eleição.
 
Podem ir votar, claro, mas depois ou voltam para casa, ou vão para os comitês, ou para algum lugar em que permaneçam durante o restante do dia,  enquanto durar a votação.
 
O que pode ser um exagero, pode, também, a depender da circunstância, ser uma medida sensata – e é assim que parece.
 
A magistrada tem demonstrado coerência nos seus atos durante toda a campanha, não permitindo os abusos de nenhuma espécie. Lembrando que, ao contrário das eleições anteriores, vemos este ano em Palmeira dos Índios, a presença de notórios coronéis na disputas. Coronéis porque assim estão caracterizados pelo comportamento.
 
Em tempo: a medida vale também para Igaci e para a assustadora  Estrela de Alagoas – esta última cidade, infelizmente, marcada pela violência e pelo medo.
 
Rio Largo no vale-tudo

Em Rio Largo está acontecendo exatamente o que se previa. Ninguém, medianamente informado, poderia esperar que tudo transcorresse com traqüilidade nos últimos dias de campanha.
 
A presença da Polícia Federal na cidade se demonstra indispensável. O que está em jogo é mais do que uma prefeitura de interior – aparentemente sem maior dimensão. (É bom lembrar, entretanto, que a arrecadação do município ultrapassa os R$ 3 milhões/mês.)
 
Diisputa a prefeitura do município, entre outros candidatos, o filho do ex-presidente da República e agora senador, Fernando Collor. Contando com o apoio da atual prefeita, Vânia Paiva, que chegou a ser afastada recenentemente do cargo; do marido dela, Ricardo Scavuzzi, preso duas vezes, nos últimos anos; Gilberto Gonçalves, ex-deputado, indiciado na Operação Taturana; e Rafael Torres, ex-prefeito do município e preso na Operação Guabiru.
 
O que não significa que seja o bloco do candidato Fernando James o único responsável pelo que vier a acontecer por lá. Mas é preciso um olho mais atento da polícia, do Ministério Público e da Justiça.
 
O candidato favorito em Rio Largo, o vereador Toninho Lins, tem o apoio do deputado João Beltrão, que se afastou da campanha a pedido de Collor. Mas hoje começou a circular na cidade uma carta atribuída ao parlamentar – afastado do mandato pela Justiça – em que ele diria que estava investindo em Toninho Lins porque pretende fincar um pé político na cidade.
 
Claro, a desconfiança geral é de que a carta é falsa. Mas esta é hora, para muita gente que atua no submundo da política, do vale-tudo.
 
São Luís do Cícero

Mudando de conversa e falando sobre o mesmo tema, a campanha na região Norte continua levando para a região os grandes e poderosos da política alagoana. Collor esteve em São Luis do Quitunde apoiando o candidato a vereador Caio Uchôa, filho de Tito Uchôa, "amigo-irmão" do senador Renan Calheiros. Aproveitou e deu uma mãozinha para Cícero Cavalcante, candidato ao quarto mandato consecutivo de prefeito – dois em Matriz do Camaragibe e um lá mesmo em São Luis.
 
Tucano de Madeira

Mais ao extremo Norte, o ex-presidente foi para o palanque do prefeito Marcos Madeira, de Maragogi. Ele é do mesmo partido de Collor, o PTB.  Mas recebe, também – Madeira – uma força tucana: do presidente da Assembléia,  Fernando Toledo. Cujo partido lançou, com direito a participação do governador na campanha, Fernando Sérgio Lyra. É assim que a banda toca.
 
A briga de votos dos Calheiros

Há um disputa interna entre os irmãos Calheiros – Olavo e Renan – na disputa em Maceió. O deputado Olavo lançou e apóia Adeilson Bezerra para a Câmara Muncipal; o senador Renan lançou e apóia Maria Inez na mesma disputa.
 
Quem vai garantir presença na Casa de Mário Guimarães?
 
Tô de mal com você

Deve-se a uma frase do vice-governador José Wanderley, PMDB, o esfriamento da relação dele com o senador Renan Calheiros. Disse Wanderley: "Eu não sou um político; sou um médico a serviço da política" . Calheiros se sentiu ofendido. 

Cidade inchada
 
O TRE negou o pedido de recontagem populacional – e de eleitores – mas o Ministério Público Estadual já tem em mãos um pedido de anulação das eleições em São José dos Milagre. O argumento? O esquecido muncípio tem uma população de 7.219 habitantes, e um eleitorado de 4.947 pessoa. Ou seja: 68% dos que têm domício na cidade votam. O máximo admitido em lei é de 65%.
 
E o problema não é só lá.
 
A fantasia de Arapiraca

A Prefeitura de Arapiraca publicou o estranho resultado de uma licitação. A compra: camiseta, bermuda, boné, chapéu e fantasia. O valor: R$ 59.400,00. Mas cooooomo? Estes ítens serão usados pelos servidores da Saúde, particularmente da Vigilância Epidemiológica. E as coisa por lá funcionam. Não por acaso Luciano Barbosa é o melhor prefeito de Alagoas. Sem concorrentes.

Voto para vereador- compromisso ou desdém com a sua cidade
Participe da temporada de caça aos assassinos sociais
  • Servilio Marques

    esse apoio que o filho do Collor tá recebendo…Sei não hein!!!

  • ARTUR

    RICARDO, GOSTARI DE SABER COMO ESTÁ EDÉCIO LOPES. TEM NOTÍCIAS? REPASSE POR FAVOR PARA OS ALAGOANOS. AÍLTON VILANOVA FEZ JUSTIÇA ONTEM DIA 2-9 EM LEMBRAR DO RADIALISTA STÊNIO REIS QUE MERECIA UM ESPAÇO OUTRA VÊZ NO RÁDIO, ¨FIM DE PAPO.¨ COMO PODEM ANULAR UM PATRIMONIO DESSE?

  • SOCORRO FERRO

    BOA TARDE RICARDO,NÃO SOU BURRA EM FAZER ALGUM COMENTÁRIO,MAIS É MUITO DIFÍCIL SE VER TANTAS COISAS E NÃO PODER COMENTAR OU FALAR ALGUMAS VERDADES DE CERTOS POLÍTICOS,CAPAZES DE COMETEREM OS PIORES ABSURDOS.UM ABRÇO..SOCORRO FERRO

  • Júnior

    Olá Ricardo! Passo para parabenizar o trabalho da Justiça Eleitoral em Palmeira dos Índios e para fazer uma correção. As cidades atingidas pela medida da Juíza Eleitoral são Palmeira dos Índios, Estrela de Alagoas e Belém, e não Igaci, já que não pertence à 10ª Zona Eleitoral.

  • Celso

    Ricardo, vc tem toda razão qd. diz que o vereador é de suma importancia para o municipios.As pessoas esquecem disso então quebram a cara.Aproveitando o espaço,gostaria que vc escrevesse como o Brasil seria se as eleições fosse facultativa e não obrigatoria.Te admiro demais.

  • C A Baptista

    É necessário acabar com esses prefeitos macacos – a cada legislatura numa cidade – é incrível que o povo não veja isso e continue se vendendo. Precisamos da Justiça, pois somos fracos, submissos, subservientes, etc, etc. Tem o Cícero Cavalcanti, tem o Marquinhos e outros tantos.

  • marcos machado

    Ricardo, por gentileaza me diga o paradeiro do irmão do senador dos bois de ouro, que foi vereador por maceió, por onde anda

  • C A Baptista continuação

    Seria tão bom que não precissássemos da intervenção do judiciário, que nós, eleitores, tomássemos vergonha na cara e expulssássemos esses prefeitos macacos (pulam de cidade em cidade)pelo voto. Lembrem-se que JUDAS SE VENDEU POR 30 DINHEIROS. VOCÊ VAI VENDER SEU POVO? PENSE BEM

  • ESPERANÇA

    PARTE DA JUSTIÇA TRABALHA SÉRIO E COM VONTADE DE MUDAR, PARABÊNS ESSA NOVA JUSTIÇA. O VOTO É SÉRIO, A MUDANÇA ESTÁ EM SUAS MÃOS. NÃO VENDA VOTO.

  • FÉ

    ARTUR EDÉCIO POR MILAGRE DE DEUS JÁ DEU SINAL DE VIDA,SEGUNDO O QUE FIQUEI SABENDO JA ABRIL OS OLHOS E TENTOU FALAR. O HOMEM ALÉM DE SER UM BOM AMIGO É UMGRANDE PROFISSIONAL, QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTAS, VIDA LONGA A QUE TEM DETERMINAÇÃO.

  • ARTUR

    FÉ, MUITO OBRIGADO POR ESSA BOA NOTÍCIA. APESAR DE NÃO CONHECE-LO PESSOALMENTE, IDENTIFICO SUA VOZ POR MAIS DE 40 ANOS. O EDÉCIO EM SEUS PROGRAMAS TRANSMITE PAZ, TRANQUILIDADE E CULTURA. REZO POR ELE. OBRIGADO FÉ.

  • HELDER JR

    Tudo continua como em outras eleições , o poder do $$$ é o argumentos de muitos “políticos” . É louvável o zelo da nobre Magistrada em aplicar uma “prisão domiciliar” aos candidatos , mas fere o direito de ir e vir garantido pela Carta Cidadã , que hoje completa 20 anos .Uma pena!

  • Fernando

    Pasmem Sr Ricardo Mota, quem vai mandar em São Luiz de Quitunde será os srs João Cordeiro ex prefeito e o Deputado João Beltrao!!!!!!

  • Deus é Maior!!!

    Olá Ricardo…estamos orando a Deus, que Doda Cavalvante,seja punida, e que o sr. washington moura, seja o nosso prefeito…Matriz precisa de mudança, chega do ” feitor Cicero”..Ele só sabe bater na cara do povo… e humilhar..O povo não denuncia por medo… Parabéns pelo sucesso do blog!!!

  • Maria jose de lima

    Ola Ricard…estamos preocupados aqui em Uniaõ dos palmares porque o cadidato que ganhou para pre feito o KIL, naõ vai assumi porque o homem da porteira naõ vai deixar! Isso é brincadeira…