O promotor da comarca de Piranhas, Bolívar Cruz Ferro, entrou com uma ação por propaganda extemporânea da candidata à prefeitura do município, Melina Freitas. Na representação, que segundo ele deve ser julgada ainda esta semana pela juíza Emanoella Porangaba, há farto material de propaganda da candidata anterior ao permitido pela lei eleitoral.

"Nós anexamos CD, DVB, boné e até calendários – que as pessoas chamam de folhinhas. Já no calendário de 2007, a candidata usa o mesmo slogan da coligação que a apóia: ‘Piranhas quer mais’. No de 2008 há o nome dela com a mesma logomarca usada na campanha", contou ao blog o promotor Bolívar Ferro. A candidata é sobrinha do atual prefeito do município, Inácio de Loyola, e filha do desembargado Washingotn Luis.
 
Quanto ao DVD, disse ele, há imangens da festa oficial do carnaval em Piranhas com a distribuição de bonés com a mesma logomarca usado por Melina Freitas no período eleitoral. Como a ação é por propaganda antecidada (extemporânea), afirmou, a pena prevista é de multa. Ele garantiu também que só recebeu o material – o DVD – com a documentação da Polícia Federal atestando a autenticidade no início desta semana. Mas, disse ao blog o superintendente da PF, José Pinto de Luna, este material foi encaminhado à Justiça Eleitoral em 6 de julho.
 

 

Exército antecipa ida de efetivo para Murici
Ministro Humberto Martins:"Limite de cada um é a lei"
  • Marinho

    A possível condenação será mais do que justa. Será um verdadeiro NÃO às famílias que pensam que o nosso sertão é sua propriedade.

  • kleber oliveira

    delegado da pf vai mundar piranhas pra eles ver quem tem um homem de coragem como este promotor de piranhas eita que coisa boa pra este que pensam que estao acima da lei…

  • Rosa

    Logico que não vai dar em nada, a Prefeita é filha do Dessembargador WASHINGTON LUIS.

  • O REVOLTADO

    PRECISAMOS DE PESSOAIS ASSIM COMO ESTE PROMOTOR, JOVEM É MUITO COPETENTE, CHEGA DESTA VELHARIA COMPROMETIDA COM POLITICOS, AQUI EM ALAGOAS É NOTORIO VER JUIZES E DESEMBARGADORES INDIRETAMENTE ENVOLVIDOS, POIS USAM FILHOS E PARENTES NA POLITICA E DÃO COBERTURA POR TRÁS