Dançarino que participou do clipe de “Vai Malandra”, da Anitta, é assassinado e cantora se manifesta – Popzeira

O dançarino Rodrigo Motta, de 28 anos, que teve uma breve participação no clipe de “Vai Malandra”, da Anitta, foi vítima de um homicídio nesta segunda (09) no Bar da Laje, no Vidigal, comunidade do Rio de Janeiro. A informação foi publicada pelo jornal “Extra”.

Em “Vai Malandra”, o rapaz participou de uma cena onde passava óleo em Anitta e em outras mulheres que usavam biquínis de fita isolante.

Ao saber da ocorrência, a cantora lamentou via Twitter e manifestou: “isso tem que acabar”.

Atualmente não há comentários.