Artistas nacionais e internacionais falam sobre incêndios na Amazônia – Popzeira

A nossa floresta amazônica vem sofrendo nos últimos dias uma série de queimadas. Na segunda (19), o fenômeno chegou a uma escala tão grande que a fumaça chegou à São Paulo, fazendo com que a cidade ficasse com o céu escuro na metade da tarde, mais especificamente às 16h.

Após as notícias correrem o mundo, os internautas levantaram a hashtag #PrayForAmazonia e, junto a eles, diversos artistas nacionais e internacionais, como Demi Lovato, Ariana Grande e Billie Eilish.

Demi Lovato publicou em seu stories: “A Amazônia está queimando por três semanas e só agora eu to sabendo disso pela falta de cobertura da mídia. Ela é um dos ecossistemas mais importantes da terra. Espalhe informação”.

“A FLORESTA ESTÁ EM FOGO, ISTO É TERRÍVEL, É UM DOS MAIORES PENHOS DE CARBONO DO MUNDO, Espalhe a Palavra”, escreveu o ativista e cantor Jaden Smith.

 

Ver essa foto no Instagram

 

#PrayforAmazonia 🙏🏽

Uma publicação compartilhada por Cara Delevingne (@caradelevingne) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

É redonda, gira e está em chamas. Todos já vimos e lemos que a Amazônia está ardendo em chamas e que essa escuridão repentina em São Paulo pode estar relacionada com a pior queimada na região nos últimos cinco anos. De Rondônia chegam relatos de dias seguidos sem o azul do céu no horizonte. O curioso é que ontem mesmo eu, @leandraleal, @thainaduarteoficial e @caiapitanga falávamos sobre a importância da preservação e sobre o fato de as nossas atitudes diárias afetarem o futuro do nosso planeta. Nem sei mais se podemos falar em “futuro”, uma vez que já estamos testemunhando as consequências do descuido de nossas ações e políticas públicas ou falta delas. Alguns moradores de São Paulo coletaram um pouco da água da chuva de ontem, pós escuridão, com aparência barrenta e cheiro de queimado. Fico pensando ainda sobre o que pode acontecer com quem está respirando esse ar, o tanto de doenças respiratórias que podem vir em consequência disso, pra começo de conversa… E então, deixa mesmo queimar lá na Amazônia? Não vai acontecer nada sério no mundo se explorarmos desenfreadamente essas matas? Ontem tivemos um pequeno exemplo de que não é bem assim. Já passou da hora de nos importarmos e salvarmos o que ainda nos resta do amanhã. Falar sobre isso é apenas o primeiro passo.

Uma publicação compartilhada por Taís Araujo (@taisdeverdade) em


Atualmente não há comentários.