Será que nosso maior medo vai se tornar realidade?(Foto: Reprodução/8satire)

Uma notícia repercutida em vários sites brasileiros deixou milhões de internautas roendo as unhas nesta segunda-feira (29). O portal italiano Hardware Upgrade publicou a informação de que o WhatsApp estaria preparando um recurso de chamar a atenção de usuários, semelhante ao que existia no finado MSN (posteriormente rebatizado como Windows Live Messenger).

Com certeza você deve ter imaginado a confusão que seria no grupo da família, ou o prazer de receber um alerta desse do seu chefe faltando cinco minutos para sair do trabalho. E se você é novo demais e não sabe como o recurso funcionava, saiba que ele emitia um som bem alto, e ainda por cima “tremia” a tela do PC.

Recurso era extremamente irritante (Foto: Reprodução)

Pois bem, a informação divulgada foi de que o recurso já estava em fase avançada de testes, e mais: a função não poderia ser desativada. No entanto, a “cutucada” só funcionaria se o usuário estivesse online, ou seja, com o WhatsApp aberto.

Verdade ou não?

Graças a tudo o que há de mais sagrado no mundo da tecnologia, parece que a novidade não passa de uma brincadeira. De acordo com o site Tecnoblog, a história foi criada pelo site de humor 8satire, que inventa notícias absurdas – mas que terminam sendo compartilhadas como verdades.

Para garantir, o Tecnoblog ainda conversou com o pessoal do WABetaInfo, um dos maiores desbravadores de novidades do WhatsApp (já os mencionei em vários posts aqui no blog), e eles também desmentiram a notícia. “Isto é fake news! Nenhum recurso de chamar atenção no WhatsApp está sendo desenvolvido”, twittou o site:

Então é isso, parece que ainda não há motivo para arrancar seus cabelos em desespero. Não será dessa vez que o temido recurso será implementado no WhatsApp, ficando na gaveta das “notícias apocalípticas”, junto com o aviso de prints nos stories do Instagram.

Atualmente não há comentários.