Pela primeira vez, temos aqui um post que “nasceu” de milhares de pedidos (mentira, foi um só). A amiga jornalista Michele Castro perguntou como escolher o melhor carregador portátil, também conhecido como bateria externa ou power bank, e eu pensei em alguns fatores que devemos levar em consideração nesta decisão.

Desvende o mundo dos carregadores portáteis (Foto: Steve Johnson/Pexels)

Antes de tudo, saiba que quando que eu trouxer algum post como esse, geralmente eu levarei em conta meu “lado consumidor/usuário”. Ou seja, pode esquecer aqueles milhares de dados técnicos e especificidades que vemos por aí, porque eu me guiarei pelo uso ou teste direto dos produtos (e quando não for o caso, eu avisarei). Então vamos lá!

Qual marca escolher?

Existem algumas marcas no mercado, como você já pode ter visto. Umas mais conhecidas, outras nem tanto. Primeiramente, uma dica que eu adotei para mim, e que vocês também podem seguir: parem de preconceito com as marcas chinesas. Não é porque algo é fabricado na China que significa que é falsificado, ou de qualidade inferior. Basta lembrar que temos hoje muitas marcas conceituadas no ramo de eletrônicos e tecnologia do mercado asiático, como Asus, Xiaomi, Lenovo, Huawei e outras. Se isso não bastar, lembre que até a Apple fabrica boa parte de seus iPhones na China.

Modelos da Pineng são bem populares no Brasil (Foto: Divulgação/Pineng)

Na linha de baterias externas, uma das marcas mais populares atualmente é a Pineng. Ela produz uma infinidade de modelos, para todos os tipos de uso. Eu, particularmente, tenho um dessa marca, e atende minhas necessidades perfeitamente. Mas se você prefere algo mais “conservador”, recomendo os produtos da Anker. Eles são beeem mais caros, mas são os mais vendidos nos EUA, por exemplo, e tem todo um serviço de garantia e suporte no Brasil. E falando em Brasil, também temos a TP-Link, muito conhecida por aqui pelos seus roteadores e access points.

Capacidade em mAh

Para saber qual a capacidade adequada para você, é necessário saber qual o uso que você pretende fazer. É só para recarregar o seu celular durante ou dia, ou você quer ter a opção de plugar outros aparelhos nela? Você é do tipo “amigão”, que oferece sua carga pra galera na mesa do bar? Leve esses fatores em consideração e vamos começar os cálculos.

Modelos mais compactos geralmente oferecem carga menor (Foto: Divulgação/TP-Link)

Atualmente, a média de capacidade dos smartphones é de 3.000 mAh (miliampéres/hora). Uns tem um pouco mais, outros um pouco menos, e você pode conferir a sua na caixa do aparelho ou fazendo uma busca rápida no Google. Então se usarmos a lógica, precisamos de uma bateria externa que tenha uma capacidade maior do que o seu aparelho. Sendo assim, comece pensando em algo como 4.500 ou 5.000 mAH. Com isso, você pode, em média, dar uma carga completa e ainda sobrar um pouquinho. Mas dá pra optar por um modelo com capacidade menor, caso queira só uma “carga de emergência”.

Se você não quer correr riscos, parta para os power banks com 10.000 mAh. Uso muito o celular durante o dia, e o meu carregador, que tem essa capacidade, me atende bem e quase sempre uso dois dias sem precisar deixar ele na tomada. Mas se você quer algo “duro na queda”, é o caso de investir em 20.000 mAh. Nesse nível, você pode carregar até dois aparelhos simultaneamente, e mais de uma vez no dia. Recomendo só para quem tem necessidade real deste tipo de carga, até porque tendem a ser mais caros.

A americana Anker é uma das marcas mais consolidadas no mercado (Foto: Divulgação/Anker)

Praticidade

Um último fator, que não é tão importante assim, mas deve ser levado em conta, é a praticidade no uso do power bank. Você tem que lembrar que é mais um aparelho que você vai levar com você durante o dia, e que pode atrapalhar sua vida se não couber no seu bolso ou se ficar pesado demais na sua bolsa. Também tem que lembrar que não adianta nada ter um carregador portátil e na hora de usar, o plugue ser incompatível com o seu celular.

Dependendo da capacidade escolhida, você terá vários modelos e tamanhos para optar. Uns mais largos e finos, bem parecidos com celulares, outros mais robustos e estreitos, que lembram lanternas. Há até alguns mais compactos, que cabem tranquilamente na palma da mão. Pense bem em como será o seu uso diário e decida qual se adequa melhor (vale pensar também no peso).

USB Tipo-C, micro USB e Lightning (Foto: Reprodução)

Em seguida, veja quantas saídas o modelo tem, e se o plugue é do mesmo tipo do seu smartphone. Hoje temos basicamente três estilos: o tradicional micro USB (que só conectam no celular em uma posição específica), o USB Tipo-C (que plugam em “qualquer posição”) e o Lightning (específico para aparelhos Apple). Alguns carregadores portáteis vem com adaptadores variados, mas por segurança, é melhor você conferir, e se for o caso, comprar um cabo específico para ele, o que lhe dará mais liberdade (dá pra deixar o carregador no bolso e usar o celular de boa).


Descontos da Semana Black Friday na Amazon

Já tem ideia de qual modelo pretende comprar? Então aproveite a Semana Black Friday da Amazon, com descontos de ate 60% para eletrônicos. Confira alguns modelos disponíveis abaixo ou clique aqui para ver a busca completa no site.

Carregador Portatil TP-Link 2.600 mAh TL-PB2600

Carregador Portátil Pineng 5.000 mAh PN-905

Carregador Portátil Anker 6.700 mAh Preto

Carregador Portátil Pineng PN-951 10.000 mAh

Carregador Portátil Pineng 10.000 mAh com Lanterna

Carregador Portátil Anker 20.100 mAh Preto

*Por ser um Associado Amazon, o blog pode receber comissão por compras qualificadas, o que não influencia no teor dos textos publicados.

Atualmente não há comentários.