Jair Bolsonaro foi esfaqueado durante ato de campanha (Foto: Raysa Leite/Folhapress)

Nesta quinta-feira (06), um atentado contra o candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, surpreendeu o país e foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. Hashtags ligadas ao caso dominaram os trending topics do Twitter. Coincidentemente, dois dias antes de ser esfaqueado, Bolsonaro publicou uma foto que mostra uma jovem incitando um atentado contra ele, em Juiz de Fora.

Bolsonaro publicou imagem mencionando um possível atentado em seu perfil no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter)

“Bolsobosta vai vir pra JF dia 06 de setembro, se organizar direitinho a gente organiza um atentado e mata ele”, diz a jovem na foto publicada por Bolsonaro. O candidato respondeu à mensagem em seu perfil oficial na rede social: “O amor combate o ódio! Espalhemos poesia e não preconceito!” A postagem original está disponível aqui.

O perfil da jovem aparenta ter sido hackeado, tendo inclusive sido alterada a data em que ela criou seu perfil (passou de janeiro de 2018 para setembro de 2018). O tweet original, que teve mais de 300 likes até o momento do print publicado por Bolsonaro, foi excluído.

Perfil aparenta ter sido hackeado (Foto: Reprodução/Twitter)

A mensagem mais antiga existente foi postada às 18h31 desta quinta. “Essa conta foi raqueada pelos anonimous do 55chan.org/b”, diz o tweet.

Conta teria sido hackeada (Foto: Reprodução/Twitter)

Além do tweet mencionado pelo próprio Bolsonaro, outros usuários do Twitter também postaram mensagens sobre a possibilidade de ataques contra o candidato. Confira:

Vários perfis no Twitter sugeriram ataque a Bolsonaro em Juiz de Fora (Foto: Reprodução)

Obs: este post não sugere ou supõe que as mensagens ou seus autores tenham a ver com o ataque contra o candidato à presidência Jair Messias Bolsonaro. O objetivo é apenas ressaltar a importância de pensar nas consequências de tudo o que é publicado nas redes sociais.

  • Leandro

    bizarro que defende tentativa de homicidio e nao lembra isto,tentando justificar o ocorrido