Conheça o iPhone 11! (Foto: Divulgação/Apple)

A Apple revelou nesta terça-feira (10) a linha 2019 de iPhones, com os sucessores do XR, do Xs e do Xs Max: iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max, respectivamente. O visual da linha mudou pouco, com uma alteração significativa na parte traseira, no painel das câmeras, que ganhou uma moldura quadrada.

O iPhone 11, modelo “de entrada”, tem tela Liquid Retina LCD de 6.1” e chega com seis novas cores (roxo, amarelo, verde, preto, branco e vermelho), enquanto os outros chegam com telas Super Retina OLED de 5.8” e 6.5”.

Seguindo a tendência atual, agora são duas câmeras traseiras: uma grande-angular de 12 megapixels, temos uma ultra-angular com suporte a zoom óptico de 2x, além de uma nova interface e o Modo Noite, que melhora absurdamente as fotos tiradas à noite. Já o 11 Pro e o 11 Pro Max chegam com três câmeras: além das duas presentes no 11, há também uma teleobjetiva com zoom óptico de 4x para mais opções de enquadramento

iPhone 11 e Pro Max são versões mais potentes do aparelho (Foto: Divulgação/Apple)

A captura de vídeo tem suporte para 4K a 60 fps, slow motion e timelapse, inclusive na câmera frontal, que também vai permitir fazer selfies em slow motion (120 fps) – as “slofies”, segundo a própria Apple. O processador do aparelho é o novo A13 Bionic, que promete a CPU (processamento central) e a GPU (processamento de gráficos) “mais rápidas em um smartphone”.

O iPhone 11 ainda tem uma bateria que promete uma hora a mais de uso do que o XR, enquanto o Pro e o Pro Max oferecem quatro horas a mais que o Xs e cinco horas a mais que o Xs Max, respectivamente. O Face ID também deve reconhecer o rosto do “dono” mais rápido, e os aparelhos ganharam proteção IP86, que garante 30 minutos embaixo d’água a uma profundidade de até dois metros (no 11 Pro, a resistência é de até quatro metros, pelos mesmos 30 minutos).

Os preços de lançamento serão de US$ 699 (iPhone 11), US$ 999 (iPhone 11 Pro) e US$ 1.099 (iPhone 11 Pro Max), e a data prevista é 20 de setembro, com pré-venda iniciando na sexta-feira (13).

Atualmente não há comentários.