Pronto para pegar a estrada no feriadão? Confira 5 dicas para viajar com segurança
Série de lançamentos: Mini Coutryman, Ford Ka, Audi A3 Sedan e Fiat Mobi GSR

DCIM100MEDIADJI_0068.JPG

A fábrica da Toyota em Indaiatuba (SP) atingiu a marca histórica de 1.000.000 de unidades produzidas do sedã médio Corolla no Brasil. A unidade comemorativa, que saiu da linha de montagem em 23 de março deste ano, é um Corolla Altis 2018 na cor branco pérola, com o design renovado e mais moderno recentemente incorporado a toda linha, acompanhado de novos itens de conforto, conveniência e segurança.

corolla_altis_2018 (1)

Inaugurada em setembro de 1998, a planta da Toyota naquele município conta, atualmente, com cerca de 2.000 colaboradores. A instalação da fábrica em Indaiatuba foi preponderante para o início de uma nova fase na história da companhia no País. Ao produzir o Corolla localmente, a Toyota consolidou sua estratégia, tendo em vista o fortalecimento e crescimento sustentável de toda a operação na região da América Latina e o reforço de seu compromisso no suporte ao crescimento da indústria brasileira.

Símbolo do DNA de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade, o Corolla fabricado na planta de Indaiatuba atesta o know-how da Toyota na construção de carros cada vez melhores, verdadeira ambição da marca em todo o mundo.

Corolla no Brasil

As primeiras unidades do Corolla desembarcaram no Brasil em 1994, quatro anos após o início da abertura de importação no segmento de automóveis no País. Tais mudanças na legislação brasileira em relação ao comércio internacional de veículos assegurou a chegada das primeiras unidades do Corolla no território nacional, importadas do Japão.

A primeira versão vendida aqui no Brasil foi esta abaixo, a 7ª geração vendida no mundo.

1994

Já nos três primeiros anos de vendas no mercado, a Toyota observou um crescente interesse dos consumidores pelo sedã, que já despontava como líder de seu segmento em vários países ao redor do mundo. O aumento constante da demanda apoiou o plano da fabricante para viabilizar sua produção local. Tanto que, em 1997, a empresa anunciou aporte de US$ 150 milhões para construção da planta que daria início à produção do Corolla brasileiro.

Para escolha do local que abrigaria o primeiro complexo a fabricar o sedã em solo latino-americano, já em sua oitava geração, a Toyota levou em consideração os aspectos logísticos e da qualificação de mão de obra ao selecionar o município de Indaiatuba (SP). A cidade entrou para o mapa da indústria automobilística global em 1998, ano de inauguração das operações, ao ceder um espaço de 1,5 milhão de m2, onde a Toyota baseou uma de suas principais unidades produtivas no mundo.

Confira na galeria a evolução do modelo

 

Desde o primeiro modelo fabricado no Brasil, o Corolla vem se destacando como um dos veículos de maior sucesso em vendas de seu segmento em todo o país, com mais de 765 mil unidades negociadas até os dias de hoje. Só em 2016, o veículo fechou com 64.734 veículos vendidos, mantendo a liderança absoluta entre todos os sedãs médios nacionais, com quase 50% do total de emplacamentos nesta fatia de mercado.

Neste ano, o Corolla continua líder em seu segmento e já soma 12.937 unidades comercializadas de janeiro a março, com 44% de market share.

História pelo mundo

Fundada em 1937, a Toyota Motor Corporation nasceu com o objetivo principal de contribuir para o desenvolvimento da indústria automobilística no Japão. Três décadas depois, nasceria o modelo Corolla, projeto cuidadosamente arquitetado para suprir o crescimento do interesse da população pelos carros.

Assim, o design da primeira geração do sedã adotou como base o conceito “80 Point Doctrine +α”, que estipulava ao veículo atingir média de 80 pontos dentro de uma escala que variava no máximo até 100, considerando, ainda, algumas características extras específicas, denominadas de +α, para conceder ao modelo recursos adicionais à sua aparência e destacar os pontos que superassem as expectativas dos consumidores.

Ao longo das últimas cinco décadas, e após toda a evolução em 11 gerações do Corolla, a Toyota continuou a aplicar este conceito de maneira consistente para todos os seus modelos vendidos no mundo.

Foi assim que a primeira geração do Corolla nasceu no Japão, em 1966. Atualmente, o sedã médio é produzido em 13 países e comercializado em 150. Desde o início de sua produção, o Corolla soma mais de 44 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, tornando-se o veículo mais vendido de todos os tempos.