Você acha que inovar na empresa é algo caro? Está achando errado. – Olhar Empreendedor

Aqui vão 3 dicas para começar a inovar em uma pequena empresa, e o melhor, sem custo nenhum ou quase.

No fundo o que todo mundo quer é inovar, não é mesmo? Porém muitos empreendedores ficam perdidos, não sabem pra onde ir, e o pior, ficam imaginando que inovar é caro, que envolve muitos custos, contratações e assim vai. Calma. Vai lendo aí, vamos mudar um pouco essa ideia.

Primeiro acabe com esse mito, inovar nada tem a ver com gastar rios de dinheiro em novas tecnologias, quer dizer, tem a ver com pouco, mas não é o único caminho. Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) avaliou os impactos econômicos das grandes e pequenas empresas no Brasil. Embora as corporações maiores tenham mais recursos disponíveis para as práticas de inovações, são as pequenas que se destacam nesse setor.

Porque isso? Porque as pequenas tem mais liberdade, já que geralmente os próprios empresários é que avaliam e tomam a decisão, acertada ou não, a decisão é sempre mais rápida e isso ajuda muito no processo. Lembre-se que inovar não é inventar, isso são coisas bem diferentes. Tem muita gente, que passa muito tempo, tentando inventar a roda, na era dos carros voadores. Aí não dá, né?

Por isso seguem abaixo algumas atitudes de inovação que podem começar a ser aplicada assim que você ler essa postagem (e por favor leia até o final, você é importante pra mim). A melhor parte, são a custo zero ou pelo menos quase:

1 – Ambiente propício a criatividade

Você já premiou algum funcionário por boas ideias? Aliás, você já parou pra ouvir algum funcionário? Acredite em mim, as vezes o ouro está fora da nossa cabeça e não dentro como muitos de nós pensamos. Crie um ambiente que auxilie a criatividade, com músicas, artes e etc. A ideia é diminuir a parte robótica e processos repetitivos. Já imaginou fazer uma reunião em uma praça perto da empresa? Algumas pessoas podem achar que isso vai tirar o foco, mas eu digo a vocês que essa reunião jamais será esquecida, nem o conteúdo passado nela. Eu falei praça, mas pode ser uma sorveteria, num café, numa montanha russa.

Quando se cria um ambiente onde as pessoas se sentem mais criativas, as ideias fluem melhor, não quer dizer que todas serão aproveitadas, mas é melhor receber uma chuva de ideias e aproveitar as que possam vir melhorar o ambiente do que uma cabeça só ficar pensando e passando noites em claro procurando a ideia perfeita. Isso tudo se resume a forma de liderança da empresa, você pode ter 2, 3 ou 20 funcionários, a empresa precisa ter a cultura do desenvolvimento inovador. Imagine mentalmente sua empresa agora, salas, corredores, espaços para os funcionários, você acha que ela inspira inovação? Tem algo ai que humanize o processo, que seja inspirador pra você, colaborador ou cliente? Se não, comece a mudar, você vai precisar.

2 – Revisão de processos

Se alguma vez a frase “isso sempre funcionou assim, não tem porque mudar” já foi usada por você ou por alguém na empresa que você trabalha, provavelmente você tem ou está em uma empresa pouco inovadora. Reavaliar os processos é algo muito importante para inovação, não é sempre, não é toda hora, mas precisa haver uma reavaliação em todos os processos.

Entenda, não tem a ver com virar a empresa de ponta cabeça, procurando erros, mas também não perca tempo tentando solucionar todos os problemas, peça auxílio a especialistas que possam te ajudar, seja na organização do fluxo de caixa, ou mesmo tornar a dinâmica do atendimento mais eficiente. Sempre existirão maneiras diferentes de fazer a mesma coisa e quanto mais rápido for e mais eficiente, melhor para você e seu cliente. Lembre-se que a inovação serve para facilitar seu desempenho e tem como objetivo melhorar a experiência do cliente e tornar a empresa mais competitiva no mercado. A vantagem do pequeno negócio é o espaço para ousar e criar sua própria tendência.

3 – Abertura para novas parceiras

Quantas parcerias sua empresa tem agora, neste momento? Quantas estão para ser fechadas? Parcerias são ainda, infelizmente, poucos exploradas e essa é uma estratégia que pode fazer uma grande diferença no posicionamento no mercado. Existem casos em que a pequena empresa está repleta de concorrência ou em casos opostos, quando o seu negócio é novo e pouco conhecido. Tanto numa situação, como na outra, as parcerias comerciais são muito bem-vindas.

No caso de concorrência acirrada sua pequena empresa pode ampliar o mercado e adotar estratégias de inovação através da parceria com empresas maiores. É fácil? Não, até porque não vim aqui lhe prometer uma receita infalível de como aumentar a renda da sua empresa, só vim lhe alertar que, talvez você não esteja inovando como deveria.

Nunca descarte a possibilidade de adquirir experiência através da troca com outros empresários. A ideia de competição mudou para fusão. Empresas inteligentes ganham o mercado quando o foco é a experiência do cliente e acompanhar as inovações. Seja estratégico, e lembre-se, você quer ganhar, mas sua parceira também quer, ambos precisam estar satisfeitos.

Bom, esses três argumentos já podem fazer uma grande diferença na sua empresa, eu poderia falar ainda sobre treinamentos, melhoria de produtos e serviços, mas aos poucos eu vou soltando aqui no blog e espero que vocês gostem e acompanhem, o principal aqui é: Comece a ter uma cabeça mais aberta a mudança, o crescimento não virá sem mudanças, ser inovador não é sair atirando pra tudo que é lado, mas atirar no momento em que se acredita poder melhorar a experiência do cliente com a marca, nem sempre você vai acertar, mas isso também faz parte do processo.

Atualmente não há comentários.