A Caixa Econômica Federal anunciou uma nova linha de financiamento habitacional em que os contratos serão corrigidos pela inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais uma taxa fixa.

 A taxa dessa nova linha é de 4,95% ao ano + a correção do IPCA. Mas esse percentual pode cair até 2,95% do valor financiado, dependendo do relacionamento do cliente com o banco e do risco de inadimplência.

Ma será que vale a pena?  Veja os prós e os contras do financiamento atrelado ao IPCA.

Prós 

  • Prestação inicial fica mais barata.  A primeira parcela do financiamento na menor taxa com IPCA é praticamente a metade do valor da prestação pelo juro mais alto com TR.
  • Prazo curto. Se o seu objetivo for quitar a dívida em um prazo mais curto, de até 10 anos, pode valer a pena adotar o novo tipo de contrato.
  • Acesso ao financiamento. Com as parcelas mais baixas, mais famílias podem ter acesso ao financiamento imobiliário e comprar imóveis de valores mais altos.

Contras

  • Mais caro e mais arriscado. Se o contrato for de longo prazo, de 30 anos por exemplo, o crédito imobiliário com correção pelo IPCA tende a ficar mais arriscado e mais caro do que o formato de financiamento atual que utiliza a TR como indexador.
  • Você assume o risco. Se a inflação disparar, as parcelas do financiamento disparam junto. É um risco que você assume sozinho. Não é à toa que as taxas fixas são mais baixas nessa modalidade.
  • Imóveis mais caros.  Hoje o mercado imobiliário está parado, mas se as parcelas iniciais desse tipo de financiamento ficarem mais baixas e atrativas, a procura por imóveis tende a crescer – o que pode, consequentemente, aumentar os preços por metro quadrado.

Vale lembrar que os contratos atrelados ao IPCA serão uma opção aos clientes.  A adesão não é obrigatória. Quem quiser poderá fechar um financiamento corrigido pela TR mesmo.

Atenção: se está pensando em financiar um imóvel, é importante comparar o valor das parcelas (com juros) ao de um aluguel e ao rendimento obtido ao investir o valor de entrada.  Você também deve colocar no seu planejamento as possibilidades de imprevistos como desemprego e outras mudanças na renda. É sempre bom analisar todas as situações antes de fechar qualquer contrato.

  • Martha Aulete

    Bom…,
    Tem gente que adora falar mal de jornais e noticiários.
    Se jornal (e se o jornalismo) são desonestos, é preciso provar.
    O importante no entanto, no momento é o seguinte (hiper importante, primordial): Sr. Moro é HERÓI brasileiro. Nº 1.
    O PT é Kitsch, picareta e vigarista. O PT é brega. O PT é Ersatz. Moro é elegante.
    Nesse governo atual Sr. Moro é o mais brilhante de todos. E o mais PRI.MOR.DIAL.
    Querem verdade? Eis aí uma verdade gritante!!

  • Christian Alves Corretor em Cachoeirinha

    Acredito que o financiamento imobiliário e o mercado em geral precisa de mais atenção, ou teremos sérios problemas nesse setor em breve. Acredito que ninguém quer isso, nem governo, nem o mercado imobiliário e muito menos quem ainda não tem a casa própria. Oremos.

Deixe uma resposta Martha Aulete
Cancelar reply