O que fazer se a conta não chegar?
Consumidores devem receber recibo de quitação anual de contas

rato2De acordo com uma pesquisa realizada pela Serasa Experian, a cada 15 segundos um brasileiro é alvo de uma alguma tentativa de fraude utilizando seus dados para obter crédito e realizar compras. Atualmente, o golpe “da moda” é o consumidor receber uma carta da Serasa informando que, em razão de uma dívida, determinada empresa solicitou a inclusão do seu nome no cadastro de maus pagadores. Sendo que o consumidor não fez nenhuma compra naquela empresa, o que indica ter sido vítima de um golpe.

Por isso fique atento. Quando receber a carta verifique a origem dela, ligando para o credor; o valor do débito e o contrato da compra. Ao perceber que a dívida não existe, entre em contato com o SPC/SERASA e conteste sua inclusão na lista de devedores.

Vale lembrar que a tanto a Serasa quanto o SPC notificam o consumidor apenas por carta, contendo o prazo para entrar em contato diretamente com o credor, pagar o débito e regularizar a situação. O documento tem sempre como remetente a própria entidade e nunca um terceiro.

Outros Golpes

Um dos golpes mais tradicionais é o envio de mensagens pelo celular informando que o destinatário ganhou algum prêmio, como carros, motos e Tv de LCD, e que para resgatar o prêmio é necessário apenas depositar o valor do frete para o envio do produto.

Outro golpe que faz muitas vitimas é o que promete falsos empréstimos através de classificados publicados em jornais, afirmando que libera o financiamento sem consultas aos órgãos de proteção ao crédito (SPC e SERASA), e que exigem como condição para liberar o dinheiro, que o consumidor deposite antecipadamente alguma quantia de dinheiro.

Uma armadilha que ainda engana muitas pessoas, principalmente idosos, é realizada através de ligações telefônicas, em que o criminoso liga se dizendo gerente de banco e informa que existe um saldo a ser creditado na conta da vítima, referente a algum crédito tributário, ações de telefonia, seguros a serem resgatados, e que para receber o crédito, o consumidor deve informar alguns dados, inclusive senha.

Os golpes que mais cresceram nos últimos anos são praticados através da internet, por meio de lojas virtuais que simulam os sites originais de empresas reais, tendo a mesma aparência, e se aproveitam do consumidor para roubar seus dados e senha, além de nunca entregar o produto.

Diante de casos como estes mencionados, alguns cuidados são necessários para evitar problemas:

– Não existem ofertas milagrosas, principalmente quando se é sorteado para uma campanha que sequer está participando;

– Nunca faça depósitos antecipados para receber qualquer tipo de premiação ou financiamento;

– Não assine documentos sem ler atentamente as condições;

– Evite fornecer seus dados a quem você não tenha relação comercial.

Na dúvida, procure o Procon, que dará todas as informações necessárias e poderá verificar se há registros de golpes em casos semelhantes.

  • rosania cistina de araujo silva

    Bom dia!
    Eu recebi uma ligação na loja que trabalho dizendo que tinha direito a uma lista telefonica e não pagaria nada e queria confirma dados, falei com a dona e ela autorizou.
    Fiz a confirmação e a pessoa disse que eu tinha que asssinar um documento, só que eu vi que tinha uns valores retornei a ligação e ela disse que eu não me preocupasse por que eu não ia pagar nada que isso era referente ao ano de 2013 que a loja contribui. Agora estão cobrando um valor de 398,00 a pacela e se eu quiser cancelar eu tenho que pagar 2,388 que é a metade do valor. só que eu não sabia que era o GOLPE DA LISTA TELEFONICA.
    Agora não sei o que fazer me Ajuda por favor.