Na pressa, FAF foi na ‘contra mão’ e Governo recolocou o futebol na ‘mão’ – Blog do Marlon
Indefinições refletem a dificuldade para o futebol neste momento
CSA evolui e mostra potencial para ser competitivo

 

‘O apressado come cru’. O ditado popular cai como uma luva para os últimos acontecimentos no futebol alagoano.

Ainda no domingo, a CBF determinou a paralização imediata de todas as competições promovidas por ela. Ainda no domingo, a Federação Alagoana de Futebol chancelada por um desejo dos clubes, agiu de maneira açodada e anunciou a continuação do Alagoano, inclusive, antecipando jogos.

O presidente da FAF, Felipe Feijó, tentou resolver e ficou mal para ele pois menos de 24h depois da FAF informar que teríamos jogos, o Governador Renan Filho determinou a paralização do Alagoano. A leitura é simples a FAF foi na ‘contra mão’ do que está acontecendo e o Governo recolocou o futebol na ‘mão’.

Na entrevista concedida pelo presidente da FAF a tônica foi ressaltar os prejuízos dos clubes, minimizando o assunto. A FAF perdeu a oportunidade de tomar uma decisão em função dos atletas e acima de tudo, em favor da população.

Chamo atenção que o decreto governamental fala em ‘jogos com portões fechados’, mas como a FAF já falou em ‘minimizar prejuízos’, não imagino que nos jogos com apelo de público, como as partidas que complementam a rodada já aberta, os clássicos CSA x CRB e CSE x ASA, as semifinais e as finais possam ser jogadas sem público.

A situação é um caso de excepcionalidade e todo mundo está envolto em prejuízo. Competições como NBA, F1, Champions League, Premier, BundesLiga, SérieA, La Liga, Eurocopa, Copa América, Libertadores, Eliminatórias para Copa do Mundo tem compromissos comerciais gigantescos, apelo popular, e muitos prejuízos para equipes.

O momento é de pensar na saúde da população, em situações que não possam ir de encontro ao momento vivido por todos. È momento de colaborar para não ampliar o contágio. O futebol, a FAF, os cubes tem responsabilidade com isso.

Atualmente não há comentários.