A reação necessária a agressão sofrida pelo Palmeiras – Blog do Marlon
Camisa 10: quem leva vantagem entre Sávio e Menezes?
Repetição novamente dolorida

A covarde agressão ao ônibus do Palmeiras momentos antes da partida contra o Junior Barranquila (Colômbia) pela Taça Libertadores da América expõe o quanto a relação entre clube e torcida organizada é danosa ao futebol.

O ato tramado – e executado – por meliantes travestidos de torcedores expõe o quanto é promiscua a relação envolvendo clubes, jogadores, patrocinadores e torcidas organizadas.

O conceituado jornalista Juca Kfouri usou seus canais para relatar que a agressão ao ônibus mostra um momento de divisão na principal torcida organizada do Palmeiras, a Mancha Verde. Também existe uma insatisfação após a eliminação do Palmeiras da semifinal do Campeonato Paulista para o São Paulo.

Ontem (quinta-feira), a Polícia deteve dois torcedores e isto mostra um encaminhamento importante. Muitas das agressões mostra a revolta da torcida organizada mas não existe investigação. Se tivermos de maneira mais frequente o tripé investigação – apuração – punição, os casos tendem a retroceder mas no Brasil a impunidade e a cumplicidade com clubes, dirigentes, patrocinadores e jogadores tendem a levar o caso ao esquecimento.

É bom lembrar que a Escola de Samba Mancha Verde contou com um vultuoso apoio financeiro do patrocinador máster do Palmeiras, jogadores gestos e símbolos que remetem a torcida organizada, dirigentes buscam apoio político, admitem medo de represarias e muitas vezes se dobram.

O clube precisa entender que é necessário se proteger, fortalecer o apoio aos seus jogadores e muitas vezes limitar a relação com as torcidas organizadas. Imagino o terror e o constrangimento de profissionais como Felipão, Dudu, Fernando Prass, Felipe Melo vivenciaram.

Flagrado fazendo gesto com a mão , como se fosse uma arma teve uma explicação imediata a repercussão. Segundo o jogador não havia relação com o ocorrido. O gesto é de um jogo no videio game que Felipe joga com seu filho.

É necessário que todos que fazem parte do futebol sejam solidários, expressem a indignação, reajam. Esta é uma luta de todos e precisa de reforços pontuais.

  • Ivo

    Muito oportuno seu comentário às vésperas de uma decisão. Isso serve como advertência para aqueles que ficam pensando que não podem sair derrotados.Menos estupidez, é mais racionalidade em tempos de decisão.

  • Guedes

    Acho que é dado muita mídia pra esses casos, que é exatamente o que eles querem. Na minha opinião, teria só que investigar e punir esses bandidos sem que desse notoriedade.

  • TIM MAIA

    Os grandes culpados pela violência como um todo no futebol são determinados dirigentes que para se promoverem incentivam a balbúrdia e a ridicularização da instituição contrária a sua. Em Alagoas temos um grande exemplo por parte de um presidente de um dos grandes clubes de Alagoas.