Repetição novamente dolorida – Blog do Marlon
A reação necessária a agressão sofrida pelo Palmeiras
Questionamentos ao modelo de jogo do CSA

CRB perde para o Bahia a dois m8inutos do final e está eliminado da Copa do Brasil – Foto: Felipe Oliveira- E.C. Bahia

 

Parecia que o torcedor do CRB estava revendo a partida de sábado. Já eram os acréscimos quando o CRB tomou o gol em uma ‘nova jogada juvenil’ do sistema defensivo. Com falha absurda de Guilherme Mattis, que preferiu simular uma falta a disputar o lance, e um frangaço de Edson Mardden.

O resultado causou uma nova eliminação praticamente 72 horas depois da – também – traumática derrota para o Santa Cruz.

A partir de agora com apenas a decisão do Alagoano em jogo, o CRB precisará recuperar-se fisicamente deste seguido desgaste, mas também – e principalmente – reestabelecer o espírito emocional e a confiança. Neste período, a equipe perdeu o treinador em uma discussão absolutamente desnecessária para o momento, tem jogadores que não estão 100% no aspecto físico e precisará entender e absorver, em pouco tempo, o trabalho de Marcelo Chamusca.

Esta decisão será muito mais de transpiração, superação para o CRB do que de aspectos técnicos. Chamusca poderá fazer o feito deste time corrigir as valências que Roberto Fernandes insistiu, trabalhou e o time não deu as respostas.

Concentração, qualidade no terço final, tomada de decisões corretas e regularidade farão parte de um cardápio absolutamente necessário para o CRB ser campeão.

O Jogo tático

A equipe do Roger ainda com a cara do Enderson. O novo treinador manteve até a mesma escalação. Mas observei um time que mais apoiado, trocando mais passes, buscando o jogo de triangulação. Porém o CRB travava bem com as duas linhas de quatro e com Zé Carlos e Felipe Menezes a frente destas linhas.

O Bahia começou o jogo buscando os duelos pelos corredores, onde o tricolor começou a levar vantagem. Mas o CRB conseguiu travar também os corredores e o Bahia passou a insistir por dentro, onde havia um posicionamento muito bom. O desenho tático era marcar atrás da linha divisória do gramado e a partir deste momento acontecia a aproximação e a compactação das linhas.

Desta maneira, o CRB conseguiu levar o jogo sob controle. Até que aos 32 minutos, o CRB desperdiçou uma grande chance com Dirceu Lucas. O Galo conseguiu valorizar a posse da bola, iniciar a jogada em um corredor e terminar no outro, com ataque de um homem surpresa, que foi o Dirceu Lucas. Esta foi a chance criada dentro do objetivo traçado de jogar por uma bola.

No segundo tempo, o CRB abdicou de jogar. Zé Carlos saiu machucado, em um lance de infantilidade, Igor tomou o segundo amarelo e foi expulso. Com 11 o CRB já era reativo, não tinha propositura e passou a marcar ainda mais baixo. Claramente a estratégia era levar o jogo para a disputa dos tiros livres. O Bahia teve um jogador expulso e igualou numericamente as duas equipes.

Mas o time baiano seguiu criando uma pressão. Faltando pouquíssimo tempo, surgiu um lance despretensioso. Tudo começou com Nino Paraíba chutando de fora e a bola espirrando e indo parar no corredor esquerdo, encontra Gilberto que joga para área, tem o corte parcial, quando ela sobe, o zagueiro Guilherme Mattis opta por tentar uma falta, não disputa a bola, Elton ganha a disputa por espaço e chuta fraco porque estava desequilibrado, a bola é defensável, mas estava muito próxima do Edson Mardden, que toma um frango gigantesco, com a bola passando por baixo das suas pernas. A bola sequer toca a rede, passa a linha do gol e para logo depois. Bahia 1 a 0 e CRB eliminado.

Elton foi o destaque da partida. O volante que mais participava do momento ofensivo do Bahia, finalizava e acabou sendo premiado com o gol. Melhor treinador foi o Roger Carvalho porque sempre mexeu procurando a vitória e teve a sorte de não levar o jogo para a disputa das penalidades.  O árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) teve uma excelente arbitragem.

  • TTYRONE

    TIME SEM ALMA!!!!

  • Antônio R.

    Alguém pode mim dizer, quanto foi o jogo da galinha de roteiro e o esquadrão de aço.

  • Cardoso

    Eita Antônio, eu também quero saber, não é Malafaia, quando o AZULÃO perde, tu vem aqui comentar, agora quando tua galinha de roteiro perde tu desaparece, ou torcedor fubá, na certa ele tá sem poder sentar depois da aposta quê fez no timeco de roteiro, não é Zé galinha.

  • Ricardo Barbosa

    Alguém pode informar como foi a atuação de cada clube Alagoano na Copa do Brasil desse ano? Quem não jogou ontem estava de folga na rodada ou estava jogando a Copa do Nordeste?

  • Ricardo Barbosa

    Que time limitado esse CRB. Pra o Ferrugem está no banco de reservas é porque tá na hora de ir embora! Pra Série B tem que contratar um time inteiro e dispensar:

    Goleiro(s): Cris (Nem pra reversar de time de racha serve) e Vinicius
    Lateral(ais): Junior e Guilherme
    Zagueiro(s): Guilherme Mattis
    Volantes: Ferrugem (que vai embora e vai tarde)
    Meia(s): Danilinho e Polaco
    Atacante(s): Balotelli, Bala, Sanches, Zé Carlos e Victor Rangel

    Tem que contratar pelo menos:

    2 Goleiros
    1 Lateral Direito
    1 Lateral Esquerdo
    2 a 3 Zagueiros
    2 Volantes
    3 Meias
    3 atacantes de velocidade/beirada
    2 Centroavantes

    Se não contratar e mudar radicalmente esse elenco, a certeza da Série C será um fato. Da C vamos pra Série D.

  • José A de Oliveira

    O zagueiro Guilherme Mattis o principal responsável pelo gol do Bahia, a bola era dele poderia tirar com a cabeça ou ocupar o espaço e dar um bico pra frente ou se tivesse tranquilidade dar um passe pra alguém armar um contra ataque. Concordo com o torcedor Ricardo Barbosa diretoria precisa dispensar jogadores mais não todos da sua lista, concordo Goleiro Cris não serve nem para reserva, CRB precisa contratar um goleiro melhor que Edson Madden, um goleiro que seja bom em penaltis também. Lateral Junior é fraco mais dar para continuar com alguém melhor como titular, Guilherme Mattis falha demais não dar para continuar, Ferrugem não dar parece que está jogando de má vontade, precisa ser dispensado, Danilinho, polaco e Hugo Sanches, Zé Carlos já deu. Esses jogadores precisam serem dispensados.

  • nailton alves da silva

    não concordo pois acredito no elenco pena que o Fernandes saio, é só lembrar que não pode dar moleza e tomar atitude e fazer o que é certo e não esperar por ninguém e principalmente no lance que eliminou o time nas duas decisões nu ultimo lance da partida que até o goleiro poderia ter se atirado no meio e pego a bola ele fica indeciso nesses momento que o lance acontece perto dele, mais é um bom goleiro só falta ser mais decisivo em lance desse tipo é acreditar mais.

    • José A de Oliveira

      Sua crença está errada, nas duas partidas decisivas em competições diferente CRB foi derrotado, esse elenco é fraco tem os piores ataque das competições que participa, não marca gol e sofre gols porque não tem raça no final das partidas, William Barbio foi um dos responsáveis pelo gol que levamos, a bola era dele jogador do Bahia que teve raça ganhar conseguiu ganhar, Guilherme Mattis é fraco falha demais perdeu a bola que também era dele e o goleiro é bonzinho mais fraco nos momentos decisivos e em cobranças de Pênaltis.

  • Antônio R.

    O AZULÃO precisa também fazer uma limpa, mandando vários jogadores embora e contratando outros, prá falar a verdade, eu só ficaria com os do ano passado o restante mandaria todos embora.

  • ROBERTO PAIVA

    CONCORDO COM ANTONIO R.
    NO AZULAO A LISTA DE DISPENSADOS SERIA MUITO AMPLA;
    MAS EU COMECARIA COM: AMARAL-CARLINHOS- CASSIANO- ARMERO E OS ZAGUEIROS RONALDO E RONY

  • Luiz R S Filho

    No AZULÃO……o inicio de dispensa seria pela Comissão Técnica…..Treinador sem a menor condição de comandar o Clube na Série A…Na Série B j´á se arrastou.