CSA vence um time inofensivo com Cabo entendendo o que o jogo precisava no 2º tempo – Blog do Marlon
CRB compete com outro time de Série A e joga bem em um grande jogo no Rei Pelé
CRB volta a apresentar futebol com intensidade e organização

A felicidade da imagem de Pei Fon: Patrick Fabiano (99) e Didira (19) autores dos gols na vitória do CSA – Foto: Pei Fon

 

A primeira vitória do CSA na temporada teve dois momentos absolutamente distintos. Um primeiro tempo previsível com o CSA tendo muitas dificuldades e um segundo tempo com um time voando, fazendo dois gols e podendo ter feito cinco ou seis contra um Jaciobá absolutamente inofensivo.

Ainda é um CSA em construção mas fica claro, principalmente no primeiro tempo, que a equipe tem dois volantes que não participam do momento ofensivo e com a marcação encaixada em Didira, Matheus Sávio e Régis, o time fica previsível e que o lateral Pedro Rosa tem uma ótimo posicionamento defensivo, mas não tem qualidade no aspecto ofensivo e participa pouco, chega e toca de lado, sem dar profundidade, sem atacar espaços.

Marcelo Cabo mostrou que tem alternativas no lado esquerdo. Ele pode usar Régis, como foi utilizado, pode utilizar Rafinha com uma dobra. No meio ainda não foi demonstrado como mudar a característica dos volantes. Mauro Silva parece ter mais saída de jogo, ultrapassagem que Dawhan, mas por enquanto apenas aparece.

A sequência de trabalho e as opções que existem no próprio elenco podem trazer um momento diferente para o time do CSA.

O jogo tático

 

Csa – Na 1ª etapa um time que apresentava um desequilíbrio no momento de atacar , o Lado direito apresentava Regis como extremo , Celsinho como lateral e o apoio de Dawhan . O trio conectado chamava a atencao da defesa , enquanto Mateus Sávio oferecia profundidade . Detalhe para falta de jogo pelo corredor lateral esquerdo onde existia um espaço para jogar ofensivamente não aproveitado

 

CSA enfrentou uma equipe inofensiva, veio para se defender e jogar por uma bola.

Jaciobá veio com uma proposta de marcar mais baixo e encaixar marcação no seu campo. O CSA insiste com dois volantes e com um lateral que não ataca então fica previsível.

Quando a marcação é encaixada em Matheus Sávio, Didira e Régis, o time fica sem ter o que fazer. Dawhan ainda não é o volante que sabe fazer a jogada de ultrapassagem, daquele volante que ataca o espaço, que pisa na área, finalizar. Ele até tentou mas a qualidade técnica deixa a desejar.

 

A Imposição da 2ª etapa veio com o momento de projetar os laterais como extremos , Celsinho e Regis ( novidade como lateral esquerdo) Jhon Cley e Didira atraindo os laterais para o corredor central , construindo o espaço há ser atacado pelos laterais , ofertando apoio, opções de linhas de passe para Mateus Sávio e Companhia para Patrick Fabiano no ataque.

 

Diferente do jogo com o Vitória, o CSA veio com Régis pela direita e Didira pela esquerda, dando amplitude, fazendo a defesa alargar um pouco mais. Porém no lado direito chegou a funcionar mas no lado esquerdo e isto trazia um certo desequilíbrio. O Pedro Rosa marca muito bem, ocupa o espaço defensivo pelo lado esquerdo, mas não é participativo ofensivamente.

O gol surgiu já no final do 1º tempo, pela briga, pela disposição do Patrick Fabiano e que no rebote Didira finalizou fazendo 1 a 0.

No intervalo, brilhou o trabalho do Marcelo Cabo. Ele visualizou o que o jogo pedia. Até achei que o CSA respeitou demais o Jaciobá mas voltou diferente. Projetou os laterais ao mesmo tempo e inverteu o lado de Didira e Régis para que a perna boa viesse para o corredor central, deixando o corredor para que o lateral atacasse. Logo aos dois minutos isto aconteceu. Jogada com troca de corredor em bola longa, Celsinho saiu no lado cruzou e Patrick Fabiano quase marcou.

A palavra do segundo tempo foi imposição de jogo. Na primeira troca no jogo, Cabo mostrou sua inteligência. Sacou o Pedro Rosa e utilizou o Jhon Cley, trazendo o Regís para a segunda linha e ofertando aquilo que o Pedro Rosa não oferta, que era atacar, o jogo ofensivo, chegar no fundo do campo.

Logo depois, o CSA fez dois gols pelas laterais, funcionando o novo posicionamento, a imposição de jogo, ora com Régis, ora com Celsinho. CSA ainda desperdiçou outras oportunidades. CSA sobrou em cima de uma equipe que não exigiu quase nada do seu sistema defensivo.

Destaque para o bom jogo que fez o Amaral. Tomou conta do corredor central, desarmou e até tentou finalizar. Não tem a bola longa mas na verdade, nunca teve em toda carreira.

Fiz críticas aos números da camisa do CSA imperceptíveis e ao que entrega o jovem Ramon. É muito pouco que ele apresenta. Nestas condições preferiria ver um jogador da casa, Jessinho, por exemplo, que foi bem na Copa São Paulo.

Patrick Fabiano foi o craque da partida

Celsinho foi o garçom, mesmo no primeiro tempo quando o time não foi bem, ele surgia como opção.

Melhor treinador foi Marcelo Cabo.

O árbitro Jonata de Souza Gouveia foi bem na partida fazendo uma atuação segura e em cima de todos os lances.

  • AZULINO BEBEDOURO

    Os dois tempos distintos na vitória de ontem é fruto de um time fraco, montado para disputar o Alagoano 2019. O time de 2016 que subiu para a Série C é um bilhão de vezes melhor que o deste ano. Não consigo entender a teimosia do treinador em escalar o time com dois volantes rasga grama e sem criatividade nenhuma para criar jogadas ofensivas. No setor de meio de campo, o CSA só conta com o Matheus Sávio, muito pouco para um time de Série A. Outra coisa que não consigo entender é a barração do lateral-esquerdo Rafinha e a insistência com o inútil Pedro Rosa! CSA merece um time melhor!

  • MAIOR DE ALAGOAS

    Com esse esquema tático do marcelo cabo de 4-5-1 o csa será um fracasso no campeonato alagoano e na copa do nordeste, desses jogadores indicados pelo cabo só se salva 5 jogadores que da para aproveitar para SÉRIE-A que são João Carlos, Castar, Matheus Sávio, Patrick e (Régis para jogar como Lateral). Os demais jogadores que ele indicou pode comprar passagem de volta pra todos eles. Seria muito melhor manter a base da série B, Xandão, Daniel Costa e Berola tinha vaga certa nesse time fraco que o Cabo Montou. Tem que alguém ir falar com RT pra acordar esse Marcelo cabo e VOLTAR URGENTE PRA O ESQUEMA TÁTICO 4-4-2, parar de insistir em jogar com dois volantes burros que não sabe sair pra o jogo e colocar mais um atacante de beirada pra jogar com o Patrick e trazer o Regis pra lateral direita pra ver se melhora, por que se não fizer isso Adeus ALAGOANO E COPA DO NORDESTE.

  • ivo

    Ôxente! O técnico do csa, Marcelo Cabo , classificou a vitória como convincente e que está satisfeito, diferentemente de alguns marujos que já começaram a chiar. No jogo de Galo contra o Coruripe, menosprezaram a equipe interiorana taxando-a de time de ” véios”,”coisa anti-ética” citando inclusive o nome de alguns jogadores com deboche. No jogo do Csa com o Jaciobá no primeiro tempo não vi essa superioridade gritante, apenas um gol no bate rebate,mesmo sabendo que o salário de um ou dois jogadores do time da capital, paga a folha do Jaciobá. Vamos caminhar mais um pouco e veremos, até agora a bola maruja tá meio que murcha, o técnico do ASA já foi; Marcelo;…cuide-se. Os jogos a seguir, não tem moleza, moleza só no alagoano e mesmo assim, já levaram uma lapada boa do Dimensão Capela. Pra tomar tenência, como diziam os antigos, kkkkkk

    • MAIOR DE ALAGOAS

      Ivo, infelizmente não da para discutir futebol com as galinhas, por que estamos em um patamar totalmente diferente da galinhada, SOMOS ELITE DO FUTEBOL BRASILEIRO, vá comentar nas materiais do ASA, JACIOBÁ, CORURIPE, DIMENSÃO E MURICI que estão no mesmo nível da galinhada. Se um dia a galinhada chegar na série-A nós voltaremos a conversar.

      • ivo

        O DIMENSÂO CAPELA, colocou uma mancha no lugar da estrela, kkkkkkkkkkk , chupa que é de uva!!!Ainda bem que a marujada continua sonhando com o ano que passou, quando acordar a vaca pode tá no brejo, continue sonhando,maior(MEIA BOCA) das alagoas,, aliás tem uns torcedores meia boca, do cesiah, que insiste em colocar codinome nunca coloca o nome, são os beija-flor…Vê só as figuras!!! maior das alagoas, azulino jacarecica, num dá nem pra fazer uma dupla caipira com esses nomes. kkkkkkk

        • MAIOR DE ALAGOAS

          IVO, aposte o caneco denovo que o CSA MAIOR DE ALAGOAS não vai permanecer na SÉRIE-A. vcs regatianos só sabem fazer isso e outra todo domingo pode ligar no fantástico pra ver o AZULÃO ganhando ou perdendo e no globo esporte nacional no dia seguinte do jogo tbm, pq só passa os times grandes nesses programas. SE FICAR PUTO É PIOR!

        • Azulino da grota e da Serra

          Esse ivo apostador de caneco é um babaca mesmo, começa com um discurso de politicamente correto e depois não aguenta os argumentos dos Azulinos, tá na hora do blog bloquear esse comédia.

    • AZULINO JACARECICA

      Ivo, as suas galinhas pintadinhas rosadas já colocaram ovo? Vai catar o ovo das suas galinhas! E se ficar puto é pior!

    • Jão

      Meu caro só tenho uma certeza esse time de bola murcha vai meter levada na sua galinha…. E será com esse timinho aí viu??? Se cuide nao

    • Azulino da grota e da Serra

      Ivo babaca aposta ku vai pra o galinheiro do teu timeco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
      Ele se orgulha do grande nome dele “ivo aposta ku”. Kkkkkkkkkkkkk
      Teu nome não deixa de ser um pseudônimo nome pois não há cadastro de documento por parte do blog babaca.kkkkkkkkkkk
      Fake aposta ku kkkkkkkkkkk

      • ivo

        O nível baixou demais, tô fora, aliás os caras pensam que estão escrevendo para os familiares leem.

  • AZULINO BEBEDOURO

    Sou regateano, mais depois daquele comentarista colocar os times do Nordeste lá para baixo, eu quero que o csa mostre também a força do Nordeste para calar a boca deles, agora terá que reforçar o time, porque este que está jogando, se não mudar, teremos que ouvir o comentarista dizendo que já sabia.

  • Albino

    Quem comentou isto foi eu, Albino.

  • Azulino

    Sou azulino e concordo com o regateano Ivo. Ele está mais que certo. O CSA precisa mostrar um futebol mais competitivo.

  • Pedra Noventa

    A soberba do treinador e da diretoria que deu carta branca para ele trazer esses jogadores perebentos, vai afundar o glorioso azulão.

  • André

    Acho que a explicação do time do primeiro tempo é dar entrosamento o time que vai enfrentar o Fortaleza, que deve ir mais reativo, no segundo tempo ele testou um esquema pra buscar resultado. Cadê o Jhonnatan? Vai ser titular nesse time?

  • venezuela

    O presidente do CSA precisar abrir os olhos 👀 e tbm escutar as pessoas . Infelizmente esse time ta fraquissimo. Mais vamos ver domingo contra o fortaleza e a prova final …. Se o time não render . Pq realmente não prestar…

  • Ferreira

    Ninguém fala que CRB venceu um time fraco, montado em cima da hora, e gostar de criticar o csa essa mida

  • venezuela

    Ta na hora do presidente do CSA . Tomar providencia sobre a falta de respeito da policia estadual com a nossa torcida de barrar e fecha portões como aconteceu ontem no trapichao
    Aquilo e uma palhaçada falta de respeito c os torcedores e o despreparo da policia estadual . Vergonha total . RT vamos agir isso já passou do limites e MPE vamos cobrar do governador mais preparo pra policia estadual e respeito c as pessoas q pagam ingresso e sai de casa 🏠 p assistir uma partida de futebol….

  • Nilton

    Time limitado, foi o que vi no Rei Pelé, com exceção da inteligência do Matheus Sávio, o goleiro não foi testado, destacar Amaral é brincadeira, seu futebol é limitadíssimo e se contra um time inofensivo ele não atuasse bem, poderia ir embora ontem mesmo, falando do Patrick Fabiano, fez dois gols que era mais do que obrigação afinal de contas treina pra isso, mas perdeu dois que o atacante nato não pode perder. O lateral esquerdo é uma piada, Pedro Rosa pode ir embora já!.
    Marcelo Cabo pragmático, fez o de sempre. O time venceu da forma que venceu, em razão do placar do intervalo ter dado mais tranquilidade, não sei qual jogo o nobre blogueiro assistiu, mas a superioridade do CSA deu-se pelo time limitado que enfrentou e não por qualidade técnica do azulão do mutange, muito menos pela leitura do pragmático Marcelo Cabo
    Saudações azulinas
    att, Nilton