CRB volta a apresentar futebol com intensidade e organização – Blog do Marlon
CSA vence um time inofensivo com Cabo entendendo o que o jogo precisava no 2º tempo
Novo CRB vai a Salvador e conquista um ponto com sabor de três

Jogadores comemoram gol da vitória do CRB: intenso e com organização – Foto: Pei Fon – TNH1

 

 

O CRB surpreendendo mais uma vez pela intensidade que se joga, pela organização em pouco tempo de trabalho. Time com dinâmica e com conceitos já estabelecidos.

Foi um planejamento diferente. Em Salvador, o CRB foi reativo e  nesta partida contra o Coruripe, o time teve que propor o jogo e se impôs desde o começo.

 

A imagem mostra o CRB de Posse de Bola , dinâmica dos dois laterais oferecendo amplitude e profundidade simultâneas, ambos abertos e espetados sobre a defesa adversária, empurrando o trio ofensivo ( Principalmente os extremos Hugo e Polaco) para o corredor central, jogando “ entrelinhas” nas costas dos volantes .

Não veio com volante jogando pelos lados, veio com um 4-3-3 e com posse de bola 3-4-3, pois o volante Matheus Silva fica junto dos zagueiros e os laterais alargam o campo, ofertando amplitude. O time já trabalha com triângulos pelos lados, sendo em um lado, Igor, Felipe Menezes e Hugo Sanches e no outro lado Junior, Ferrugem e Polaco.

Criando situações pelos lados, o CRB ganhou do Coruripe sem grandes sustos, mesmo com o técnico Roberto Fernandes tendo ressaltado três grandes sustos que o time levou. O Coruripe apresentou uma tradicional linha de quatro com dois volantes a frente, mas sem demonstrar força ofensiva.

 

Esta imagem demonstra a dinâmica do 3-4-3 se transformando em um 2-3 -5 na fase ofensiva, muitas vezes o Mateus 5 se adianta à linha dos armadores, aumentando a superioridade no corredor central e incrementando ainda mais as possibilidades de circulação e de ataque posicional. Forma-se então o 2-3-5, a famosa Pirâmide . Pirâmide do Roberto Fernandes

 

O CRB criou bastante mas fez apenas um gol. A equipe chega pelos lados, em bola parada, A questão de finalização deverá trabalhada buscando mais precisão considerando um início de temporada.

Melhor goleiro:Alexandre (Coruripe)

Dono do jogo: Matheus Silva, é um jogador que desarma já armando e oferta ao treinador opções para definição na posição de volante, com Claudinei e Ferrugem, sendo os concorrentes.

O garçom da partida foi Hugo Sanches.

  • um ALAGOANO

    Espero Marlon que o Ze Carlos não atrapalhe o plano de trabalho do Roberto Fernandes e que o Presidente não vá atender a qualquer pressão sobre isso do Zé Carlos.

    • Thiago

      Amigo, o Zé Carlos foi um pedido do treinador diante das opções que se apresentaram no mercado, visto que a posição de centroavante é a mais carente de renovação do futebol brasileiro. Esclarecido isso, o que dizem é que estão vendo um Zé Carlos bem focado e determinado nos trenamentos. Esse time veloz com a inteligência do Zé para fazer parede e colocar a bola para dentro tem tudo para dar certo.

  • DUARTE

    Parabens , sou alagoano e morando fora de Alagoas , pedi sugestão aos meus amigos de conteudo sobre o futebol Alagoano, me indicaram seu blog , de pronto disse esse cara azulino , mas venho muito tempo observando, sua forma de conduzir seus conteudos são fantasticas. Parabens.

  • Felix

    Pronto agora o CRB é o Liverpool! pega um time de velho com edson Veneno , etinho e ivanzinho kkkkkkk ganhou na raça. Piadaesse texto.

    • ivo

      Calma Felix! Não fique assim! O Galo esta formando um time para competir com o csa, que ainda considero o favorito. Quanto a apresentação do CRB, desde o jogo com o Bahia, serie A, com o time profissional, na Fonte Nova, com um excelente público deu demonstração que esta arrumado, jogando com consciência sabendo o que quer, contra o Coruripe não seria diferente, quanto a esse kkkk é pra disfarçar a vergonha que vocês passaram lá em Capela, se cuidem o tiro é curto. Começamos bem, quanto a vocês… Bem… espero que melhorem, e, muito.

  • Fernando

    Marlon, parabéns pela análise. O time do CRB está se encontrando e tem tudo pra se entrosar totalmente ao longo desses duas semanas! Um ponto negativo que observei foi a defesa, com apenas o Edson mostrando um pouco de segurança, mas como é início de temporada estão se ajustando.

    O time do Coruripe tem um ataque rápido, onde o Goleiro E. Mardden fez defesas arrojadas, sempre que foi acionado.

    Esse elenco pode até não ganhar nada, mas pelo menos mostram que jogam futebol de verdade.

    Avante GALO. Vamos pra cima!

  • Luiz Gustavo

    Boa tarde,
    Concordo com você Felix, realmente um time imbatível…
    Bela leitura Marlon,

  • Guedes

    É bom que se diga que desde o ano passado que o Time do CRB era melhor do que o do CSA em todas as posições, e esse ano não tá sendo diferente. O que sobrou no ano passado ao CSA foi sorte e muita

  • Thiago

    Marlon, concordo com o post. Apesar da fragilidade do Coruripe ( a cada ano a distância de CRB e csa se torna maior para as equipes do interior), pelo tempo de trabalho e por ter um elenco extremamente renovado, me surpreende positivamente tanto a correria do time , quanto o encaixe. Muito arrumado o time, acredito que o CRB está no caminho certo. Abraço

  • Cardoso

    Prá todos os rosinhas quê estão empolgados, lembre-se, não existe nosso senhor do bom começo, só existe nosso senhor do Bonfim.

  • Frank Oliveira

    a ”prega” Felix e a ”prega” Cardoso, estão enrugadas, loucas, nas tamancas, calma, daqui a duas rodas veremos se o ”time de serie a, vai ser o paraná de 2019

  • Pedra Noventa

    Pelo começo já dá para vê o final: “CSA rumo à segunda divisão do alagoano”, bateu a saudade.
    Da carta branca a treinador prá contratar, começa mal e termina ruim. Tenho dito!
    Que contra-censo CSA na série A do brasileiro(por enquanto) e na segunda divisão do alagoano.
    CSA o time da série A que mais contratou dezesseis jogadores, mais uma dúzia ´são perebentos.

  • William

    Trio terrorista no ataque: Hugo Sanches, Zé Carlos e Maílson. Quem viver verá.

Deixe uma resposta Guedes
Cancelar reply