CSA vence jogo em que ‘acreditou’ até o fim; CRB empata e segue em dificuldade – Blog do Marlon
Espírito de luta em vitória contra o líder e falta de inspiração em derrota para Oeste
Não pode ser transformado em rotina

Leandro Souza foi o autor do gol que garantiu vitória importante do CSA – Foto: Pei Fon – TNH1

 

Em campo em mais uma rodada da Série B, CSA e CRB mantiveram seus patamares dentro da competição. Em um jogo estratégico, o CSA venceu o São Bento, pela goleada estabelecida na Série b: 1 a 0 , manteve a vice-liderança e já garantiu a permanência no G4 por mais uma rodada, isso já contando em relação a rodada cheia de terça-feira. Mesmo se for derrotado pelo Oeste, o CSA permanecerá na zona de classificação para Série A.

O CRB empatou fora de casa, com o Vila Nova, um dos postulantes a briga por acesso e uma das equipes que mais permaneceu no G4. Mas na situação em que se encontra, para o campeonato, o resultado não foi positivo. Se tivesse vencido, o CRB teria saído da zona de rebaixamento e o time voltou a sentir muito a condição de criação ofensiva, sem mostrar eficiência. Mais uma vez, João Carlos foi o grande nome, evitando uma nova derrota do CRB.

O jogo tático – CSA x São Bento

CSAxSBentovideo1

 

 

Em casa, o CSA iniciou o jogo tomando a iniciativa. O técnico Marquinhos Santos trocou Diogo Oliveira por Rony e fez o São Bento marcar agressivo e dar muita intensidade no jogo com velocidade como principal característica.

Isto dificultou a iniciação de jogo do CSA. Ficou um jogo muito quebrado e quando o CSA perdia a posse também era agressivo na saída de bola. O objetivo era não permitir que o adversário gostasse da partida. Basicamente, o jogo ficou de intermediária a intermediária  mostrando muito equilíbrio.

Além desta igualdade, outra situação mostrava um equilíbrio nas ações: o duelo no corredor central. O encaixa da marcação era forte nos dois lados, mas aos poucos, uma atitude de um jogador passou a fazer a diferença no jogo. Me refiro a Dudu Vieira (8-São Bento). Sem a bola ele ultrapassava como um meia e fazia o time paulista fazer um 4-1-4-1. No lado do CSA, Juan não fazia isto. Somente após 25 minutos, Juan passou a fazer esta aproximação e o jogo voltou a ficar igual.

Já na parte final do jogo, o CSA cresceu, melhorou e conseguiu a única finalização certa de todo primeiro tempo com Hugo Cabral girando dentro da área e o goleiro do São Bento fazendo a defesa. A diminuição da intensidade do time paulista se deu por alguns jogadores terem idade bem superior. Marcelo Cordeiro (6-Sâo Bento) já tem 37 anos e Fábio Bahia já passou dos 30.

No segundo tempo, Marcelo Cabo trouxe Didira para o duelo central no corredor, passando a usar um 4-3-3 e tendo a novidade de Neto Berola como um dos extremos. O jogador mostrou está visivelmente ainda sem o ritmo ideal, mas já conseguiu acrescentar mais que o Hugo Cabral.

O time conseguia ser mais intenso, ter volume, mas tinha pouca inspeção. No abafa, o CSA foi crescendo em volume de jogo. Aos 30 minutos, Marcelo Cabo optou por Pio e o jogador dentro da sua característica foi importante na vitória. Primeiro ele cobrou um escanteio e quase faz um novo gol olímpico no Rei Pelé – este ano pela Copa do Nordeste havia feito pelo Ceará contra o CRB – e depois acertou uma ótima cobrança para Leandro Souza marcar de cabeça.

Nos minutos finais, o jogo ficou muito aberto, com Neto Berola e Alemão, o CSA poderia ter feito o segundo gol, mas o São Bento também poderia ter empatado o jogo.

O dono do jogo foi o zagueiro Matheus Lopes, que mostrou muita segurança. Pio foi o garçom pelo passe para o gol de Leandro Souza, Marcelo Cabo foi o melhor treinador e o árbitro Paulo Henrique de Melo Salmazio teve um boa arbitragem, recebendo nota 8.

  • Moab

    Marlon bom dia, sinto falta das noticias do esporte local, por que o TNH1 acabou com as noticias sobre o esporte local .

  • Daniel Souza

    Com o Doriva, o crescimento defensivo do Galo é inquestionável, mas falta intensidade no último terço do campo. O CSA está bem e tem feito o dever de casa. Esse Marcelo Cabo tem o time na mão e as novas contratações farão com que o time brigue até o final pelo G4 ou uma boa colocação entre os dez primeiros.

  • adeildo santos

    ola marlom,ontem as novas peças que estreiou, deu muita qualidade ao csa, entre eles o pio, tem vaga nesse time. quanto ao marcelo cabo cada vez mais mim surpreende pela sua inteligencia. um abraço

  • Maior de Alagoas

    Discordo em relação ao árbitro, permitiu a cera dos jogadores do São Bento e marcou muita faltinha inexistente e foi mal disciplinarmente, jogadores do São Bento deixaram de ser expulsos pelo 2º amarelo. Vejo que após uma instabilidade após as saídas de jogadores, o CSA com os novos contratados vai entrar numa crescente a medida que os reforços forem pegando ritmo, estamos mais vivos do que nunca na briga pelo acesso. Parabéns CSA, time alagoano com mais rodadas no G4, mesmo se somar todas as participações do roteirense não alcança o CSA, CSA ORGULHO DE ALAGOAS!!!!

  • Emerson

    CSA tem tudo pra manter a constância e até melhorar. Os novos jogadores estrearam muito bem. Falta um pouco de ritmo e entrosamento, mas isso é uma questão de tempo. Mais três rodadas e o time estará todo entrosado novamente.
    Alguns jogadores estão deixando a desejar: Alemão é a versão piorada do Daniel Costa no ataque – lento e displicente. Hugo Cabral é esforçado, mas tropeça nas próprias pernas. Ainda bem que chegaram os reforços!

    O pessoal do CRB precisa ir no Mutange aprender a contratar.

  • José A de Oliveira

    Marlon, essa é a diferença da campanha do CSA para a do CRB, CSA quando tem chance acredita e aproveita, os pomba lesa do CRB não acredita parece que cada jogador tem uns 30 pregos em cada chuteira, exemplo, CRB teve duas grandes chances de gol contra Vila Nova, primeira o Elias inteligentemente lançou para ele mesmo, Willians Santana fez menção que iria pegar a bola desistiu mais atrapalhou, Elias perdeu o ângulo tinha dois jogadores que poderia ter se aproximado e concluído Felipe Meneses não se aproximou ficou olhando e o lateral simplesmente parou, mesmo a bola escapando e a única alternativa seria o cruzamento. Segunda boa chance, Neto Baiano chuta para fora uma bola que recebeu do Marcelo Oliveira, se ele fosse mais inteligente tinha feito o corta luz, zagueiro do Vila tinha jogou para cortar, se abri-dr as pernas ficaria livre ou deixaria o companheiro que estava atrás dele escolher o canto. São esses detalhes que faz o CRB ter o pior ataque da competição em 21 jogos 15 gols apenas, seis jogos sem vencer marcou apenas um gol feito pelo zagueiro no empate com Londrina. Jogador que não acredita não faz. Uma equipe que a maioria são assim não marca gols não vence ninguém. Não tem infiltrações, os companheiros não se ajudam, cobranças de faltas, jogadas ensaiadas não tem algo coletivo nem individual diferente. Deveriam ter vergonha de verem nosso freguês acreditarem até o fim e vencendo, enquanto os pregos do CRB ficam colado no campo com a cara pra cima.

  • eidnaldo jr

    marlon , venho acompanhado as transmisões dos jogos do csa ,pela radio(pfc) e venho notado que mesmo em jogos que o csa vence as criticas ao time são maiores que os elogios, e tambem tenho notado que as criticas ao nosso rival são em tons mais moderados, nos torcedores azulinos sempre achamos que alguns de seus colegas de transmissão expõe esses tipos de opniões contrarias ao csa, e em favor do crb, por serem regateanos, ontem mesmo se falou mais da pessima atuação do hugo cabral, do que da superação do time que acreditou ate o final.

  • Almeida

    Não sei se eu tenho pena do Alípio ou do próprio CRB por ter contratado esse jogador. O garoto não agride, não parte pra cima, não chuta no gol, não cruza bola na área, nem ataca e nem defende. O problema de não dá certo o jogo coletivo do CRB…, é porque o jogo individual não ajuda, as peças não se encaixam, são muito ruins. É quase que inacreditável se imaginar que dirigentes experientes, com rodagem de anos na série B, com tantos contatos na agenda, tenham contratado tanta gente ruim de bola , sinceramente não dá pra entender. O time do Mangue da beira da lagoa, traz 4 novos caranguejos e todos jogaram bem ontem…, já o time do Balneário turístico, Barra de São Miguel, trouxe um monte de “Pernas de Pau”. É muito estranho isso.

    • Maior Campeão de Alagoas

      kkkkkkkkk crb tá fazendo esse ano o que fez “na rodagem de anos na série B”, lutando sofrivelmente contra o rebaixamento. Time que em 270 rodadas disputadas na Série B, só ficou 19x no G4 o CSA no primeiro ano, com apenas 22 rodadas disputadas já bateu esse fraquíssimo recorde (20x já). Quem não tem passaporte, não tem nacional, não tem mais título tem que se contentar em comemorar ser o time do interior, do canavial de roteiro que chama de balneário, deprimente kkkkkkkkkkkkkk

  • CAMS

    Meu caro Marlon, não tenho mais duvida, CRB com destino a série C, sou regateano, mais já estou convencido, que esse time não vai longe, mesmo com essa contratações que o seu Alacon fez, mande ele aprender com os empresários do mutange.

  • Miral

    O CRB vai ao futebol cearense e contrata o sofrível Alípio. O CSA vai ao futebol cearense e contrata o excelente Pio.
    Dah pra entender por que o CRB está literalmente rebaixado e o CSA brigando pela Série A?

  • adeildo santos

    ola, marlon quero usar esse espaço democratico de direito, quero perguntar aos outros amigos, si conhece um dez melhor que daniel costa, faço esse desafio, um abraço marlon.

  • adeildo santos

    digo na serie b

  • sebastiao bastos

    Boa Noite a todos. Excelente campanha faz o Centro Sportivo Alagoano na série B.É hora de toda crônica esportiva de Alagoas e tambèm a Federação Alagoana de Futebol estarem atentas ao extra campo, que com certeza fatos estranhos irão surgir daqui prá frente. Vejam o que fez o árbitro na partida entre Paraná e Internacional que deu 8 minutos de acréscimo e o time gaúcho venceu o jogo nos acréscimos.Estamos de olho…

  • Luiz Carlos

    Boa tarde, amigos o C S A fez boas contratações para repor as peças que sairão, 04 estreias excelentes
    Zagueiro seguro e sabe sair jogando, Pio sem comentários, Jonh Cley bom jogador falta ritmo e Neto Berola a forma fisica. no geral bom resultado.