Segunda vitória aumenta confiança mas ainda é preciso encontrar o equilíbrio – Blog do Marlon
O carimbo do modelo de jogo, da confiança e da evolução
Vitória com desempenho! Fim do Mazolabol e começo do futebol total de Jr Rocha

CRB vence Sampaio em pleno Castelão por 3 a 2 – Foto: Lucas Almeida – Sampaio Corrêa

 

O CRB está mais confiante. Após a segunda vitória consecutiva na Série B, o Galo começa a recuperar este aspecto importantíssimo dentro da competição.
Com seis pontos somados, o time segue mostrando evolução. Contra o Sampaio Corrêa o time chegou aos nove gols marcados nos últimos três jogos, mas também tomou quatro gols, foi vazado em todas as partidas. Isto mostra que ainda é preciso encontrar o equilíbrio.
O CRB inicia o jogo ainda modelado 4- 4-1-1 .           O time marca em duas linhas de quatro, com dois jogadores um pouco a frente desta linha. Feijão é o volante mais centralizado, Lucas Siqueira atuou como Tinga na partida contra o Atlético-GO e Tinga, por sua vez, se aproximou um pouco mais de Neto e de Edson Ratinho para executar as triangulações.
Bruno Paulo merece uma observação a parte. É um jogador que conseguiu uma rapida evolução em termos de ritmo e enquanto teve físico, foi um jogador muito importante na construção ofensiva. O CRB abriu o marcador mas ainda no tempo inicial sofreu o empate em um gol irregular, no erro do árbitro.
No segundo tempo, o Sampaio mudou a postura e sem o equilíbrio, o CRB ainda sente a reação dentro do jogo. O CRB sentiu a pressão do time maranhense e João Carlos tomou conta do jogo. Em pelo menos três intervenções, o goleiro garantiu o fato do Galo não sofrer a virada. A defesa do CRB ainda tem dificuldades no aspecto defensivo nas bolas alçadas na aérea, além de ontem, o lateral Diego não estava em um momento inspirado e houve a necessidade do técnico Jr Rocha fazer a mudança, sacando o Bruno Paulo e colocando Juninho Potiguar para reforçar a recomposição.
Ne reta final, o CRB virou com o gol marcado pelo Neto. No primeiro momento achei falta, seria uma falta marcável, mas na reprise do lance, entendi que o goleiro em momento nenhum segura a bola, ele busca o contato. Já nos acréscimos, dois gols de escanteio, com o Sampaio empatando e logo depois, Boaventura mais uma vez sendo decisivo.
O goleiro João Carlos foi o dono do jogo. Mas é preciso destacar a entrega de Tinga, o bom jogo de Bruno Paulo. Faltou um jogo mais efetivo no aspecto ofensivo do lateral direito Diogo Mateus. Ressalto que isto deverá estar acontecendo em virtude do desgaste proporcionado pela sequencia de jogos.

  • marcio lobo

    concordo com tudo marlon, acho até que a evolução do time regatiano rápida,falta ainda o jogo pensado no meio campo, o crb não possui este tipo de jogador, que da ao time um jogador que da ritmo a equipe,acredito eu que o crb passará uma serie B tranquila se continuar a evolução. Abraço marlon

  • marcos antonio da silva

    Eu acho que o time não evoluiu taticamente, agora: garra, força de vontade, responsabilidade com o clube e a torcida, isso sim foi demostrado. Falta, acredito eu, um jogador de referência, aquele quando pega na bola, a torcida sabe que vai sair coisa boa. Pode ser até que tenha essa jogador no elenco, mas ele não apareceu ainda. valeu Marlon!

  • ivo

    Tem torcedor que esta assistindo futebol em outra galaxia, ou então faz comentário porque ouviu dizer. Não acredito que quem assistiu aos últimos jogos do galo não tenha enxergado nenhuma evolução, basta ver os dois últimos resultados.Evolução é um processo que vai ocorrendo ao longo do tempo, gradativamente, ou seja, aos poucos. Diferentemente de mágica, essa sim, acontece na hora.

  • Edson

    Com Júnior Rocha o CRB iniciou uma nova temporada e são poucos jogos para poder exigir mais do CRB. A equipe sofreu um grande desgaste técnico-tático e a recuperação não é de um jogo para outro. Confesso que o time vem surpreendendo positivamente e eu acredito numa maior evolução do time durante a Série B, podendo o time chegar à patamares nunca visto pelo torcedor regatiano na Série B.

  • edson lima

    cade o torcedor que disse que era para barrar o goleiro João Carlos? Se não fosse ele com certeza a vitória não viria.

  • CARLOS FRANCISCO DE FARIAS

    Olha!Entendo que depois da classificação para a copa do nordeste de 2019 no jogo contra o campinense em Maceió deixaram os jogadores do galo mais confiantes.Com relação a evolução tática,o time não está dando chutão.Isso é muito positivo.Precisa arrumar a defesa,principalmente a lateral esquerda pelo fato do Diego não marcar,só apoia.O meio campo com Feijão é mais seguro.Neto baiano continua fazendo a diferença.Só falta um meia pifador pra deixar ele na cara do gol.

  • José A de Oliveira

    Muito bem Marlon concordo com sua análise, mais devemos salientar nesse jogo contra o Sampaio Correa a defesa do CRB perdeu todas as bolas alçada na sua área, não achei culpa dos zagueiros mais sim dos volantes que tinha condições mais não interceptavam a bola, exemplo no primeiro gol de empate do Sampaio foi irregular mais quando a bola foi alçada tinha jogador do CRB que ficou atrás da linha da bola e sonoramente olhando a bola passar na sua frente não fez movimento nenhum para interceptar, agente não ver essa facilidade das outras defesas para com nosso ataque, pelo contrário, fosse esperar facilidade dos adversários nossos atacantes não faria um gol. Mais quero parabenizar a evolução do meio de campo e do ataque, tem jogador que precisa entrar durante os jogos quando precisar estarem bem entrosado e com ritmo como Mazola e o Rafael Costa, venho batendo na mesma tecla tem jogador que mesmo fazendo boa apresentação como o goleiro João Carlos e Neto Baiano precisam descansar a mente e o físico. Espero que esse treinador que está dando uma nova cara ao CRB não seja cabeça dura como o anterior, elenco tem para substituir quem cansar e não cair a qualidade, basta dar ritmo e incentivos.