Empate que ‘classifica’…empate que ‘elimina’ – Blog do Marlon
A clara opção do CSA e o fortalecimento do trabalho de Marcelo Cabo
O sono azulino foi interrompido por um acordado treinador

Anderson Conceição: destaque do jogo e autor do gol do CRB – Foto: Pein Fon – TNH1

A matemática é uma ciência exata e não permite ‘aspas’ nas avaliações. O jornalismo é formado por informações, mas cercado de ‘variáveis’ que permitem construções bem distintas daquilo que estamos vendo.

A matemática ainda não me permite afirmar que o CRB está classificado ou que o CSA está eliminado. Mas o jornalismo permite construir estas ideias. O empate com o Santa Cruz, virtualmente classificou o CRB. O empate contra o Salgueiro virtualmente eliminou o CSA.

Talvez mais uma rodada defina a situação no mundo matemático. Até lá, o mundo virtual tem a prioridade na avaliação

O Jogo tático

O técnico do Santa Cruz, Júnior Rocha veio rodar o elenco, para buscar um ponto e seguir como lider. Trouxe sete novidades no time e jogou de igual para igual no primeiro tempo. O CRB apresentava a mesma dificuldade: o time não conseguia ser uma equipe solta, não conseguia ultrapassar, quebrar as linhas do adversário, não conseguiu triangular. Sempre utilizando bola longa no corredor, usando as laterais e bola área/longa para o Neto Baiano.

Até os 20 minutos quando aconteceu a parada técnica, o Santa era melhor. Já havia criado situações que levaram perigo. O Santa Cruz até teve uma penalidade clara de Feijão sobre Artur Resende que o árbitro não marcou.

Mas na parada técnica, Mazola mudou a postura do time. O CRB passou a marcar mais alto, fazer pressão e pouco tempo depois, chegou ao gol em um bola áerea. O CRB fez um escanteio tático, rápido. Méritos do treinador. Não dá tempo de a defesa se posicionar, de causar o empurra-empurra. Após o gol, o CRB ainda teve duas chances.

O jogo ficou ao feitio do CRB reativo. O CRB poderia ter decidido o jogo, ampliado o marcador. Neto chegou atrasado em uma bola, depois Dany Morais cometeu pênalti em Willams Santana , não marcado pelo árbitro.

Ai entrou a situação do técnico do Santa Cruz mudar sua linha de três usando seus titulares: Fabinho Alves, Robinho e Hericles. O Geovane veio ser o meia centralizado e o Santa sobrou no jogo. Chegou de maneira merecida ao empate. O lance capital veio na expulsão de Flávio Boaventura e Fabinho Alves. O Santa precisou recompor e Mazola poderia ser mais ousado,  Feijão poderia ser recuado e Ruan poderia entrar para buscar a vitória. Mesmo com a opção tradicional, Edson Borges entrou para recompor, o CRB ainda teve a bola do jogo, mas Rafael Bastos parou em uma grande defesa do Thiago Machowski.

Indiquei Júnior Rocha como melhor técnico por ter atingido o objetivo de segurar o CRB, pontuar e manter a liderança , mesmo com um time com base Sub20. Anderson Conceição foi o melhor jogador em campo. Ratinho o garçom, cheguei a lembrar o volante Luiz Otávio e pela primeira vez, indiquei que a arbitragem não entrou em campo. Dois pênaltis não marcados, um para o Santa Cruz e outro para CRB. Aplicou 18 cartões no jogo, sendo 15 amarelos e 3 vermelhos, mas acertou no lance que Edson Ratinho cobrou pênalti do goleiro Thiago Machowski sobre Neto Baiano. Não aconteceu a penalidade. O goleiro se protege, como todos goleiros fazem e Neto forçou o contato para tentar a penalidade.

  • Marcial

    Tetra

  • jorge firmino

    As equipes que jogam com o CSA não tem o mínimo desejo de observar como joga a equipe, pois o campo de treino do Muntange propicia a quem quiser observar os treinos, uma visão privilegiada, do alto, dando para observar até o íntimo de cada jogador no vestiário. Feito isso, anotando os detalhes das jogadas que são organizadas para a bola chegar aos pés do camisa 10, o CSA estará em mãos lençois. Siga o que eu digo.

  • José A de Oliveira

    Bom dia Marlon e leitores, CRB não tem jogadas criadas pelo meio, só tem uma jogada bolas longas, mesmo tipo de jogo mostra que o CRB não treina criação iniciadas pelos meios e caindo pelas beiradas com alguém do meio de apresentando novamente como alternativa, a jogada é sempre a mesma bolas longas, assim fica difícil para o centroavante. Acho o Mazola um bom técnico, mas ele tem um problema além da cara carrancuda, ele demora demais para mudar a equipe, na maioria das vezes o problema se apresenta durante o jogo tem o intervalo e ele volta com a mesma equipe e os mesmos problemas, sobra menos tempo para mudar e reagir. Centroavante, Marcão já está merecendo a vaga de titularidade já que Neto Baiano faz alguns jogos que não marca.

  • Reinaldo

    Arbitro não entrou em campo? como você classifica assim! o arbitro( pra não chamar de rato), minou o CRB parando o jogo e dando 9 cartões amarelos, e vem afirmar que ele não entrou em campo. Vamos ser imparciais. Me fala o jogo nesse tempo de profissional que você viu tantas cartões assim, erros acontecem em uma partida de futebol, mas, como foi ontem, vimos má fé e dolo contra o CRB.

  • Lenison Medeiros de Araujo

    Eu acredito no CSA. É só ganhar as duas e torcer pra que o Sampaio empate uma e perca a outra.

    • Tiago

      Verdade. Depois é só comemorar com ovos que o coelinho da páscoa vai trazer pra vc! Já fez o seu pedido ou vai dizer que não acredita nisso também?!!! kkkkkkk #piada #tetra

  • Lenison Medeiros de Araujo

    Dispensa: no CSA
    Echeveria, Caique e Kivel. Estes estão prejudicando o desempenho dos demais.

  • CARLOS FRANCISCO DE FARIAS

    Marlon,é verdade que o confiança perdeu seis pontos por ter escalado um jogador irregular? gostaria de sua opinião.

  • Frank Oliveira

    Lenison Medeiros de Araujo, vc é um otimista, o NÃOSEISEÁ, vai jogar com o Sampaio lá cara, e o Sampaio ainda pega a baba do salgueiro, ou seja, ZÉ FINIR

  • ERON MORAES

    GRAÇAS A DEUS Q A TV GAZETA NOS LIVROU DO PROGRAMA DE ÍNDIO (ridículo campeonato alagoano)NESTE DOMINGO.

  • Jose Carlos

    Boa noite Marlon! O jogo foi horrível, CRB não tem evolução, São 70 dias de trabalhos no ninho galo e os erros são os mesmo, time sem criatividade, sem alma, outro dia ouvir vc falar q o confiança era um time de master, concordo com vc,também acho o meu CRB um time de master pode ter certeza q esse plantel ñ vai evoluir.

  • Luiz Carlos

    Marlon, a sorte do crrebê é que o grupo é fraco, nível das equipes deste grupo não merecem nem cometários.

  • um ALAGOANO

    Já é tempo do CRB mostrar um jogo com jogadas trabalhadas, essas ligações diretas não precisam de treino, está muito aquém do que imaginava.

  • BOMFIM

    Na próxima tem combinar com o juiz pra fazer parada técnica a cada dez minutos, pq é difícil ver o seu time jogando em casa e não agredir ninguém, não buscar o resultado positivo. Aquele jogo contra o CSE foi ridículo, e esse contra o Sta Cruz? não interessa se o juiz errou ou acertou um lance, um cartão, dois cartões, 18 cartões (pelo amor de Deus), interessa o que o time faz em campo; vontade de ganhar. Dizer assim: “AQUI EM CASA QUEM MANDA SOU EU, HOJE E SEMPRE”