Desfile sem fantasia, sem alegoria e sem evolução – Blog do Marlon
Qualidade dos gramados em Alagoas é inaceitável
Em jogo para chegar a R$ 1 milhão, CRB, CSA e ASA só pensam....naquilo ($$$$)

O ‘folião’ não perdeu o passo! Este é o Estado do gramado do José Gomes da Costa: absurdo

 

Sábado de Carnaval e três jogos movimentaram o Alagoano 2018. A quinta rodada teve a realização de três jogos e apenas o confronto entre ASA e Santa Rita acontecerá na 4ª feira de Cinzas.

CSA e CRB decepcionaram. Optando por jogar com o time reserva, o CSA sofreu muito em Palmeira dos Índios. Não foi uma equipe que correu riscos ou foi pressionada o tempo inteiro pelo CSE, mas não conseguiu transformar a posse de bola, em princípios ofensivos , momentos de jogo que pudessem trazer efetividade para finalizar.

Claro que poder ver Yuri, observar Boquita em melhores condições, Michel Douglas lutando, Roger fazendo uma boa estreia são situações positivas, mas foi preocupante ver um grupo sofrível. A equipe, mesmo sendo a reserva, não consegue desenvolver nada. Em um campo ruim, o CSA optou por ligação direta,  por buscar o jogo com uma referência central pivô’. Mas em nenhuma situação, o jogo fluiu. O resultado foi um 0 a 0 frustrante, um ‘desfile’ sem brilho nenhum.

Enredo semelhante foi visto na partida entre Murici e  CRB. A ‘passarela’ sem qualidade, passistas sem se entender e um futebol sofrível. É inaceitável que ao falarmos de futebol profissional vejamos um gramado com as condições do Estádio José Gomes da Costa. É inaceitável que após a CBF ter interditado o campo, o mesmo tenha sido liberado nas condições que vimos. O resultado foi um jogo sem qualidade e um CRB que não conseguiu evoluir. O Murici foi melhor e mereceu um melhor resultado. No último lance, Fabinho perdeu o gol que daria a vitória em uma defesa do goleiro Edson Marden.

O único brilho na rodada veio do CEO. Terceira vitória seguida e mais uma vez com Nona, sendo o destaque da ‘comissão de frente’: 5º gol em três jogos e o CEO brigando diretamente por vaga para as semifinais.

Passadas as emoções dos três desfiles, poucas emoções é verdade, que possamos ter um Carnaval de tranquilidade, diversão e muita paz.

  • Tulio

    chama isso de gramado? Eu chamo de futebol de areia

  • Carlos Eduardo

    Flávio Araújo não serve para o CSA, se a diretoria insistir com ele, o azulão esse ano não vai ganhar nada e ainda por cima vai voltar para a série C

  • Marcos

    Enquanto isso, nós torcedores, amargamos mais um campeonato alagoano de péssimo nível técnico, com equipes sofríveis e os considerados “grandes” nem aí com a competição. Sempre acreditei que um Campeonato Alagoano forte era sinónimo de CSA e CRB fortes, mas parece que ambos não desfrutam de tanta competência assim. O Campeonato Brasileiro da série B ensinará como deve ser feito uma preparação correta.

  • Luiz Conceição

    Marlon sou seu ouvinte e leitor , tudo que você falou em janeiro no início do ano , CSA CoNTRATOU RESERVAS é MUITO MAL , faço parte de um grupo de Zap , todos que te criticaram …. hoje dizendo bem que o Marlon falou 👏👏 continue assim para o bem do nosso futebol.