Em jogo muito fraco, você acredita que o CSA evoluiu?
CSA vence a 1ª, CRB ganha mas é questionado e CSE larga com vitória

Neto comemora mais dois gols na temporada: 5º dele no estadual – Foto: Pei Fon – TNH1

 

Foi possível analisar dois times diferentes do CRB nos dois jogos realizados no Rei Pelé com duas goleadas. Contra o CEO, o time veio formatado com apenas um volante, uma linha de quatro a frente com um triangulo invertido, composto por dois meias. Ratinho atuando pelo lado direito. Ruan como extrema direito e Willians como extrema esquerdo. O resultado foi um time leve, mais solto, com troca de passes e infiltrações.

Já contra o Santa Rita, o time foi mais preso. A dobra de lateral visava conter o lateral direito da equipe de Boca da Mata é proporcionar amplitude , bem como , jogadas laterais e cruzamentos para Neto Baiano. Mas o time passou a ter troca de bolas longas nos corredores com Ayrton e Edson Borges sendo os destaques na bola longa direta em busca da referência.

O CRB mostrou repertório e alternativas, mas ainda está procurando a melhor equipe.

O jogo tático

Dois jogos e nove gols, dois jogos e duas goleadas, dois jogos e duas vitórias. Jogando no Rei Pelé, o CRB fez nove gols. Sem tirar os méritos da equipes, o CRB chegou a duas sonoras goleadas devido a fragilidade do Santa Rita, neste domingo, goleado por 5 a 0 e ao CEO que entregou quatro gols na estreia no Alagoano.

Primeiro tempo começou com a blitz, como o CRB tem feito nas suas apresentações. Para começar, um gol aos 45 segundos para depois, somente aos 29 minutos, criar uma jogada com expectativa de finalização. O lance acabou sendo desperdiçado por Rafael Bastos, que ainda está devendo.

Se aos 45 segundos, Boaventura havia feito o seu gol em uma bola alçada na área, o segundo gol surgiu já aos 45 minutos, quando Neto Baiano recebeu sozinho do “ garçom “ Willians e teve a frieza de definir a jogada. Com a vitória parcial, o CRB não agradou e os jogadores precisaram levar uma bronca do treinador para tentar mudar. No segundo tempo, Mazola segurou o Serginho e liberou mais o Feijão. Até a expulsão do Jean (3-Santa Rita) estava 2 a 0 e o CRB tinha uma certa dificuldade na criação. Mas o Santa Rita precisou recompor a zaga, tirou Alexsandro e Diego começou a aparecer. A inversão deixou Feijão mais participativo, fez tabelas, participou do jogo ofensivo e até marcou um gol.

O CRB fez mais três gols – Neto Baiano novamente, Marcão (pênalti) e Feijão . Com isso conquistou uma nova goleada, mostrando mais um teste importante.

Willians o melhor em campo e também o garçom. Destaquei o volante Feijão, demonstrou capacidade para fazer mais o que se esperava. Poucas vezes um jogador desarmou tanto, sem fazer falta e ele entra para a expectativa de um jogador que poderá fazer o torcedor esquecer o Olívio. José Ricardo Laranjeira recebeu nota 6. Até certo ponto mostrou critérios na aplicação do cartão amarelo, mas também sonegou uma segunda expulsão no time de Boca da Mata. Já com cartão amarelo, o lateral Caio fez falta para cartão e não recebeu, depois cometeu a penalidade e também não recebeu o segundo amarelo. Chegou a confirmar que o segundo gol seria de Ayrton (2-CRB), mas acabou recebendo informação da TV e dando o gol para Neto Baiano (9-CRB).