Ótimo desempenho para uma tabela que piorou
Repetição de comportamento e o limite que o Galo está envolvido

Já avaliamos diversos momentos do CRB na Série B. Erros, dificuldades, estabilidade, questionamentos aos dirigentes, aos jogadores. Mas neste instante, o momento é de acreditar em uma reação e na permanência na Segundona. O torcedor mesmo que tenha bronca com a direção, com o técnico, com o elenco, precisa acreditar.
Se o rebaixamento nos traz um prejuizo, o torcedor precisará seguir apoiando. É, mas o time não reage! O time erra muito! Perde muitos gols e toma gols de maneira fácil. Sei que tudo isso é verdadeiro, mas o apoio precisa ser quase incondicional.
Claro que o jogo será contra o Internacional, mas o CRB já venceu o Inter nesta temporada. No ano passado, o time de maior peso era o Vasco e o CRB perdeu aqui e venceu lá.
Será difícil vencer o Inter, pelo time que tem e pelo momento do CRB na competição? Sim, será muito díficil. Mas o jogo precisa ser jogado.
Se perder, o resultado será normal, mas mesmo assim, o apoio precisará ser mantido, porque a derrota não rebaixa o Galo. No jogo contra o Juventude, o time precisará ser icentivado, apoiado por todos para que a equipe tente encontrar o seu rumo.
Talvez seja até ‘muito’ cobrar do torcedor, mas não resta outro caminho. O saudoso jornalista Carlos Miranda sempre falava, técnico não cai, dirigente não cai, jogador não cai, quem cai é o torcedor, por isso o momento é de acreditar, é de seguir apoiando.
Todos precisam acreditar.