Intervenção por um minuto de fama? – Blog do Marlon
Orgulho em muitas vitórias
Trajetória do acesso

O pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJD-AL) definiu que ira julgar o suposto caso de irregularidade na inscrição de dois integrantes da FAF e mais dois dirigentes no União Palmeirense para a participação na 2ª Divisão do Campeonato Alagoano.

Entendo que o rito de julgamento está equivocado. Mesmo considerando que o caso ganhou repercussão a partir da cobrança da imprensa esportiva é necessário mudar o processo de julgamento. Se houve uma provocação externa, esta provocação poderia partir do próprio tribunal. Além disto julgar uma situação após o resultado em campo ser definido é uma situação atípica e acaba expondo a dificuldade deste ritual.

Também observo que será difícil que o TJD possa encontrar uma brecha para punir, algo que a principio é imoral, mas é legal. Então é hora de aguardar e ver os desdobramentos pois ontem na reunião que acabou não julgando o processo, tivemos uma ideia de como será este encaminhamento. Os próximos passos serão todos baseados em ritual jurídico.

Quando a demora processual ou a demora para o TJD se pronunciar é evidenciada o assunto parece ser apenas casuísta e fica a impressão que a intervenção do tribunal passa pelos holofotes e por minutos de fama. Não é isso que precisamos.

Atualmente não há comentários.