O dia das mães está chegando, será agora no próximo domingo, e eu não poderia deixar de abordar aqui esse tema tão importante que é a maternidade. Mais do que uma data comercial, o dia das mães é um belo momento para receber e fazer homenagens e também para reflexão… Que mães somos? Que filhos somos? Será que estamos realmente valorizando aquela pessoa que nos colocou no mundo? Como anda esse nosso “amor incondicional”?… Foi pensando nisso que decidi compartilhar hoje aqui com vocês uma linda e verdadeiríssima homenagem que vem do fundo do baú! Lá do fundo mesmo. Publiquei esse texto na coluna de um jornal para minha mãe há 16 anos…. Exatamente no dia 13 de maio de 2001, o domingo do dia das mães. Minha satisfação foi grande e a emoção dela, maior ainda! Lembro que ela lia o jornal dez vezes. Parecia não acreditar naquelas palavras, queria mostrar para os quatro cantos do mundo. Mamãe recortou o texto e andou por muitos anos com ele dobradinho na carteira, mostrando para familiares e os amigos mais próximos que encontrava pela rua… Naquela época não existiam redes sociais… nada de compartilhar pelo WhatsApp, Facebook ou Instagram. Não sei se minha mãe sabe mas aquele texto eu também recortei  e guardei dobrado por esses anos.

Hoje apenas um papel de jornal amarelado pela ação do tempo. Mas o conteúdo ainda emociona. E por isso decidi compartilhar a mensagem aqui no meu Blog, não só para “mostrar para os quatro cantos do mundo”, mas também para expor meu amor e gratidão e guardar esse texto nas nuvens, para a eternidade.

Ele dizia assim…

“ GRATIDÃO ETERNA

Uma pessoa simplesmente maravilhosa, completa. Amiga, cúmplice, companheira. Uma mulher de verdade, quem a conhece sabe disso. Em seu ventre já sentia todo o aconchego, carinho, amor. Mas queria mais. Queria receber seu abraço, sentir seu toque, seu cheiro, olhar de perto seus lindos olhos, ouvir melhor suas palavras. Não aguentando esperar tanto tempo de ansiedade, nasci com apenas seis meses. Um bebê pequeninho, feio, ainda em formação, porém grande de tanto amor recebido e do que ainda estava por vir.

Com o passar do tempo aprendi a ver essa mãe como uma batalhadora. Uma pessoa que não mede esforços para ver a felicidade dos filhos. Venha o que vier, separação, decepções, muito trabalho, esforços, adoção, deslizes na vida, susto na saúde, não importa. Sua vontade de viver provavelmente está vinculada a poder oferecer ainda mais amor a seus filhos. Ou melhor, é isto!

Certamente essa é a razão de sua vida, como já disse inúmeras e repetidas vezes. Puxa! Que privilégio meu ser sua filha, quantos ensinamentos, quanto aprendizado, quantas noites em claro ouvindo suas palavras, sua larga experiência de vida. Quantos conselhos na hora certa… conversas e mais conversas, sobre tudo nesse mundo. Parece adivinhar as coisas, parece ler meus pensamentos, sabe exatamente o que é melhor para a minha vida…

Hoje é comemorado o dia das mães. Mas por que só um dia para prestar homenagem a essa mulher? É muito pouco para ela! Pouco demais!!! Quero estender a minha eterna gratidão por todos os dias da minha vida. Enquanto estiver viva, minha mãe, será assim. Pode ter certeza disso. Obrigada por você existir e esteja assim, sempre ao meu lado. Te amo infinitamente…

(Maceió,13 de maio de 2001)”

O mais bonito disso tudo é perceber que esse texto podia ter sido escrito exatamente hoje. Fico feliz em constatar que apesar de tanto tempo meu sentimento não mudou. Apenas aumentou, fortaleceu. Com essa linda homenagem para minha mãe Guida, desejo um Feliz Dia das Mães para minhas irmãs Daniella e Giuliana, minha sobrinha Yanna (que está grávida), minha sogra Socorro, minhas cunhadas Patrícia, Paula e Luciana, e também para todas as minhas primas, amigas, colegas de trabalho e todas as mães que me acompanham e admiram meu trabalho. Que Deus continue nos abençoando e nos orientando nessa difícil e maravilhosa missão que é a maternidade.

E para quem ainda não escutou, deixo aqui essa linda versão da música “Trem Bala”, que a cantora e compositora Ana Viela fez especialmente para o Dia das Mães. É simplesmente linda. Emocionante. Verdadeira demais. Aproveitem!!!